Modelos de relógios para ficar de olho em 2018 (e opções mais baratas para você investir)

Modelos de relógios para ficar de olho em 2018 (e opções mais baratas para você investir)

Bons relógios são caros porque bons relógios são como joias. Por isso, comprar um relógio é um investimento e raramente investidores seguem tendências da moda, certo? Bom, apesar desse fato, o mercado relojoeiro também trabalha com inclinações de mercado e, por isso, anualmente varejistas, jornalistas e colecionadores de vários países desembarcam se reúnem em Genebra, na Suíça, com um convite exclusivo para conhecer em primeira mão as novas coleções de relógios apresentadas na mais prestigiada feira do meio, o Salão Internacional de Alta Relojoaria (SIHH).

Nessa reunião, as principais tendências são divulgadas e, posteriormente, o público começa a encontrar os modelos apresentados na feira nas mais variadas lojas espalhadas pelo mundo. Nós separamos as principais tendências e modelos de relógios para você ficar de olho em 2018, se liga:

Estilo vintage

Modelos de relógios para ficar de olho em 2018

Já faz um tempo que o passado voltou com força total. Inspirações retiradas de épocas passadas marcam não só o vestuário como também a indústria de assessórios, e é a principal tendência encontrada pelas marcas para agradar suas bases agora que as nuvens negras da crise dos últimos anos finalmente se dissiparam. Depois dos difíceis anos de 2015 e 2016 – e com a tão sonhada recuperação que apenas começou a se mostrar nos mercados consumidores –, olhar para o passado não só fez sentido, como era uma necessidade absoluta.

Segundo jornalistas da GQ que realizaram a cobertur ado evento: “A Montblanc, por exemplo, resgatou o notável legado de sua Manufatura Minerva (que completa 160 anos em 2018) em sua linha 1858, inspirada nos lendários relógios profissionais das décadas de 1920 e 1930 destinados ao uso militar e à exploração de montanhas, incluindo o espetacular Geosphere (conheça aqui nossos modelos preferidos lançados na SIHH2018). A Maison alemã também se inspira na herança dos relógios de bolso da manufatura que foram feitos no final do século 19 e início do século 20 com dois novos modelos de cronógrafos da coleção Star Legacy”.

Modelos com a mesma proposta (e mais baratos)

Modelos de relógios para ficar de olho em 2018

A importância das funções além do design

Modelos de relógios para ficar de olho em 2018

É claro que o público alvo das relojoarias também mudou e, até 2025, elas planejam conquistar os Millenials – parcela da população mundial que daqui 10 anos deve representar 45% do mercado consumidor de luxo. Uma das estratégias da indústria de alta relojoaria está na funcionalidade. A substituição das ferramentas específicas que tornam a troca de pulseiras uma arte por sistemas muito simples são um exemplo deste começo de aproximação com as novas gerações (a Z inclusa).

Foi isso que a Cartier fez com a nova coleção do Santos ao incorporar smartlinks que permitem que o usuário troque facilmente os links da pulseira sem precisar recorrer a uma chave de fenda especial.

Modelos com a mesma proposta (e mais baratos)

Crédito: Reprodução

Relógios menores

Modelos de relógios para ficar de olho em 2018

Ainda levando em consideração o mercado destacado acima – prova de que as empresas buscam atingir os Millenials é o fato que a nova leva de novos CEOs se enquadra nessa geração -, as relojoarias estão investindo cada vez mais em modelos menores. Fundada em 1860, a Panerai – que nunca se desviou de suas raízes históricas e até hoje fabrica apenas dois modelos cujo DNA são as enormes caixas (veneradas pelos fãs) – lançou este ano o Luminor Due 3 Days Automatic com uma caixa de 38 mm, característica inédita nos relógios da marca. Seguindo o mesmo conceito, a Piaget colocou no mercado o relógio mecânico mais fino do mundo, o Altiplano Ultimate Automatic (4,3 mm).

Modelos com a mesma proposta (e mais baratos)

Modelos de relógios para ficar de olho em 2018

Modelos mais baratos

Modelos de relógios para ficar de olho em 2018

Com chegada dos Millenials, avessos à ostentação e questionadores do real custo dos produtos, mesmo que tenham muita grana para gastar, as marcas finalmente resolveram reduzir o preço dos modelos de entrada. O Santos, da Cartier, em aço inoxidável, custa a partir de 6.250 euros; o Jaeger-LeCoultre Polaris Automatic sai por 6.600 euros; e o Hermès Carré H será vendido por 7.725 euros.

Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »