Como diminuir a ansiedade – 10 Dicas práticas para aliviar a sensação de mal-estar

Como diminuir a ansiedade - 10 Dicas práticas para aliviar a sensação de mal-estar na quarentena

Com os números da Pandemia do Novo Coronavírus elevados, as notícias cada vez menos animadoras, e as incertezas futuras, é até esperado que este combo de informações não seja nada fácil para digerir. O resultado apontado por inúmeros estudos é que a ansiedade disparou nesta quarentena. A pergunta que fica é: como diminuir a ansiedade neste momento?

Primeiro, é preciso lembra que a ansiedade é algo natural do ser humano e que não podemos nos livrar por completo. É com ela que conseguimos antever uma situação de perigo e se preparar da melhor forma para enfrentá-la.

O problema é quando ela foge completamente do controle, transformando em uma crise de ansiedade. Neste momento, descargas abrupta de noradrenalina e adrenalina são despejadas no nosso organismo. Estas substâncias são responsáveis pelas manifestações físicas abaixo:

  • Sentir os dedos ou lábios formigarem;
  • Batimentos cardíacos acelerados;
  • Dificuldades para respirar;
  • Tremores no corpo.

Se você sente os sintomas abaixo, pode ser um indício de que o mal tenha avançado de forma extrema no seu corpo!

Esse cenário é um ambiente perfeito para uma crise de ansiedade, uma sensação ruim que pode durar poucos minutos, mas acontecer em vários momentos ao longo do dia e das semanas.

Também pode variar a intensidade, em alguns momentos mais brandos, em outros mais intensos.

Como diminuir a ansiedade

Não tente evitar

A pior coisa a se fazer é tentar lutar contra com essa sensação de mal-estar. Ao fazer isso, ao invés de amenizar, tendemos a agravar os sintomas.

Descubra o contexto da crise de ansiedade

controlar ansiedade durante o sexo

Quando temos um problema, precisamos descobrir a raiz dele para poder agir em cima disso. Com a ansiedade não é diferente. Como o cenário nada animador que citamos no começo do texto é propício ao mal, entender que se alimentar somente de notícias, informações e repercussões sobre o novo Coronavírus pode afetar diretamente o seu bem-estar.

Assim, no momento em que esse excesso estiver influenciando negativamente sua rotina, você já sabe que precisa dar uma desintoxicada.

Dê um tempo das redes sociais

As redes sociais, principalmente aquelas que divulgam notícias, podem se tornar a grande janela para suas crises de ansiedade. Dessa forma, agora que você descobriu que a fonte do mal é o consumo de informações demasiado sobre o assunto, restrinja mais o tempo que você passa nestes lugares e você já vai perceber uma diminuição da tensão.

Mantenha uma rotina – Como diminuir a ansiedade

Embora o isolamento social tenha quebrado o seu fluxo cotidiano, uma nova rotina precisa ser criada. É ela que vai manter sua mente organizada e ocupada durante a quarentena.

Por isso, divida seu dia em períodos para estudar, trabalhar, fazer a limpeza e tarefas domésticas. Além disso, não deixe de reservar um tempo para um hobbie, um momento de lazer.

Cuide do seu sono

Confira os conselhos para dormir bem

Um dos principais vilões da ansiedade está no sono. Neste período é ainda mais importante manter uma quantidade boa de horas de sono, até com um horário fixo para você ir para a cama.

Dessa maneira, quando estiver deitado, deixe de lado as distrações digitais, como smartphones, jogos e outros aparelhos eletrônicos. Eles podem te deixar ainda mais ‘pilhado’ para dormir.

Evite bebidas alcoólicas – Como diminuir a ansiedade

Recentemente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) sugeriu que a venda de bebida alcoólica fosse limitada durante a pandemia do coronavírus. Pois, ela é um caminho para potencializar crises de ansiedade, depressão e pânico.

Além disso, o consumo de álcool pode provocar a diminuição da imunidade, facilitando a contaminação por Covid-19, além de estimular comportamentos violentos.

Especialistas advertem que o momento de incertezas pode funcionar como um “gatilho” para o afogamento de mágoas. “Estamos vivendo uma situação de estresse coletivo inédito que pode contribuir para o uso do álcool como um refúgio”, explica a psicóloga Jaira Freixiela Adamczyk.

Por isso, se você anda tendo crises de ansiedade, deixe de lado o consumo alcoólico.

Use e abuse de técnicas de respiração

Bateu a crise de ansiedade durante o dia? Pare tudo e foque na sua respiração.

Dessa forma, já ensinamos algumas técnicas que você pode usar e que tem o poder de diminuir a ansiedade. Quando normalizamos a frequência de respiração, o mal-estar tende a reduzir.

Mude o foco de atenção – Como diminuir a ansiedade

13 sintomas da tensão social e como lidar com eles para mudar de vida

Depois que você descobriu o foco da sua ansiedade, você precisa desviar o olhar externo e começar a dar atenção ao que está acontecendo internamente.

Tem uma técnica simples chamada Grounding, que tem o poder de te ajudar na fuga do foco.

Primeiramente, é preciso focar na sua respiração. Depois, identifique:

5 coisas que você pode ver;
4 coisas que pode tocar;
3 coisas que você pode ouvir;
duas coisas que você pode cheirar ;
1 coisa que você sentir gosto.

Pratique atividade física

Corrida pode ser o melhor remédio para combater a depressão

A atividade física é, além de um bom hobbie para manter na sua rotina, uma forma de tirar a atenção para as preocupações atuais. Como bônus, ainda ajuda a diminuir a tensão muscular.

O mais importante é que durante os exercícios físicos, rola um aumento da frequência cardíaca que consegue realizar alterações neuroquímicas no cérebro, aumentando a concentração de hormônios anti-ansiedade, incluindo serotonina.

Por isso, fizemos uma lista de atividades físicas para você fazer na sua casa, sem equipamento e que podem dar um start. Confere no link

Se nada disso der certo…

Se as crises de ansiedade são constantes, você tem dificuldades para dormir, trabalhar e estudar, é o momento de buscar ajuda especializada, mesmo à distância.

Procure terapia online para buscar as melhores formas de tratamento para amenizar o mal na sua vida!

Outras notícias que você pode gostar:

 

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »