A evolução do Porsche 911 ao longo da história

4030942953_e9ddf55d52_b

Quando se fala em carro esportivo, uma das primeiras marcas que vêm à cabeça é a Porsche. E quando se fala em Porsche, um dos primeiros modelos que vêm à mente é o 911. Com mais de 50 anos de estrada, já passou por sete gerações e ainda segue encantando os fãs e clientes da montadora alemã.

Ao longo dessas cinco décadas, o Porsche 911 passou por algumas mudanças de design, motor e conforto. O que não mudou foi o alto desempenho de sempre e a admiração que o veículo causa em apaixonados por carro em todo o mundo. Confira a evolução do modelo desde o seu lançamento, em 1963.

O primeiro (1963)

911 1963

O protótipo foi revelado em 1963 no Salão de Frankfurt como 901 e, no ano seguinte, teve seu lançamento no mercado já com o nome de 911. O primeiro motor, refrigerado a ar, tinha 130cv, o que fazia com que atingisse 210 km/h – velocidade alta para a época.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

O modelo evoluiu ao longo dos anos e, no fim da primeira geração, ganhou o Carrera RS, com 210 cv e traseira “ducktail” (cauda de pato), tornando-se o primeiro veículo de série a contar com spoiler traseiro no mundo.

Série G (1973)

Porsche-911-Turbo-3.0-Coupe-15

O modelo G, fruto da primeira repaginada dada pela Porsche, foi o 911 produzido pelo período mais longo entre os carros da linha (de 1973 a 1988). O cinto de segurança de três pontas virou item de série, assim como encostos de cabeça integrados. Uma das grandes novidades do modelo G foi o lançamento do primeiro Porsche 911 Turbo, em 1974.

964 (1988)

Type-964-911-Carrera-4-3.6-Cabriolet-Targa-Carrera-4-3.6-Coupe

Para o lançamento do Carrera 4 (964 na classificação interna da empresa), a Porsche remodelou a plataforma do 911 com 85% de novos componentes, principalmente na parte interna. Para dar mais conforto, ganhou freios ABS, transmissão Tiptronic, direção hidráulica e molas espirais ao invés de barra de torção na suspensão. O modelo saiu em quatro versões: Cabriolet, Coupé, Targa e Turbo.

993 (1993)

1996_Porsche_911_993_GT2_-_Flickr_-_The_Car_Spy_(4)

O 911 993 (número de classificação interna) ficou marcado por ser o último da linha de produção com motor refrigerado a ar. Em relação ao design, passou por mudanças principalmente na frente, com a troca de faróis circulares por polielipssoidais.

A versão turbo do 993 foi a primeira a ter motor biturbo, o que assegurou ao modelo o “prêmio” de níveis mais baixos de emissão em um carro de série no ano de 1995.

996 (1997)

Porsche-996_911_Targa_mp42_pic_8479

De acordo com a própria Porsche, o 996 é uma espécie de “turning point” da marca. Com as mudanças, o 911 nunca mais seria o mesmo, e seria ainda melhor que antes. O design desse novo 911 seguiu as linhas do Boxster (lançado em 1996), o que fica evidente nos faróis dianteiros.

Pela primeira vez na história, o motor boxer seria refrigerado a água. Com quatro válvulas por cilindro, o 996 chegava a 300cv e apresentou evoluções quanto a consumo de combustível, diminuição de ruídos e redução de emissões.

997 (2004)

2009-porsche-911-997-carrera-s-blue-front-view

Os faróis do Boxster ficaram de lado no lançamento do 997, que retomou o formato ovalado com os piscas separados. Um dos modelos, o Carrera S, apresentou motor de 3,8 litros com incríveis 355cv. No chassi, a principal mudança foi a adição do gerenciamento de suspensão ativa como equipamento de série.

O 997 teve mais de 24 edições diferentes do veículo: Carrera, Targa, Cabriolet, Turbo, GTS, tração traseira ou integral, edições de rua do GT e séries especiais.

991 (2011 – hoje)

Porsche-991-911-25

Com a classificação interna de 991, o mais recente Porsche 911 representou o salto técnico mais significativo de toda a linha de produção, que em 2013 completou 50 anos. No desempenho, sua construção híbrida de aço e alumínio diminuiu o peso do carro e, como inovação, trouxe uma caixa de câmbio manual de sete velocidades.

Boa parte do ganho no desempenho também se deu à menor cilindrada do motor do Carrera. Suspensão nova com distância entre-eixos maior, rodas e pneus maiores, bitola mais larga e outras adaptações fazem dele um exemplo de conforto. Até que seja lançada a próxima geração, o 991 é o que de melhor já existiu na produção do Porsche 911.

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »