Todos pensam que eu sou gay, mas eu não sou. O que fazer?

 todos pensam que eu sou gay

“Tenho 17 anos e todos pensam que eu sou gay, mas eu não sou. Dizem que é por causa da minha voz e o meu jeito. Gostaria de saber o que eu estou fazendo que faz as pessoas pensarem que sou gay.

Várias meninas já falaram que pensavam isso e depois de conversarem comigo viram que eu não era. Mas as pessoas dizem que de aparência eu pareço. O que fazer para não parecer? Até por que eu não sou.”

► O MHM RESPONDE:  Fala meu velho, de boa? Muitos caras precisam afirmar sua heterossexualidade para o mundo ao redor deles. Como se gritar “EU COMO BUCETA” e agir como um gorila fizesse deles mais homens. Não faz.

A real é que você não deixa de ser mais ou menos hétero pelo jeito que você se porta ou age. Esse é seu jeito e sua personalidade. Ponto. Não deixe as pessoas ao seu redor te moldarem para um padrão comum. Vou além.

2010-ricky-martin-announced-on-his-website-that-he-is-gay

Para responder a sua pergunta, fui atrás de um especialista. Pedi um conselho do meu amigo James Cimino, que não só é gay, como também é um dos criadores do podcast Lado Bi que fala sobre cultura e cidadania LGBT. Se liga no que ele disse:

“Quando se tem 17 anos, as pessoas à nossa volta se aproveitam das nossas vulnerabilidades para nos atingirem. Ter voz fina ou ter um estilo diferente são apenas características que te distinguem do resto. Pode reparar, as pessoas que pensam isso de você são todas muito parecidas e, portanto, padronizadas e sem graça, por isso tentam te atingir dessa maneira.

E isso nada tem a ver com sua sexualidade. Então, tente não ligar para o que os outros dizem de você, mas para o que você sabe sobre si.”

norman-rockwell-ftr

Tem uma coisa que você precisa saber sobre o James. Ele é um cara barbudo, parrudo, que sempre brincou com brinquedos de menino, nunca usou roupas de mulher e não dá a menor pinta.

Gay é um homem que gosta de se relacionar com outros homens. Não existe um ou outro jeito de agir que te defina como homossexual. Eu tenho amigos que são gays e você jamais desconfiaria se eles não contassem para você.

Por que eu estou dizendo isso? Bem, você tem um jeito e uma personalidade. Isso faz você ser o que você é. Outros sites e pessoas diriam para você sair por aí fingindo ser um cara durão e fortão.

Eles diriam para você coçar mais o saco e cuspir mais. Tentar falar grosso e imitar algum ator de Hollywood como Clint Eastwood ou o Stallone. Mas para mim, isso não vai te fazer mais heterossexual. Vai fazer você parecer uma piada.

Você vai parecer uma paródia ambulante. Ao poucos, sufocado por estes esteriótipos, você vai se sentir menos você. Antes de fingir ser qualquer coisa, você deve ser quem você é.

4243824-3482981410-936fu

Sim, no momento a situação pode parecer meio insuportável. Mas acredite, você é muito novo e as pessoas no colégio costumam ser babacas.

Conforme você entrar numa faculdade e começar a andar com pessoas se pareçam mais com você, vai ver que o mundo ao seu redor parece mais legal e os outros o seu redor te julgam menos.

Quanto a essas meninas que dizem que te achavam gay, bem… Depois de dizer que você não é, elas já sabem disso. Chega junto e joga um papo da hora para cima delas.

elton-john

No fim meu velho, é um mudo estranho lá fora. O tempo todo vai ter alguém dizendo para você ser mais isso ou ser mais aquilo. Se você seguir o conselho de todos, nunca vai ser nada.

O que realmente importa é você ser quem você é e estar confortável com isso. Foda-se o que acham as pessoas ao seu redor.

Você não vai mais ver nenhuma dessas pessoas daqui 5 anos, mas vai ter que conviver consigo mesmo para o resto da vida.

Conheça o Guia Definitivo para Não Quebrar a Cara

Descubra agora como finalmente parar de sofrer por amor!

Uma boa maneira de adquirir inteligência emocional e aprender com os seus próprios erros é ler sobre o assunto e se conhecer através das palavras de terceiros.

Ao ler e expandir a sua mente, você consegue elaborar auto-crítica e até analisar os próprios comportamentos.

O Edson Castro e o Leonardo Filomeno, criadores do Manual do Homem Moderno, acabaram de publicar um livro para te ajudar neste processo. O Guia Definitivo Para Não Quebrar a Cara: (ou Pelo Menos Tentar) reúne os melhores conselhos, toques verdadeiros que dispensam palavras gentis e tapinhas de boa sorte nas costas.

Às vezes, o que a gente realmente precisa é de um bom tapa na cara para acordar para a vida.

 

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »