Será que deve existir uma linha entre trabalho e vida pessoal para você alcançar o sucesso?

No mundo do trabalho, existem certas empresas que se destacam por serem altamente competitivas. Exemplos incluem o setor bancário e financeiro, por exemplo, onde qualquer pessoa pode ser facilmente substituída, demitida e onde a concorrência é maior.

Nesse contexto, fica difícil aceitar traçar uma divisão entre trabalho e vida pessoal, afinal, se você fizer isso, outra pessoa que não vá fazer o mesmo pode acabar pegando o seu lugar.

Então, com essa mudança na forma como as organizações funcionam, o comportamento dos funcionários muda para que eles consigam se adaptar, e essa mudança individualista afeta os relacionamentos. Em empregos competitivos e estressantes (que são cada vez mais comuns), vemos relações mais superficiais e falta de confiança e crueldade entre colegas de trabalho. Alguns indivíduos se acostumam a estar constantemente desconfiados, ou excessivamente cautelosos. Mas quando eles carregam isso para fora do seu papel profissional, pode haver consequências para suas vidas e relacionamentos.

Você já se deparou com colegas que se comportaram de forma tão competitiva que eles tendem a manter as coisas para si mesmos, são orientados para tarefas e mostram pouca empatia? Ou talvez tenha percebido que eles são excessivamente cautelosos, desconfiam de todo mundo e mantém os relacionamentos profissionais estritamente nas dependências do escritório? Infelizmente, por causa da forma com a qual as organizações são configuradas, esses comportamentos são agora ainda mais comuns.

O que acontece depois do horário de trabalho

Será que deve existir uma linha entre trabalho e vida pessoal para você alcançar o sucesso?

Há muitas consequências para as relações interpessoais por causa da forma como treinamos para nos comportarmos no trabalho. Muitas pessoas gastam entre 8 a 12 horas/dia no trabalho, então os comportamentos que elas moldam lá podem refletir os comportamentos tomados em outras esferas. Quando permitimos que isso aconteça, isso pode afetar as pessoas que nos rodeiam.

Em pouco tempo, podemos nos encontrar desconectados dos nossos sentimentos, nos tornamos relutantes em desabafar e confiar nos nossos amigos e entes queridos porque nos acostumamos a não baixar a guarda e a não confiar tão facilmente nas pessoas.

Nossas amizades podem se tornar muito transacionais devido às relações superficiais que costumamos formar no trabalho. Como resultado, começamos a perder laços, ou criamos restrições com as pessoas que amamos.

Em resumo: os relacionamentos podem perder a profundidade, tanto no trabalho como fora dele.

Como mudar isso?

Será que deve existir uma linha entre trabalho e vida pessoal para você alcançar o sucesso?

O cenário ideal é garantir que o trabalho esteja separado da vida pessoal. Eles devem ser dois diferentes. Deixar o trabalho consumir elementos de sua vida geralmente não é benéfico nem para a sua carreira, nem para os seus relacionamentos pessoais.

Reconhecer que os amigos e a família fora do trabalho são uma fonte de refúgio onde podemos nos sentir seguros é importante. Fora do trabalho, devemos ser capazes de relaxar e baixar nossa guarda – e a nossa família e amigos são as pessoas nas quais podemos confiar.

Por isso, você precisa fazer um esforço para não pensar em trabalho quando estiver com seus amigos e família. Dessa forma, você vai conseguir diminuir o sentimento de competição por entender que o trabalho é importante, mas não é a coisa mais importante da sua vida. Perceber que empatia e sinceridade não são sinais de fraqueza também é importante para superar uma mentalidade tóxica.

Se você já está em um ambiente de alto estresse e de trabalho competitivo, amigos e família são exatamente as pessoas que podem te ajudar a relaxar. Portanto, a comunicação é crucial para permitir que os amigos compreendam o que estamos passando.

Relaxe

Será que deve existir uma linha entre trabalho e vida pessoal para você alcançar o sucesso?

Pode ser que realmente exista alguma necessidade para ser excessivamente cauteloso no trabalho. Alguém realmente pode estar tentando te passar a perna. Infelizmente, essas coisas acontecem.

Mas a existência desses comportamentos não significa que precisamos entrar em uma bolha – e, de fato, se nos acharmos tão vigiados no trabalho, devemos ser ainda mais transparentes e abertos aos nossos amigos e familiares fora do trabalho.

Quando permitimos que os acontecimentos do trabalho influenciem a forma como vivemos nossa vida cotidiana, nos perdemos. Mas se separamos trabalho e vida pessoal e compreendermos a necessidade de relacionamentos fortes para equilibrar um pouco o estresse no escritório, com certeza levaremos uma vida mais saudável.

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »