5 dicas para manter o tesão mesmo depois de muito tempo de namoro

5 dicas para manter o tesão mesmo depois de muito tempo de namoro

Beijos longos, roupas rasgadas, sexo frequente e maluco, várias posições diferentes, toques constantes…se essas atitudes não descrevem mais a sua vida sexual com a sua parceira, calma: você não está sozinho.

A maioria dos casais experimenta impulsos sexuais mais fortes e mais intensos no início de sua relação (muitas vezes referida como a fase de “lua de mel”); mas, à medida que os relacionamentos progridem, também moda o nosso interesse em sexo.

É raro que o desejo sexual permaneça nesse estado super apaixonado após os primeiros meses de um relacionamento. Em algum lugar entre 6 meses e os 2 anos, nosso desejo sexual diminui à medida que nosso relacionamento se torna mais familiar. Nós nos tornamos amigos e companheiros, além de amantes.

À medida que um relacionamento progride, nós também voltamos nossa atenção para outras demandas da vida, como o trabalho, cuidado com a casa, vida social, animais de estimação e crianças. Os psicólogos evolucionários até sugeriram que nosso desejo deve diminuir porque literalmente não conseguimos sustentar esses níveis iniciais de paixão e sermos membros produtivos de nossa comunidade. Nós estaríamos atrasados para o trabalho, isolados dos amigos e provavelmente morreríamos de fome. Em essência, a vida continua e o sexo é forçado a ficar no banco do trás.

Mas isso não significa que sua vida sexual está condenada ou está em uma rotina permanente. Na verdade, há muitas coisas cientificamente comprovadas que você pode fazer para reintroduzir a paixão em seu relacionamento.

Uma das maiores coisas encontradas para prever níveis mais elevados de satisfação sexual? Acreditar que sua vida sexual é algo que pode, e vai, funcionar – e que você pode fazer algo para fazer isso acontecer.

Especificamente, os pesquisadores descobriram que os indivíduos e os casais que acreditam que seu desejo sexual está destinado ou que é “destino” (ou seja, que o desejo mais baixo e a paixão representam um problema no relacionamento) são menos satisfeitos sexualmente, enquanto aqueles que possuem uma perspectiva de crescimento (ou seja, não estão transando tanto, mas acreditam que é possível mudar o cenário com esforço) estavam mais satisfeitos sexualmente. Então, ter a noção clara que a paixão inicial pode se transformar em outra coisa, mas a falta de sexo não representa a falta de amor é o primeiro passo para entender que para mudar o cenário basta tentar, e não esperar o tesão cair do céu.

Em outras palavras, se você está aberto a trabalhar na sua vida sexual, você já está a meio caminho do desejo intenso e da paixão aflorada. Então, quais são as coisas específicas que você pode tentar para aumentar sua paixão sexual? Existem cinco grandes coisas que as pessoas apaixonadas estão fazendo por aí:

Tire um tempo para se concentrar apenas na sua parceira

5 dicas para manter o tesão mesmo depois de muito tempo de namoro

A comunicação é importante em tantos níveis. E ela é repetidamente e consistentemente vista como um facilitador do desejo sexual. Quando falamos abertamente com a nossa parceira, nos sentimos mais próximos e conectados e, para muitas pessoas, sentir-se conectado ao parceiro é um passo crucial para sentir o desejo de transar.

Então, tente aproveitar o tempo das outras demandas que, naturalmente, roubam nossa atenção (trabalho, compromissos sociais, crianças) para se abrir frequentemente e regularmente com a sua parceira.

Esteja aberto para falar sobre o sexo

5 dicas para manter o tesão mesmo depois de muito tempo de namoro

Ok, então falar é importante. Nós sabemos disso. Mas falar sobre o sexo – o que gostamos e não gostamos, o que queremos experimentar e quais fantasias nos excitam são temas importantes para ajudar a nossa parceira a saber melhor o que gostamos e vice-versa.

Parece óbvio, mas é algo que escapa a muitos casais: se não estamos transando com frequência ou curtindo o sexo quando ele rola, então não nos entusiasmaremos para tentar de novo. Portanto, concentre-se menos em querer sexo e, em vez disso, concentre-se em moldar o ato para algo que seja mais agradável para os dois.

Então, fale sobre sexo. Melhor ainda? Fale sobre sexo enquanto faz sexo. E certifique-se de que, tanto quanto possível, você está usando o reforço positivo. Intensifique e diga o que você gosta no momento. Isso ajuda sua parceira a aprender o que fazer para agradar você para que você goste do que está acontecendo.
Isso também te ajuda a ficar no momento porque você está prestando atenção, o que acaba por ser outro fator importante para a paixão sexual.

Faça do sexo uma prioridade

5 dicas para manter o tesão mesmo depois de muito tempo de namoro

Um dos mitos mais selvagens que temos sobre o sexo é que ele deve ser espontâneo e sem esforço. Afinal, era assim no começo, não era?

Bom, a verdade é a seguinte: não era. Apesar de sentir, o sexo não é (e nunca foi) espontâneo. A gente só acredita nisso porque o tesão tira a nossa racionalidade. Quando a gente sai para um encontro, planejamos com antecedência, fazemos esforços durante o jantar para conversar e criar uma conexão. A gente se preocupa com a roupa, com o cabelo, com a higiene. Então como isso deveria ser diferente depois de meses de namoro?

Em relacionamentos de longo prazo, é importante se lembrar disso e não se desencorajar por um sexo menos frequente ou menos divertido.

Encontre tempo para estar com a sua parceira, separe um momento destinado para transar. Se vocês não transam há um tempo, fale para ela: “vamos sair para jantar e, depois, eu tenho uma surpresa pra você”.

Você pode até mandar mensagens picantes ao longo do dia e preparar o clima.

Faça algo novo e excitante

5 dicas para manter o tesão mesmo depois de muito tempo de namoro

É fácil cair em uma rotina sexual familiar. Descobrimos o que gostamos e muitas vezes continuamos a repetir o padrão sem pensar. De novo e de novo. E de novo.

E, embora isso seja bom, de vez em quando é importante adicionar um pouco de frescor ao seu relacionamento.

É normal encarar a monotonia sexual, afinal, quando a gente começa a transar com alguém, é tudo novo e diferente e, depois de um tempo, a novidade passa e tudo vira rotina. Então, invista em algo novo: um jogo, um lugar diferente, uma brincadeira na cama, um fetiche, uma fantasia, enfim, qualquer coisa para sair da rotina vale!

Esteja mentalmente presente durante o sexo

5 dicas para manter o tesão mesmo depois de muito tempo de namoro

É fácil deixar nossa mente vagar durante o sexo. Podemos fazer, durante o ato, uma lista de tarefas para o dia seguinte, ou até repetir mentalmente algum acontecimento ruim no trabalho. Infelizmente, isso é muito comum, mas quando fazemos isso, não sintonizamos as sensações sexuais e perdemos sentimentos potencialmente prazerosos.

Mas ficar mentalmente presente nem sempre é fácil. Alguns terapeutas recomendam que você preste atenção nos toques: quando algum pensamento flutuar pela sua cabeça, apenas o observe – não se prenda. Em vez disso, volte sua atenção para a pele da sua parceira, seu cheiro, seu gosto, enfim, o que importa é se dedicar para viver o momento.

Por fim, não há poção mágica para manter a paixão viva. O sexo, como todas as áreas de nossas vidas (romântica, profissional, social), demanda esforço: comunicação, presença mental, feedback positivo sexual e tentativas diferentes na cama podem te ajudar, mas elas só vão funcionar se você ainda amar sua parceira e se ela também te amar.

Se não, é melhor procurar o amor em outro lugar! Só não se esqueça: a fase inicial da paixão passa, e isso é natural. Muitas pessoas ficam viciadas em terminar relacionamentos só para começar outros, e isso é extremamente prejudicial para a sua saúde física e mental.

Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »