Ciência explica o jeito certo de medir o pênis (e qual é a média confiável)

Tamanho do pênis

A mesma ciência que levou o homem a lua, inventou satélites e criou vacinas que erradicaram a varíola e poliomelite, mas foi incapaz de criar um método para medir o pênis humano de forma correta.

Você já deve ter visto inúmeras matérias alertando para números diferentes no quesito tamanho médio do pênis. Coisa que vai de 12cm a 15cm, 10cm a 19cm, 13cm a 18cm. E, essa dança dos números acaba afetando a autoestima de muito cara.

Para chegar aos números ideias, uma uma equipe de urologistas britânicos debruçaram-se em todos estudos possíveis. Depois de descartar os de pior qualidade, ficaram com os 20 melhores artigos científicos, que somam uma amostra de 15.521 pênis de procedências tão díspares como Coréia do Sul, Tanzânia, Jordânia, Itália, EUA e Nigéria. Depois de analisá-los, tiraram várias conclusões, derrubaram vários mitos e semearam algumas duvidas.

A primeira constatação é que a maioria dos pênis têm dimensões muito similares, como se vê no diagrama, no qual os que superam os 16 centímetros em ereção representam menos de 5%, e os menores de 11 centímetros são 10%. O pênis médio teria 13,24 centímetros em ereção e 9,16 centímetros em repouso.

Quebra dos clichês

Tamanho do pêni

Orientais têm o pênis pequeno? Africanos são mais avantajados? Revisando os dados, os especialistas não encontraram correlação sólida entre o tamanho do pênis e outros traços físicos como altura, massa corporal ou o tamanho dos pés.

Muito menos há dados para sustentar que os negros possuam dimensões diferentes dos brancos, nem que os asiáticos tenham algo a invejar do resto. Todos os dados não permitem estabelecer de forma conclusiva esse tipo de comparações estabelecidas como verdades absolutas no imaginário coletivo.

Como medir seu pênis da maneira correta

Tamanho do pêni

A possível grande culpa da dança dos dados são os os obstáculos encontrados pelos pesquisadores para avaliar uma boa medida de pênis. Medir de baixo para cima? De cima pra baixo? Mole ou duro?

Foi então que apresentaram a técnica perfeita para medir o pênis.

Ela é até simples: com uma fita ou uma régua em mãos, coloque por cima do pênis, apertando contra o corpo para que a medição se faça do osso púbico até a ponta do membro, descartando o que possa acrescentar o prepúcio.

Então surgiu outras dúvidas, ereto ou meia bomba?

Outros trabalhos científicos deixaram claro que o tamanho do mesmo pênis varia em função de condições externas e próprias, como a temperatura, a altitude, a excitação ou se houve ejaculação recente. Vale propõe, portanto, que essas medições se realizem ao nível do mar, a uma temperatura de 21 graus, sem ter ejaculado nas 24 horas anteriores e depois de ter se estimulado vendo pornografia sozinho. Poucos estudos cumprem tais requisitos.

Tamanho do pêni

Ou seja, o tamanho do pênis varia segundo a altitude, a temperatura, a excitação ou se houve ejaculação recente.

Por isso, muitos estudos falharam ao realizar as medições. Porque não seguiram todos os parâmetros possíveis.

Até criaram um modo alternativo para medir os pênis, que é esticando-os: os dados mostram que um pênis flácido esticado com força mede quase o mesmo que em ereção. O problema, outra vez, está na técnica: deve-se fazer agarrando a glande e exercendo uma força de estiramento de 450 gramas “até que o voluntário sinta um leve incômodo para obter o maior estiramento”.

Bom, independente dos resultados, centímetros a mais ou a menos, vale lembrar que a encanação masculina é muito maior do que a funcionalidade do membro.

Apenas 2,28% dos homens têm um tamanho considerado candidato a uma operação de aumento de pênis. Entretanto, segundo outros trabalhos recentes, 85% das mulheres estão satisfeitas com o tamanho do pênis do parceiro, frente a 55% dos homens, 30% menos satisfeitos do que elas.

Antes do sexo, invista nas preliminares

Quer ter uma noite incrível de sexo com ela? Então você precisa investir em preliminares. A nossa dica é comprar um bom óleo de massagem corporal para deixar sua parceira à vontade e muito mais apta a receber e dar prazer.

Existe uma infinidade de óleos para massagear, géis para sexo oral e até lubrificantes para facilitar a penetração. Os últimos são indicados para as posições do kama sutra que proporcionam maior profundidade na penetração

Fonte: One Library

Curtiu esse conteúdo irado que você acabou de ler?

Então se liga na novidade massa que eu tenho pra te contar: depois de colocar nosso livro nos mais vendidos da Amazon, a gente ACABOU de lançar o nosso SEGUNDO livro.
E esse vai ser um livro DIGITAL, o famoso ebook.

Acabou de sair do forno o “Seja O Cara: O Manual Do Homem Confiante Na Cama”.

É um papo de brother pra brother pra gente falar sobre as coisas que seus amigos da zuera não falam… como se tornar mais confiante na cama e resolver problemas que te atrapalham com sua parceira: Falta de confiança, ejaculação precoce, disfunção erétil e um monte de coisa que a gente cria na nossa cabeça porque ninguém toca nesse assunto.

O livro acabou de ser lançado eu tenho belo presente pra você, a gente decidiu fazer um desconto especial de lançamento.

Mas preciso te dizer algo MUITO IMPORTANTE: Esse desconto de mais de 30%, é por tempo EXTREMAMENTE limitado.

Na próxima segunda-feira 17/12 o preço vai voltar ao valor original do livro.

Então não dá bobeira não! Se você quer se tornar um cara mais confiante na cama e ainda garantir esse desconto de lançamento a hora é agora!

Clica aqui no Link e confira tudo sobre o Livro!

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »