6 Técnicas de Resiliência Mental dos SEALS – a elite militar dos EUA

Brandon Webb não pensava em desistir.

“Foda-se, Instrutor Buchanan. A única maneira que você me tirar daqui é com o meu corpo em um saco preto”.

Era o meio de “Hell Week” (semana do inferno), a semana treinamento mais intensa e difícil que um membro do Navy Seals, a elite especial da marinha dos EUA, pode passar. Muita tortura física e mental, onde apenas 1 em 7 homens conseguem passar e se tornar um membro da equipe especial.

Webb passou a se tornou um atirador Navy SEAL. Uma equipe admirada pelo mundo inteiro não só pela capacidade técnica de ter sucesso em todas as missões que participam. Mas, principalmente, pela resiliência mental de seus integrantes.

O motivo que se tornaram uma elite militar é simples. A seleção para se tornar um SEAL beira a desumana. Você é treinado até o limite para suportar a pressão na guerra sem abandonar o companheiro ou a missão.

Nadar com tubarões, pular de helicópteros em alto-mar, invadir casas com terroristas armados.

Depois de formado, os SEALS são capazes de operar em qualquer ambiente: no mar (Sea), no ar (Air) e em terra (Land). Foram eles os responsáveis por matar Osama Bin Laden no Paquistão, em 2011. Era nele que atuava Chris Kyle, que inspirou o filme Sniper Americano, o mais letal atirador da história militar dos EUA, com 255 mortes, sendo 160 confirmadas oficialmente pelo Pentágono.

Talvez um dos maiores valores dessa equipe, e que possa servir de inspiração a você, é a resiliência mental. Se, por ventura, você ainda não sabe o significado do termo, aí vai:

A resiliência é a capacidade de o indivíduo lidar com problemas, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas – choque, estresse etc. – sem entrar em surto psicológico, dando condições para enfrentar e superar adversidades. Nas organizações, a resiliência se trata de uma tomada de decisão quando alguém se depara com um contexto entre a tensão do ambiente e a vontade de vencer. Essas decisões propiciam forças na pessoa para enfrentar a adversidade.

Confira aqui as técnicas que os SEALs usam e que você pode utilizar no seu dia-a-dia, listada pelo site Market Meditations:

1. Coma o Elefante

Como você come um elefante?
Uma mordida de cada vez.

Diante de um grande desafio – um vestibular, chegar em uma bela garota ou correr atrás de uma promoção no emprego -, muitas vezes sentimos o medo, congelamos e paramos antes mesmo de começarmos.

Os SEALs resolvem grandes problemas com segmentação. Assim, eles dividem cuidadosamente o elefante em partes perfeitamente digeríveis para só depois comer.

Você pode começar pela ideia. Crie as etapas para atingir o objetivo maior e corra atrás de cada uma delas. É clichê, mas funciona.

Você verá isso em muitos ultra maratonistas e triatletas. Eles sempre se concentram no próximo objetivo imediato – o próximo ponto no horizonte – e isso impede que suas mentes surtem pensando no grande desafio que estão atravessando.

Nos seus desafios, divida qualquer tarefa assustadora em objetivos imediatos, que você possa executar. O ideal é que estas tarefas caibam em uma janela de 24 horas. Depois, concentre-se apenas em completar uma coisa de cada vez. Evite pensar no todo neste momento.

2. Visualize o Sucesso

Um estudo diz que jogadores de basquete melhoram os seus lançamentos em 23% apenas por visualizarem previamente o lançamento bem sucedido. Os praticantes que de fato praticaram estes lançamentos, melhoraram 24%. É de 1% de diferença.

As boas visualizações têm as seguintes qualidades:

  • Detalhes vividos: na hora de visualizar, envolva todos os sentidos. Imagine os detalhes. Torne tão real quanto possível.
  • Repetição: repita diariamente ou mais, até se tornar um hábito.
  • Pensamento Positivo: não se imagine falhando. Ao invés disso, imagine tendo um sucesso repentino. Mesmo com obstáculos e imprevistos na sua visão, imagine que você conseguiu superar as dificuldades de alguma forma.
  • Imagine as consequências: se a seu pensamento positivo acabar, imagine as consequências do fracasso. Veja os rostos de seus amigos e familiares quando ouvirem as notícias de que falhou. Imagine a vergonha que você sentiria.

Na próxima vez que você passar por situações estressantes e momentos importantes, use sua imaginação para visualizar você tendo sucesso.

3. Tenha Controle Emocional

Em momentos de grande estresse, o nosso corpo recebe uma descarga de adrenalina, cortisol e norepinefrina, que nos dá uma estímulo de energia e foco.

O problema é que esses hormônios permanecem elevados por longos períodos, impedindo de relaxar, causando mau humor, insônia e baixando a imunidade do corpo.

A solução simples de SEALs é algo chamado o 4 por 4 por 4:
– Inspire por 4 segundos
– Respire para fora por 4 segundos
– Repita durante 4 minutos

Essa é a mesma metodologia utilizada na Ioga por milhares de anos. Isso porque assim como o nosso cérebro afeta nosso corpo, o inverso também acontece.

Use esse exercício de respiração simples para desligar seus hormônios de estresse e preparar o corpo para o relaxamento. Se você estiver passando por um momento de estresse ou excesso de ansiedade, pare tudo e faça isso

4. Não seja reativo

“Os homens não são perturbados pelas coisas, mas pela visão que têm delas.” – Epíteto

Você tem controle do que pensa. É claro que você não pode controlar o que acontece a sua volta,, mas pode controlar a sua interpretação do que acontece.

Em seu livro, Breaking BUD / S: Como as pessoas comuns podem se tornar Navy SEALs, D.H. Xavier relembra sua própria experiência na “Hell Week”

“Eles estavam me chutando enquanto eu estava bem, bem abaixo. Minha crença poderia ter sido que eles realmente não me queriam lá; A consequência dessa crença teria sido eu desistir. Em vez disso, minha crença era que eu não me importava com o que eles diziam e pensavam. Eu acreditava que eu era capaz de ter sucesso..”

Xavier descarta aquilo que o mundo pensa sobre ele para colocar a visão que ele tem da situação. O que poderia ter sido interpretado como um evento negativo de repente se torna um motor positivo na sua mente. Essa técnica de resiliência é fundamental para tirar lições valiosas mesmo das piores situações

Veja como você interpreta eventos externos. Depois, desafie essa visão. Tente reformular qualquer opinião negativa em uma visão positiva para te dar forças. Enxergue eventos e acontecimentos “ruins” como um desafio para te fazer evoluir.

5. Comemore Pequenas Vitórias

E o que fazer quando a sua moral está baixa? Você perdeu o emprego, sua namorada deixou você logo depois. Está sem dinheiro e com dívidas. O que fazer quando tudo está dando errado?

Tente pensar pequeno. Diariamente, escrevo três coisas pelas quais você é grato.

Hoje eu escrevi:

  • Por me dar saúde para fazer atividades físicas
  • Pelo prazer de tomar um café quente.
  • Por ter um lugar para morar e uma família que se preocupa comigo.

São as pequenas vitórias que mantêm sua moral elevada. E, como uma bola de neva, a moral elevada se alimenta em um moral mais elevada ainda. Ela cria um círculo virtuoso de positividade que te ajuda a fazer um bom trabalho e seguir em frente.

6. Encontre sua Tribo (e Necessidades)

Em seu livro, Tribe: Em Homecoming and Belonging, Sebastian Junger escreve –

“Os seres humanos não se importam com a dificuldade, na verdade eles prosperam nela; O que eles se incomodam é com o fato de se sentirem inúteis. A sociedade moderna aperfeiçoou a arte de fazer as pessoas se sentirem inúteis. É hora de isto acabar.”

Todos nós conhecemos alguma história de imenso esforço humano em uma situação extrema. É a clássica “mente sobre corpo” de uma mãe levantando um carro para resgatar seu filho.

Nós, seres humanos, somos criaturas sociais. E nós buscamos sentido em um mundo que às vezes parece não ter sem sentido algum.

Procure fazer amigos verdadeiros e ter princípios, dois terrenos férteis para a resiliência mental.

Gaste algum tempo pensando sobre o que traz significado e sentido para a sua vida. Esse é o primeiro passo para encontrar sua tribo – um grupo de pessoas que compartilham visão e valores semelhantes ao seu. Quando descobrir, fica muito mais fácil descobrir a que grupo você deve fazer parte.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »