Quentin Tarantino começa a falar de aposentadoria

Crédito: Reprodução

Prestes a estrear seu próximo filme “Django Livre”,  Quentin Tarantino deu uma entrevista para o Holywood Reporter dizendo que já pensa em sua aposentadoria. O diretor que ainda nem completou cinquenta anos de idade diz que “não quer ser um cineasta velho”.

“Eu quero parar em certo ponto. Diretores não ficam melhores quando envelhecem. Normalmente, os piores filmes deles são os últimos quatro de suas carreiras. E eu só penso em minha filmografia, e um filme ruim pode acabar com três bons. Eu não quero aquele filme ruim, com piadas sem graças, na minha filmografia. O tipo de filme que as pessoas pensam “Ah, cara, ele ainda está pensando como 20 anos atrás. Quanto os diretores ficam velhos, não é legal”, disse Tarantino.

Em uma outra entrevista à Deadline, Quentin disse que dez filmes na filmografia ser um número bom para ele (lembrando que o cara fez sete até hoje) e que no final seria como uma afirmação artística. Bem, levando em conta o ritmo de produção do cara, até ele lançar mais três filmes vai estar com uns 80 anos de idade.

Mas na moral, Tarantino, Clint Eastwood e o Woody Allen mandaram um abraço, seu fanfarrão! Tudo bem que os caras tem seus respectivos deslizes, mas a idade não faz mal para ninguém, pelo contrário, ajuda a amadurecer a obra e trazer ótimos filmes como “Menina de Ouro”, “Sobre Meninos e Lobos”, “Meia Noite em Paris”, entre outros.

Django Livre, próximo filme de Quentin Tarantino, chega em cartaz nos EUA dia 25 de Dezembro e no Brasil dia 18 de Janeiro

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »