Exercícios ao ar livre? Veja quais as recomendações para fazer em segurança

Exercícios ao ar livre? Veja quais as recomendações

Vai praticar exercícios ao ar livre? Saiba como fazer com segurança!

A pandemia do novo coronavírus criou uma necessidade de isolamento geral da população. Porém, a prática de atividade física não só não pode ser esquecida, como deve ser incluída na sua rotina, da forma como puder.

A dúvida que permeia muitos desde o início do Covid-19 é referente aos exercícios ao ar livre. Buscamos algumas orientações práticas para passar a você!

Primeiro: atividade física é necessária

A quarentena acaba impulsionando a gente a ficar mais sedentário, querer passar o dia no sofá assistindo TV ou alguma série ou filme em serviços de streaming.

Mas, o consenso entre os especialistas é que os exercícios físicos precisam ser mantidos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a ‘atividade física regular beneficia não só o corpo, mas a mente também’.

Com ela, você reduz a pressão sanguínea alta, ajuda a manter o peso e a reduzir o risco de doenças do coração, derrame, diabetes do tipo 2 e vários câncer. Isso sem falar no benefício direto para a saúde menta, reduzindo riscos de depressão, aliviando crises de ansiedade, declínio cognitivo e demência.

Sem contar que manter-se ativo é bom para fortalecer anticorpos e ficar ainda mais protegido do próprio Covid-19.

Quanto tempo devo praticar

As recomendações gerais da OMS antes mesmo da pandemia recomendavam esses números:
– Até 17 anos: 60 minutos diários de atividade moderada a vigorosa, ao menos 3 vezes por semana
– Adultos: 150 minutos de atividade moderada ao longo da semana, ou 75 minutos de exercícios com alta intensidade 2 vezes por semana.

Tanto atividades aeróbicas como musculação e artes marciais contam.

Pode ou não pode ir para a rua

Exercícios ao ar livre? Veja quais as recomendações

Oficialmente, não há uma recomendação unanime entre os especialistas. Existe uma grande parcela que defende a atividade ao ar livre, mas tomando os devidos cuidados.

Dois grandes informes sobre o tema foram publicados nos meses de março e abril, da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE), em parceria com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) e Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (ABESO).

Neles, os exercícios ao ar livre estão permitidos, desde que observados alguns cuidados e respeitadas as recomendações dos órgãos locais competentes. Vale lembra que isso pode variar entre países, estados e mesmo cidades.

Como praticar exercícios ao ar livre com a Pandemia

exercícios pandemia

O nível de Pandemia e abertura está em níveis diferentes em países do mundo. Dessa forma, a OMS elencou uma série de cuidados para que as atividades físicas sejam feitas de forma segura. Confira!

– Evitar se exercitar em caso de febre, tosse ou dificuldade para respirar;
– Optar por atividades de baixa intensidade (caso não seja ativo normalmente) para diminuir o risco de lesões para não sobrecarregar o sistema de saúde;
– Se for fazer exercícios ao ar livre, manter distância física e lavar as mãos bem antes de sair de casa e ao chegar (se não for possível lavar, usar álcool gel);
– Usar álcool em gel depois de tocar em qualquer superfície;
– Usar máscaras nas ruas;
– Trocar as máscaras assim que ela ficar úmida;
– Ao chegar em casa, colocar toda a roupa para lavar.

Distanciamento necessário

Em abril, a pré-publicação de um estudo europeu fez algumas indicações de distância entre os atletas. Dessa maneira, elas devem ser maiores do que os 2 metros recomendados: 4 a 5 metros para caminhadas, 10 para corridas e pelo menos 20 para ciclismo rápido.

Mas, apesar das recomendações, a pesquisa foi criticada por não ter passado pela revisão de especialistas na ciência.

Exercícios em casa

exercícios pandemia

Sem dúvidas, as atividades físicas com maior segurança são aquelas que podem ser feitas em casa, para não correr risco de contágio externo. Porém, sabemos que não é todo mundo que tem o privilégio de ter um espaço participar para realizar os exercícios.

Mas, caso você tenha este espaço em casa, seguem algumas dicas da OMS para manter-se ativo:

  • Suba as escadas o maior número de vezes possível;
  • Utilize as tarefas domésticas para se manter mais ativo fisicamente;
  • Faça atividades divertidas, como dançar;
  • Siga aulas de exercícios na internet ou invente uma rotina com música em que se utilizem os principais grupos musculares e aumente o ritmo cardíaco;
  • Faça atividades de fortalecimento muscular. Sugestões: levantando pesos ou garrafas cheias de água ou utilizando o próprio peso corporal (flexões, abdominais e agachamento).

Saiba mais:

Fontes: Galileu, El País

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »