9 lições de vida que você pode aprender com Star Wars

VpMfjmlj

Gosto de dizer que eu assisti à primeira trilogia de Star Wars do melhor jeito que ela pode ser assistida. No cinema quando eu tinha 10 anos de idade.

Era 1997 e os cinemas recebiam um relançamento dos três primeiros filmes. Foi incrível. Eu lembro da minha alegria infantil de ver nas telonas a Estrela da Morte ser destruída, a surpresa de descobrir que Luke era filho do Darth Vader e a felicidade de quando os rebeldes ganhavam a batalha final contra o Império.

Não sou só eu que guardo um carinho tão grande pela franquia. Mesmo com o passar dos anos, Star Wars continua sendo uma série de filmes que cativa fãs ao redor do mundo inteiro.

Pensando nisso, separei 10 lições de vida que você pode aprender com Star Wars. Confira:

“Faça ou não faça. Não existe tentar.”

Um dos principais conselhos do mestre Yoda para Luke Skywalker envolve o comprometimento. Quando você quer algo, deve simplesmente correr atrás disso e se esforçar ao máximo.

Se o seu desempenho der certo, você vai conseguir. Se der errado, você não vai. “Tentar” é uma desculpa para fazer pela metade. Tentar é já começar derrotado. Vá lá e faça o seu melhor.

Todo mundo tem um ponto fraco

star_wars_death_x-wing_tie_fighters_desktop_1280x1024_hd-wallpaper-767668

A estrela da morte é a maior arma do Império no primeiro filme da saga Star Wars. Porém, mesmo essa imensa fortaleza possui seu ponto fraco: Uma saída de exaustão térmica que se liga ao reator da nave.

Com um tiro certeiro, um pequeno esquadrão de rebeldes consegue por abaixo aquela poderosa arma. O mesmo pode ser aplicado para vida.

Não importa o adversário. Todo mundo tem um ponto fraco. Só cabe a você descobri-lo e conseguir acertar o mesmo tiro certeiro de Luke Skywalker.

“O medo leva à raiva. A raiva leva ao ódio. O ódio leva ao sofrimento.”

star-wars-phantom-menace-anakin-vader

Um sentimento ruim leva ao outro. O “Lado Negro” nada mais é aquela espiral de negatividade em que a gente se enfia e parece não ter forma de sair.

Não caia para o lado negro da força. Tente manter uma atitude positiva e pare de temer o mundo ao seu redor. Crie coragem e encare a vida de frente.

Não julgue alguém pelas aparências

YODA

Em Star Wars, um dos maiores mestres jedi é uma pequena criatura verde. Sua aparência faz com que seus adversários acabem o subestimando. Um grande erro.

Quantas pessoas na vida que você não conheceu e não dava nada, até vê-las em ação? Tente prestar atenção nos outros e evite julgamentos precipitados antes de realmente conhece-los.

Não perca tempo pensando nas chances que você tem ou não

millennium_falcon-infographic

“Nunca me conte as probabilidades de algo dar certo”. É o que diz Han Solo antes de entrar com sua nave em mais uma situação de perigo em “O Império Contra Ataca”.

Se você ficar se preocupando com quanto de chance tem disso ou daquilo dar certo, jamais vai fazer nada. Deixe as possibilidades de lado e trabalhe para conseguir o que você quer.

Malandragem também é importante

Star-wars-anh1

Não é uma arma, nem a força, nem um sabre de luz. A grande arma de Han Solo – um dos meus personagens favoritos de Star Wars – é sua malandragem.

O jogo de cintura do mercenário consegue ajudar a Princesa Leia e Luke Skywalker a saírem de situações em que sua inocência ou honra jamais conseguiriam ajudar.

Logo, não adianta se você tem dinheiro ou poder, precisa ser esperto também, porra!

Até mesmo o maior dos cafajestes pode se apaixonar

han-and-leia

Em determinado momento de “O Império Contra Ataca”, Leia fala para Han: “Eu te amo”, a qual o cafajeste responde de bate pronto: “Eu sei”.

Todo mundo tem um coração e até mesmo o maior galinha do universo pode se apaixonar. Não significa que ele vai mudar completamente sua personalidade. Mas sim que ele encontrou alguém para se apegar.

Todos merecem uma segunda chance

SW-4

Se você parar para ver, toda a história de Star Wars é sobre o declínio e redenção de Darth Vader. O vilão, que era o algoz da Aliança Rebelde, nos primeiros filmes, encontra o caminho do bem ao lado do filho em “O Retorno de Jedi”.

Por mais que alguém tenha caído para o ladro negro, há sempre uma chance de voltar para o caminho certo da vida. Não vivemos uma linha reta e todo mundo pode ter os seus desvios.

Um homem é vítima da própria ganância

young-george-lucas-retirement

A mais triste de todas as lições não tem a ver com o filme em si, mas sim com o seu criador. Se teve um grande vilão em Star Wars nos últimos anos foi George Lucas.

A cobiça do diretor fez com que ele deixasse de lado o que seus fãs gostavam e entregasse a nova trilogia – considerada muito inferior à original pela crítica e público. Não é a toa. Todos elementos que faziam os primeiros filmes bons, foram deixados de lado.

Nos episódios I, II e III, invés de termos uma boa história de guerra, temos um roteiro escrito nas coxas por um diretor que estava mais preocupado com efeitos especiais do que com o filme em si. Os próprios atores em entrevista disseram que George não ligava para como eles interpretassem ou deixassem de atuar.

Além disso, o cara não parou de tentar ganhar dinheiro das formas mais absurdas possíveis com Star Wars. Relançando versões atrás de versões recortadas do seu filme. O desrespeito é tanto que chega estragar a obra original.

Não é a toa que muitas pessoas comemoraram quando a Disney comprou os direitos das mãos de George Lucas. Finalmente, o cara vai poder parar de tentar destruir a própria obra.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »