7 escritores que todo homem deveria conhecer

Livros

Os livros e a leitura deveriam ser itens obrigatórios no currículo intelectual de qualquer ser humano. Além de ser um hábito extremamente saudável para a cabeça, ler pode nos ajudar a enxergar as coisas de maneira diferente e servir de inspiração para a nossa vida.

Sejam eles autores de ficção, biografias ou crônicas, alguns escritores já ajudaram e continuarão ajudando nós homens na formação do nosso caráter. Saiba quem são os autores que todo homem deveria conhecer.

Stephen King

Stephen King

Stephen King virou uma espécie de ícone da cultura pop norte-americana, muito porque boa parte de suas obras ganhou adaptações no cinema. Como “O Iluminado”, por exemplo, um clássico nas livrarias e na interpretação de Jack Nicholson.

Suas vendas superam os 350 milhões de cópias. Não à toa King é considerado um dos principais escritores de horror e ficção em toda a história da literatura. Outras obras notáveis são: “Carrie, a Estranha”, “O Cemitério”, “À Espera De Um Milagre”, entre outras.

Nelson Rodrigues

Nelson Rodrigues

Para nós brasileiros, Nelson Rodrigues é uma referência literária. Suas crônicas marcaram época nos anos 50 e 60, com destaque para suas impressões sobre o Brasil, o futebol e o mundo. Dono de uma acidez implacável, conseguia discorrer sobre tudo com humor.

É considerado um grande jornalista, um grande dramaturgo e um grande escritor. Nelson Rodrigues foi, mais do que isso, um grande brasileiro. “Núpcias de fogo”, “Vestido de Noiva” e suas coleções de crônicas futebolísticas valem a leitura.

Charles Bukowski

Bukowski

Esse nome era previsível na lista, e aí está: Charles Bukowski. Sua obra de linguagem simples e de histórias do homem comum tocaram a mente e o coração de seus leitores, que se identificaram com seus livros e com esses relatos que podem ser “de qualquer um”.

Nasceu na Alemanha, mas se criou nos Estados Unidos e cultivava uma adoração pela cidade de Los Angeles, onde faleceu em 1994 aos 73 anos. “Mulheres”, “Misto Quente” e “Pulp” são algumas de usas obras mais lidas e deveriam constar na estante de todos os homens.

Ernest Hemingway

Ernest Hemingway

Inspiração para Bukowski e muitos outros escritores, Ernest Hemingway também é desses autores que merecem um lugar na memória e nas estantes masculinas. Dono de um Prêmio Nobel em Literatura (1954), também trabalhava com uma linguagem simples e coloquial.

Sua experiência como correspondente de guerra durante a Guerra Civil Espanhola inspirou aquele que é talvez seu grande livro: “Por Quem os Sinos Dobram”. “O Velho e o Mar” é outra obra marcante de sua trajetória. Hemingway se suicidou em 1961, 19 dias antes de completar 62 anos.

Nick Hornby

Nick Hornby

Você provavelmente já assistiu a “Fever Pitch – Amor em Jogo” e “Alta Fidelidade”. Se sim, atenção: os livros são ainda melhores – e se você não gostou dos filmes, certamente curtirá as duas obras, as mais famosas e melhores do inglês Nick Hornby.

Fever Pitch é leitura obrigatória para fãs de futebol. Hornby escreve como poucos sobre o papel e a vida de um torcedor (do Arsenal, no caso, e o torcedor é ele mesmo). Alta Fidelidade é um ótimo romance que usa a música e a cultura pop como pano de fundo para contar a história do dono de uma loja de discos decadente.

Gabriel García Marquez

Gabo

O colombiano Gabriel García Marquez já teve mais de 40 milhões de cópias vendidas em 36 idiomas diferentes. E se você ainda não consumiu alguma dessas cópias, está perdendo tempo. Gabo, como era conhecido, tem algumas das obras mais importantes do século XX.

Com uma carreira que inclui “Cem Anos de Solidão”, “Crônica de uma Morte Anunciada”, “O Amor nos Tempos do Cólera” e outros grandes livros, Gabo faturou um Prêmio Nobel em 1982 pelo conjunto de seu trabalho. Faleceu em 2014, aos 87 anos.

George Orwell

George Orwell

George Orwell pode não ser uma unanimidade entre leitores e talvez não faça parte do hall dos maiores escritores da história, mas duas de suas obras são fundamentais como fonte de questionamento da vida e da política, principalmente da União Soviética comunista: “1984” e “Revolução dos Bichos”.

Com suas sátiras do autoritarismo stalinista, Orwell (que na verdade chamava-se Eric Arthur Blair) influenciou profundamente a cultura e a política contemporâneas. Calcula-se que essas duas obras juntas venderam mais do que os dois livros mais vendidos de qualquer outro autor do século passado.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »