Vale a pena fazer faculdade?

Vale a pena fazer faculdade?

Antes de tudo, para conseguir responder essa pergunta você precisa ter em mente uma outra pergunta não tão simples: “o que é sucesso para você?”.

Todo mundo tem uma ideia geral do que é sucesso, mas, apesar do termo ter uma definição padrão para o mundo, cada indivíduo o enxerga de uma maneira diferente. Então, o que é sucesso para você? E mais especificamente, como você encara o sucesso profissional?

Dependendo da sua resposta, os caminhos que você pode seguir são diferentes. Se a sua meta é ter um salário alto, por exemplo, você deve buscar uma profissão que possa te proporcionar isso. Os desejos com o são diversos, você quer ganhar dinheiro, quer se apaixonar pelo trabalho, quer poder trabalhar em casa, ser um empreendedor, quer poder trabalhar em casa, prefere não ter chefe, quer ajudar os outros, quer poder viajar a trabalho, quer ter tempo para ficar com a família? Enfim, pense com carinho e com cuidado na sua definição de felicidade e, depois disso, pare para pensar qual caminho você pode traçar.

Depois de pensar nisso, vale considerar as vantagens de fazer uma faculdade. O portal “Foco na Carreira” listou, para complementar as dicas compartilhadas no vídeo acima, as principais vantagens e desvantagens, se liga:

Vantagens

Vale a pena fazer faculdade?

  • Algumas profissões só podem ser exercidas com o diploma (ex: advogado, veterinário, psicólogo, etc.);
  • Ela abre portas e proporciona experiências novas (ex: estágios, projetos de extensão);
  • Você faz muitos contatos profissionais (colegas e professores);
  • Ela possibilita especializações, mestrados, doutorados, etc;
  • Pode oferecer melhores vagas e salários;
  • Hoje existem opções que facilitam o acesso do aluno, como cursos tecnológicos (2,5-3 anos de curso), cursos a distância, financiamentos estudantis e bolsas.

Desvantagens

Vale a pena fazer faculdade?

  • O custo pode ser grande;
  • Os horários nem sempre são acessíveis a todos;
  • Não é garantia de emprego e sucesso.

Mas será que um diploma realmente não é garantia de contratação? Pra começo de conversa, o diploma não garante que você vai ser um bom profissional. A dedicação, as atividades complementares, as pesquisas realizadas na área e a vontade de trabalhar influenciam muito mais.

E o status da faculdade também não importa tanto assim, viu? Segundo Mônica Santos, diretora de recursos humanos do Google para a América Latina: “Preferimos um bom aluno de uma faculdade de segunda linha a um aluno medíocre de uma faculdade de primeira linha. O importante é o candidato mostrar que corre atrás. De que adianta frequentar uma excelente universidade, mas passar o tempo todo no grêmio, bebendo cerveja? Não é o diploma em si que importa, mas sim a atitude”.

Ou seja, o importante é estudar, não importa onde. Mônica continua:  “Além disso, uma das nossas prioridades é a diversidade. Se o Google buscasse somente profissionais formados nas grandes universidades, desperdiçaria a chance de ter pessoas com mentalidades diferentes”.

Então, o que você deve lembrar é que o sucesso é relativo, o que é sucesso para um não é para o outro. Visualize onde você quer chegar e, depois, analise se a faculdade realmente vai ajudar no processo, ou não. Mas lembre-se de aproveitar a jornada: se você ficar esperando chegar o sucesso ou qualquer outra coisa para aproveitar a vida, ela pode passar e você nem vai perceber.

Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »