Como acabar com os pelos indesejados!

 

Reprodução

 

Existe gosto para tudo e cada um tem a tampa perfeita para a sua panela, a metade da laranja, o queijo da goiaba…mas, mesmo considerando que existem mulheres apaixonadas por homens-urso e outras que preferem os mais lisinhos, a questão da depilação em algumas áreas está bem mais relacionada à higiene do que ao gosto estético.

Você pode tirar tudo – apesar de em algumas áreas do corpo isso não ser recomendado – ou simplesmente aparar os pelos indesejados, mas é fato que diminuir a quantidade deles reduz o acúmulo de fragmentos de sujeira e, consequentemente, facilita a limpeza.

A barba, entretanto, está liberada em todos os casos, ok? Cuidando da maneira correta e mantendo a higiene, não há problema algum em cultivar os pelos nessa área do rosto.

Se você ainda tem preconceitos por achar que eliminar os pelos do corpo é “coisa de mulher”, saiba que cuidar da saúde e da aparência, assim como várias outras coisas, não é questão de gênero!

Para se livrar dos excessos, listamos algumas maneiras adequadas para cada parte do corpo.

Orelha e Nariz

shutterstock_217365403

 

Pelos no nariz são necessários para proteger seu corpo e evitar que a sujeira externa entre diretamente no seu trato respiratório. Já na orelha, os pelos servem para a proteção da entrada de insetos e corpos estranhos.

Nos dois lugares, pode acontecer um crescimento em excesso dos pelos por questões genéticas ou pelas mudanças nos níveis hormonais de testosterona e/ou estrógeno.

Nesses casos, a recomendação não é a eliminação completa mas, se mesmo assim você quiser ser radical, pode escolher a depilação a laser. O único problema é que, como o crescimento é causado por um problema hormonal, os pelos logo vão aparecer outra vez para te causar problemas.

Procure um dermatologista para avaliar a sua situação. No meio tempo, seja amigo da tesoura para cortar ou escolha um daqueles aparadores específicos para essa região.

Peito e axilas

shutterstock_265607345

 

Muitas pessoas acham pelos no peito um charme, mas sabia que eles são os principais responsáveis pelo mau cheiro dessas regiões?

É lógico, em muitos casos o cheiro desagradável não é questão de má higiene e pode estar diretamente relacionado com fatores glandulares ou hormonais mas, se esse não for o seu caso, você pode culpar os pelos.

Mantê-los compridos demais pode facilitar a proliferação de fungos e bactérias e, com elas, vem o mau cheiro. Para mantê-los sob controle, apare a região com uma máquina de cortar cabelo. Depois, é só fazer a manutenção mensalmente.

Para os radicais: você pode raspar tudo com lâmina de barbear ou depilar com cera quente. A vantagem do segundo método está no tempo entre uma depilação e outra, afinal, os resultados da cera duram cerca de seis semanas.

A depilação com lâmina de barbear causa um desconforto gigantesco. Os pelos encravam, a pele fica dolorida quando eles estão nascendo de novo e, em questões de dias, você já vai precisar lidar com eles de novo.

É melhor sentir um pouco de dor por alguns minutos e uma vez a cada seis semanas, que encarar essa chatice diariamente, não é? E no fim das contas, se você tem medo da dor, é outra prova de que cuidar dos pelos não é papo de mulherzinha.

Costas e pescoço

shutterstock_135412277

 

Poucas mulheres gostam de excesso de pelos nas costas, mas já provamos aqui que a questão não é apenas estética, não é?

Aquele mau cheiro que insiste em grudar nas suas camisas pode ser consequência da quantidade de pelo e da proliferação de bactérias naquela região.

A solução neste caso é a mesma do peito e axila: depilação com cera para os corajosos ou, inclusive, um investimento no tratamento com laser. Apesar de ser mais caro, os resultados duram muito mais tempo.

Atrás do pescoço, a opção mais prática é a remoção com barbeador elétrico. Neste caso, a depilação a laser pode ser uma solução viável porque a área é bem menor e, por isso, o custo financeiro e a quantidade de sessões também será.

Pelos pubianos

shutterstock_269326571

 

Se você quiser deixar tudo ao natural aí embaixo, higienize a região com freqüência – já explicamos o motivo, não é?

Bom, nessa área a motivação é ainda maior: o contágio de inúmeras DSTs causadas por bactérias e fungos pode ser ainda mais fácil se você não cuidar direitinho dos seus pelos pubianos.

Por isso, a melhor solução é a remoção total dos pelos ou apará-los frequentemente. O barbeador elétrico é um ótimo amigo, e a cera é, novamente, a opção para os MUITO corajosos.

Porém, a lâmina de barbear aí embaixo não é uma boa ideia: a bolsa escrotal tem uma pele muito sensível e você pode se machucar com muita facilidade. Com o passar do tempo e o uso constante da lâmina, a região também pode ficar mais escura.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »