9 Séries que celebram o Orgulho LGBTQ+

Sense 8

Está em busca de Séries que celebram o Orgulho LGBTQ+?

O Dia é 28 de junho de 1969. Nesse dia, as pessoas que frequentavam o bar Stonewall Inn, Nova York (EUA), que até hoje um local de frequência de gays, lésbicas e trans, reagiram a uma série de batidas policiais que eram realizadas ali com frequência.

A revolta era contra a perseguição da polícia às pessoas LGBTI. O levante durou mais duas noites. No ano seguinte, organizaram a 1° parada do orgulho LGBT, no dia 1° de julho de 1970, para lembrar o episódio emblemático.

Hoje, as Paradas do Orgulho LGBT acontecem em quase todos os países do mundo e em muitas cidades do Brasil ao longo do ano.

Para trazer a consciência sobre importância não só do apoio, como da representatividade de ter produções com protagonismo LGBTQ+, reunimos algumas séries para você não só assistir como para dar maior visibilidade para o público. Se liga!

Séries que celebram o Orgulho LGBTQ+

Sense 8

Sense 8

Sense 8 narra a história de oito estranhos que, de repente, começam a “compartilhar um cérebro coletivo”. Basicamente, eles compartilham sensações, pensamentos e experiências uns dos outros. Além disso, precisam achar uma maneira de sobreviver sendo caçados por aqueles que os veem como uma ameaça para a ordem mundial.

Se você curte cenas picantes, é um bom motivo para assistir. Porém, o legal é que a produção fala sobre relações humanas. As experiências coletivas, as trocas de favores, os diálogos: tudo colabora para criar empatia entre os personagens e com o espectador.

RuPaul’s Drag Race

RuPaul’s Drag Race

Um reality show com várias drag queens competindo entre si pelo título de próxima superstar drag. Curioso? Para chegar lá, precisam cantar, dançar, atuar, costurar, fazer performances e criar momentos dramáticos.

Além da diversão e entretenimento, a série trata de temas sérios, ajuda a quebrar paradigmas e a entender melhor a arte drag. Impossível assistir e não sair citando algumas pérolas do programa.

How to Get Away With Murder

How to Get Away With Murder

Três ambiciosos calouros de Direito da prestigiada academia East Coast Law School, competem entre si para conseguir a atenção da carismática e sedutora Professora Annalise DeWitt (Viola Davis), na aula de Direito Criminal 1, também conhecida como “Como Se Livrar de Um Assassinato”.

A série conta com um ritmo frenético de reviravoltas, triângulos sexuais, sempre com destaque para protagonista interpretada por Viola Davis. Entre seus alunos está o cínico Connor Walsh, que acaba arrastando o namorado para as intrigas e crimes de Annalise Keating.

The L Word – Séries que celebram o Orgulho LGBTQ+

The L Word

The L Word narra um grupo de lésbicas e bissexuais e suas histórias recheadas de amor, medo e sexo. O grande lance da série esta na falta de caricatura dos personagens. Uma visão mais crua e honesta, muito mais próxima da vida real.

Dessa forma, vale destaque o personagem Moira, que surge na terceira temporada e começa seu processo de transição, tornando-se Max.

Orange is The New Black

Orange is The New Black

Uma privilegiada garota de Nova York acaba na prisão por um crime cometido anos atrás.

A série ganhou destaque pela força, complexidade e diversidade dos personagens femininos. A protagonista é noiva de um bobão, mas tem uma relação complicadíssima com sua ex que foi responsável por sua prisão.

Na cadeia, é amiga de uma lésbica piadista que tenta manter a sobriedade pegando as outras detentas. O grupo ainda assim conta com uma das mulheres é apaixonada pela amiga heterossexual. Aliás, tem outra que tenta convencer a colega religiosa que sexo entre mulheres é uma benção divina.

OZ – Séries que celebram o Orgulho LGBTQ+

OZ serie

Oz conta a história da vida das pessoas em um bloco da prisão de segurança máxima. Alguns lutam por poder, outros por dinheiro, outros apenas para sobreviver mais um dia e conseguir liberdade condicional.

Aliás, imagina que uma década atrás, antes de Orange Is the New Black sequer ser cogitado, uma série em um presídio masculino apresentava o drama de um casal homossexual descobrindo o amor e tentando manter a lucidez em um presídio violento e perigoso.

Pose

pose

Nova York, 1986. As pessoas experimentam um estilo de vida nunca visto antes na história da cidade, onde se começa a instaurar a ascensão da cultura de luxo. Paradoxalmente, esta parte da sociedade privilegiada entra em conflito com outro segmento, que enfrenta o declínio da literatura na região.

A premiada série e com o maior elenco trans da história mostra como a cultura de bailes revolucionou a comunidade LGBT+ no final dos anos 1980 e início da década de 90. Desse modo, o seriado acompanha a protagonista, uma mulher transgênero, que acolhe jovens LGBTs que foram expulsos de suas casas.

Assim, trata de temas pesados, como a epidemia de AIDS, os problemas de transfobia e homofobia. Mas, consegue equilibrar com momentos de afeto, irmandade e companheirismo entre personagens LGBTQ+, todos negros e latinos.

Batwoman – Séries que celebram o Orgulho LGBTQ+

Batwoman

Kate Kane, uma jovem lésbica, decide utilizar suas altas habilidades de combate para luta contra o crime em Gotham City. Armada apenas com sua paixão por justiça e falando sempre o que pensa, Kate ainda precisa superar seus próprios demônios antes de se tornar um símbolo de esperança para os cidadãos de Gotham.

Assim, a série faz parte do universo compartilhado da CW. Dessa forma, com um roteiro denso e complexo, fala sobre a jornada da heroína, sem afastar dos aspectos civis dela o fato de ser lésbica, e como isso impacta na imagem da Batwoman.

Sex Education

Sex Education

“Sex Education” retrata a vida Otis, um jovem dos EUA que vive com a mãe, uma terapeuta sexual. Mesmo com uma mãe especialista no assunto, Otis é virgem e possui dificuldades para socializar-se em grupo.

Além disso, a séria aborda inúmeros assuntos importantes como a homofobia, o racismo e o sexismo diários de nossas vidas.

10 Séries com visibilidade LGBTQ+

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »