Inscreva-se no Canal

11 dicas para sobreviver aos blocos de rua no carnaval

Já está no clima de carnaval e empolgado com os blocos? Antes de sair para a rua, é melhor se preparar: e não estamos falando apenas da cerveja gelada no cooler e do dinheiro trocado no bolso.

+ Veja como não ser um babaca no carnaval 
+ Descubra roupas e tecidos para o calor 

Em entrevista para o Globo News, o clínico geral Rodrigo Pires alertou: “Os principais agravos à saúde durante o carnaval estão relacionados à desidratação e suas complicações”.

Segundo ele, pular carnaval é uma atividade física muito extenuante – e se você já caiu na folia alguma vez na vida, deve ter percebido isso.

Sob o sol quente, ou até mesmo em um dia nublado, há a ruptura das fibras musculares, que podem provocar graves lesões ao serem filtradas pelos rins. “Mesmo indivíduos bem condicionados têm que estar bem hidratados, garantir o repouso e não exceder”, destaca o médico.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

A desidratação, aliás, é intensificada nos dias de folia, afinal, o consumo de cerveja aumenta enquanto o de água diminui – e como você provavelmente já sabe, o álcool acelera o processo de desidratação, assim como as bebidas energéticas e ricas em açúcar.

Além da desidratação, no carnaval você vai precisar lidar com outros problemas que podem acabar com a sua festa. Então, para sobreviver aos blocos de rua, veja nossas dicas:

Para cada três latinhas de cerveja, beba uma garrafa de 500ml de água

11 dicas para sobreviver aos blocos de rua no carnaval

Você pode intercalar as latinhas com goles de água, mas o importante é manter esse equilíbrio. O ideal, por exemplo, é beber um copo de água depois de cada copo de cerveja, mas como é chato – e difícil – ficar calculando tudo isso no meio da folia, é melhor encher uma garrafinha de água e mandar ela pra dentro depois de umas três latinhas de cerveja.

Se o calor estiver de sacanagem com a sua cara, beba água depois de duas latinhas. Pode acreditar na gente, você vai nos agradecer depois quando sua cabeça não estiver explodindo e você não estiver tomando soro no hospital.

Mas também não precisa exagerar: o importante é ter água sempre por perto ou saber onde você vai poder comprar.

Deixe tudo o que for importante em casa

11 dicas para sobreviver aos blocos de rua no carnaval

Celular e cartão podem ficar em casa, não podem? O ideal é levar a quantidade de dinheiro que você imagina que vai gastar ou andar com o cartão escondido em algum lugar: muita gente coloca o cartão dentro da meia do sapato, mas a gente não recomenda já que você pode acabar quebrando ele.

Existem vários tipos de porta-cartão que você pode comprar antes de cair na folia e, na hora de ir para o bloco, colocar na lateral da cueca. Desse jeito, o risco de alguém enfiar a mão no seu bolso e roubar a sua carteira é inexistente.

Por mais espertão que você seja, é bem possível que te roubem o celular ou que você perca o aparelho na folia, então, saia de casa sem ele ou leve um modelo antigo com o seu chip.

Tenha a programação em mãos

11 dicas para sobreviver aos blocos de rua no carnaval

Para não arriscar desfilar por aí com o celular, imprima a programação dos blocos de rua da sua cidade com o endereço da concentração de cada um. Desse jeito, você vai conseguir se localizar em qualquer lugar e também vai poder decidir o próximo destino sem precisar apelar para a internet.

Aposte na caixa de isopor

11 dicas para sobreviver aos blocos de rua no carnaval

A caixa de isopor é sua melhor amiga. Apesar do famoso hino dos blocos de carnaval ser: “3 por 10” – três cervejas por dez reais, no caso – é sempre mais econômico levar a bebida de casa.

Mas a nossa dica é: garanta que seus amigos vão conseguir dar conta de toda a bebida dentro do isopor, afinal, carregar o peso da caixa para baixo e para cima durante o bloco é um saco.

Não seja um babaca

11 dicas para sobreviver aos blocos de rua no carnaval

Já falamos por aqui que o segredo para curtir o carnaval e garantir uma festa incrível é não ser um babaca. É fácil: não invada o espaço de ninguém, não puxe nenhuma garota pelo braço ou pelo cabelo, não saia roubando beijos, não seja o valentão que arruma confusão e saiba ouvir “não” sem ser um otário.

Na verdade, não ser um babaca é bem simples. É só pensar: “eu gostaria que fizessem isso comigo, com a minha irmã ou com a minha mãe?”. A resposta é não? Então, não faça.

Fuja de brigas

11 dicas para sobreviver aos blocos de rua no carnaval

Por mais valentão que você seja, é sempre legal fugir de brigas. O álcool eleva o nível de falta de noção e de respeito das pessoas e, no meio de uma briga, você pode se machucar gravemente ou machucar as pessoas ao seu redor. Então, curta o carnaval numa boa! Fuja das brigas e não vá para cima das pessoas.

Viu algo errado? Se mexa!

11 dicas para sobreviver aos blocos de rua no carnaval

É importante fugir de brigas, mas se você ver algo errado, faça alguma coisa ou até chame a polícia. Viu uma garota sendo abusada? Avise. Viu uma mulher desacordada? Ajude. Viu um cara apanhando sozinho? Procure a polícia. Ver um crime e ficar quieto é ser cúmplice.

Perca a timidez

11 dicas para sobreviver aos blocos de rua no carnaval

Sabe aquela música: “Mas é carnaval! Não me diga mais quem é você! Amanhã tudo volta ao normal. Deixa a festa acabar, deixa o barco correr, deixa o dia raiar que hoje eu sou da maneira que você me quer”?

Então, aproveite. Faça amizade, livre-se de preconceitos, rompa barreiras, dê risada, converse com todo mundo, interprete a sua fantasia. Carnaval é isso!

Use roupas leves

11 dicas para sobreviver aos blocos de rua no carnaval

Não é papo de mãe, não. No calor da multidão, é fundamental usar roupas leves para não derreter. Escolha o tecido certo! Nós já fizemos várias matérias sobre isso por aqui mas, em resumo, fuja de tecidos sintéticos e aposte no algodão.

Vá pela calçada

11 dicas para sobreviver aos blocos de rua no carnaval

Quando o bloco está cheio, andar perto do trio elétrico é praticamente impossível. Por isso, vá pela calçada. Se você ficar tentando se enfiar entre as pessoas no meio da rua, pode acabar preso no meio da multidão e aí fica bem difícil se mexer para qualquer lado. Então ande pela calçada ou curta o bloco caminhando mais distante dele. Desse jeito, você consegue dançar e pular sem precisar se espremer entre a galera.

Use camisinha

11 dicas para sobreviver aos blocos de rua no carnaval

Sempre.

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »