Metade dos casais brigam por causa do dinheiro

Traição Financeira: Metade dos casais brigam por causa do dinheiro

Infidelidade, incompatibilidade, carreiras divergentes? Parece que o grande problema nos relacionamentos é o dinheiro, que ainda é encarado um tabu no ambiente familiar. Em muitos casos, ele só é discutido quando se transforma em um grande problema dentro de casa.

+ Dicas para economizar dinheiro no dia-a-dia
+ Erros que você comete no cartão de crédito

Quem descobriu isso foi um levantamento feito em todas as capitais brasileiras pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Segundo ele, somente 44% dos brasileiros falam frequentemente sobre dinheiro com os membros da família, ao passo que 39% só entram nesse assunto quando a situação financeira já não é boa ou imaginam que pode surgir um problema. Os que não costumam conversar sobre a gestão do orçamento com os moradores da residência somam 18% dos consumidores.

Este levantamento também descobriu que em parte significativa dos lares brasileiros não há uma divisão para o pagamento de contas entre os membros da casa:

  • Em 33% dos casos, apenas um morador é responsável por arcar sozinho com todas as despesas da residência;
  • Para 20%, as contas são divididas igualmente entre os moradores que possuem renda e para 17%;
  • Já os compromissos são divididos de acordo com o salário de cada um.

Dicas financeiras para não brigar por dinheiro


Dinheiro do Casal

Brasileiro não sabe se planejar

Traição Financeira: Metade dos casais brigam por causa do dinheiro

Foram entrevistados 805 consumidores acima de 18 anos, de ambos os gêneros e de todas as classes sociais nas 27 capitais. A margem de erro é de no máximo 3,5 pontos percentuais para um intervalo de confiança a 95%.

De modo geral, 23% dos brasileiros disseram que os gastos familiares não são discutidos entre os membros da família, sendo que a decisão final cabe a apenas um morador ou, então, cada pessoa gasta seus recursos conforme sua própria necessidade.

Para um quarto dos entrevistados, nunca há sobras no orçamento familiar, fazendo com que o dinheiro seja sempre direcionado para o pagamento de contas e compromissos fundamentais. Em 20% dos casos, quando há sobras, esse recurso fica guardado para gastos do mês seguinte, sem recorrer a investimentos.

O estudo apontou que, muitas vezes, o excesso de gastos de membros da família prejudica a saúde do orçamento da residência. Seis em cada dez brasileiros que residem com outros familiares admitem que há moradores na casa que prejudicam o orçamento da família, percentual que aumenta para 62% entre as famílias das classes C, D e E.

De acordo com o levantamento, as pessoas que mais criam problemas para a gestão das finanças da casa são o próprio entrevistado (20%), o cônjuge (15%) e os filhos (12%).

Dentro dos relacionamentos

Traição Financeira: Metade dos casais brigam por causa do dinheiro

Para pessoas casadas ou que vivem em união estável, o tema dinheiro ainda é mais delicado, especialmente se não houver um diálogo franco e transparente entre as partes. De acordo com a pesquisa, 48% dos consumidores que vivem com o companheiro já brigaram com a esposa ou o marido por causa de dinheiro, sendo que em 9% dos casos essa é uma atitude que acontece com frequência.

Os principais motivos para o conflito entre os casais são o fato de o companheiro gastar além das condições financeiras (46%), discordâncias entre prioridade de gastos dentro de casa (32%) e atraso no pagamento das contas (28%). Há ainda, 28% de entrevistados que citam a dificuldade em formar uma reserva financeira de emergência por gastar tudo o que ganha e 21% que mencionam a rigidez do companheiro no controle dos gastos.

“Viver de forma saudável com outra pessoa requer compartilhar sonhos, expectativas e planos diversos, sem, necessariamente, ter de abrir mão de um certo grau de individualidade. É um exercício complexo e cada casal deve encontrar o melhor arranjo para sua realidade sobre os gastos pessoais e da família, com maior ou menor possiblidade de abertura”, explica a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Diante dessa dificuldade que muitos casais enfrentam para compartilhar decisões da vida financeira, 22% dos entrevistados disseram que não dividem com o cônjuge informações sobre suas contas particulares e 43% não falam sobre todas as compras que realizam. Outros 4% não dão qualquer satisfação sobre o que compram, enquanto 52% disseram ser totalmente transparentes nesse sentido.

Traição Financeira: Metade dos casais brigam por causa do dinheiro

Apesar do medo da outra pessoa interferir no modo como a pessoa gasto o dinheiro, é fundamental que exista esta conversa para que ambos se sintam navegando no mesmo barco e mirando um mesmo futuro juntos.

Os tipos de compras que os entrevistados mais ‘escondem’ do marido ou da esposa são roupas (45%), acessórios, como bolsas, bijuterias etc (29%), maquiagens, perfumes e cremes (28%) e calçados (25%). Na comparação entre gêneros, as idas para bares, restaurantes e cinema são as compras mais omitidas entre os homens (33%, contra 9% entre as mulheres), enquanto compras de acessórios se destacam no universo feminino (44%, contra 5% entre os homens).

Além de manter informações financeiras em segredo, muitos casais não se preparam para o futuro. Quase um terço (32%) dos brasileiros que vivem com o companheiro disse não ter um planejamento financeiro para o casal nos próximos cinco anos. E levando em conta os 68% que possuem planos, 30% não fazem nada de concreto para atingir a meta estabelecida com o companheiro.

Não deixe que o dinheiro afete sua saúde afetiva. Conversar sobre finanças, compartilhar uma planilha de gastos mensais e planejar o futuro alimenta a confiança e isso reflete na vida amorosa do casal.

 

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »