Primeiros encontros têm o mesmo efeito no seu cérebro que pular de um avião

Primeiros encontros têm o mesmo efeito no seu cérebro que pular de um avião

Algumas pessoas são viciadas em sair com várias pessoas diferentes e nunca conseguem sossegar – e agora os cientistas dizem que sabem o porquê.

+Veja nosso manual do primeiro encontro
+Descubra 10 atitudes para evitar no primeiro encontro
+Descubra 8 passos para ser mais atraente e confiante segundo a ciência

A emoção de um primeiro encontro pode induzir tanta adrenalina quanto saltar de um avião, descobriu uma nova pesquisa.

O estudo descobriu que a frequência cardíaca média de uma pessoa que praticava paraquedismo era de 111 batimentos por minuto, muito perto da frequência de uma pessoa durante um primeiro encontro – 106 batimentos por minuto.

A pesquisa, realizada pelo departamento de cardiologia da Universidade de Wolverhampton, envolveu os participantes através de uma série de experiências emocionantes, incluindo paraquedas indoor, um percurso de arvorismo e um “primeiro encontro” – tudo com monitores de frequência cardíaca para medir flutuações de pulso.

Além do estudo, uma pesquisa de apoio de 2.000 adultos descobriu que mais da metade (54%) considera um “primeiro encontro” uma experiência emocionante e 1 em cada 6 confessou gostar da adrenalina que rola antes de sair com uma pessoa pela primeira vez.

A pesquisa também descobriu que um terço dos britânicos havia considerado não ir ou ir embora de um primeiro encontro por causa do nervosismo, e 45% relataram gaguejar e perder as palavras nessas situações.

No entanto, esse nervosismo não é algo preocupante já que 78% dos entrevistados disseram que acharam o nervosismo do parceiro excitante no primeiro encontro.

 

As mulheres relataram que sofrem mais antes de um primeiro encontro: dois terços afirmaram que ficam extremamente nervosas antes de sair com alguém pela primeira vez. Por outro lado, 50% dos homens garantiram que se sentem confiantes e tranquilos antes de partir para o ataque.

O Dr. Martin Khechera, professor de Ciências Biomédicas da Universidade de Wolverhampton, disse: “Não é nenhuma surpresa ver os batimentos cardíacos subirem antes de experiências emocionantes e esportes radicais, no entanto, é uma surpresa ver que um ‘primeiro encontro’ está entre as principais emoções”.

Ele segue: “ao abordar uma experiência nervosa, nossos corpos geralmente experimentam uma resposta de ‘luta ou fuga’ e, nesse momento, notamos um rápido aumento da frequência cardíaca devido a uma adrenalina intensa que circula pelo corpo.

Depois que a emoção inicial ocorreu, a frequência cardíaca começa a se estabilizar, e é quando temos a chance de desfrutar e melhorar nossas habilidades. Ou seja: quanto mais nos acostumarmos a nos afastarmos da nossa zona de conforto, melhor lidaremos com situações estressantes”.

James Thomas, gerente geral da Bear Grylls Adventure, que se associou à Universidade de Wolverhampton para o estudo, disse: “Os primeiros encontros são experiências emocionantes, o medo do desconhecido em qualquer circunstância faz com que o coração fique acelerado e a frequência cardíaca vá para as alturas.

Os resultados da nossa pesquisa provaram que o Reino Unido é uma nação de pessoas que buscam a adrenalina constantemente”.

Isso pode explicar a razão pela qual tanta gente gosta de sair com várias pessoas diferentes mas não querem criar laços firmes com nenhuma delas.

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »