Depilação íntima masculina: qual fazer e como fazer

Depilação íntima masculina: qual fazer e como fazer

Muitos homens não se importam com seus pelos, outros, entretanto, detestam. Tem cara que acha que excesso de pelo é sinônimo de masculinidade e outros que por terem total confiança da sua não se importam em se depilar.

+ Veja as coisas que você precisa saber sobre depilação à laser

A verdade é que, em pleno ano de 2017, muitos homens estão optando pela depilação para agradar eles mesmos, e não para agradar as mulheres que não curtem um cara peludo.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

Uma aparada, por exemplos, nos pelos pubianos é sempre bem vinda, não importa se você é do tipo que cultiva os pelos ou prefere arrancá-los.

Mas, se você está considerando ir além e começar a depilar essa área tão sensível do corpo, veja quais são os principais métodos e vantagens e desvantagens de cada um:

Lâmina e máquina

Depilação íntima masculina: qual fazer e como fazer

O mais prático, rápido e utilizado pelos homens que querem se livrar dos pelos. Depilar com lâmina é um processo que pode ser feito no banho mesmo, assim como a barba, e também exige um gel de depilação para não irritar a pele e prevenir o surgimento de pelos encravados .

O gel, aliás, precisa ser aplicado na pele úmida e a lâmina deve ser utilizada no sentido do crescimento dos pelos. Depois, tire o excesso do gel com água e tome cuidado para não deixar nada de produto sobre e pele – isso pode entupir os poros e facilitar o surgimento de espinhas.

A máquina para depilar funciona da mesma maneira que a lâmina – ela não tira os pelos pelas raiz, mas corta todos e, se você quiser, também pode apará-los se não quiser se livrar deles por completo.

Assim como a lâmina, você deve usar um gel para proteger a pele e facilitar o processo.

Mas vale lembrar: use a máquina apenas para aparar a parte da virilha e nunca, jamais, em hipótese alguma arrisque passar o aparelho de barbear no saco escrotal. É possível aparar os pelos dessa região dessa forma mas é muito, muito difícil e muito, muito fácil se machucar. Então, é melhor não arriscar. Vamos explicar isso mais para frente!

Como depilar

Depilação íntima masculina: qual fazer e como fazer

Como você vai estar lidando com uma área extremamente sensível do corpo, tome o dobro de cuidado para não cortar a pele. O banho quente vai te ajudar a abrir os poros e facilitar o processo, mas também pode fazer a lâmina deslizar do jeito errado e te machucar, por isso, segure ela com firmeza.

O barbeador elétrico só deve ser utilizado para aparar os pelos e ele deve estar configurado na regulagem mínima e com o pente. Usar a máquina diretamente na pele pode machucar se você não souber como manipular. Aliás, na região do saco escrotal é melhor nem arriscar passar a máquina. Essa área é muito sensível e mesmo se você quiser apenas aparar os pelos, não arrisque com o barbeador elétrico.

Se quiser depilar tudo, é melhor escolher a lâmina. Na hora de raspar, garanta que a pele está completamente esticada e apare os pelos maiores primeiro.

Encontre a posição mais confortável e garanta privacidade, afinal, o processo pode levar tempo: uma boa dica é ficar sentado com os joelhos dobrados.

Depois do banho e da limpeza da pele, passe o gel de barbear. Outra dica importante, aliás, é manter o pênis ereto durante a depilação para facilitar o processo. Como falamos lá em cima, a pele deve estar esticada para você não machucar o pênis e, por isso, é bem mais fácil de fazer com o pênis duro.

Para começar, raspe os pelos no sentido do crescimento deles – é sempre bom reforçar – na parte da virilha e nas laterais. No saco escrotal, faça o procedimento do meio para os lados e, no pênis, siga o crescimento de baixo para cima.

Depois, lave bem a região com um sabonete suave.

Dicas importantes

Não depile a região íntima antes de fazer alguma atividade física porque o suor vai irritar a área e causar bastante desconforto e possíveis infecções.

Depois da depilação, preste atenção para ver se os pelos encravados não vão aparecer. Se eles aparecerem, tome cuidado para não infeccionarem e use pomadas com sulfato de neomicina + bacitracina para aliviar o problema.

Depilação com cera

Depilação íntima masculina: qual fazer e como fazer

Se você procura um efeito mais duradouro e quer uma pele mais lisa, não tem jeito: a solução é a cera quente ou fria – a quente costuma doer menos, já avisamos.

Como a cera arranca os pelos diretamente da raiz, eles demoram muito mais para voltar a crescer e, por isso, a pele fica menos áspera do que quando você raspa com lâmina.

A cera quente costuma doer menos porque ela dilata os poros e facilita a depilação mas, se você escolher esse método, tenha certeza absoluta que ele vai ser realizado por um profissional. É bem fácil queimar a pele com a cera quente se ela não for manipulada por alguém que tem experiência e sabe o que está fazendo.

Além disso, tem muito salão por aí que não toma os devidos cuidados de higiene e acaba espalhando infecções por causa da cera reutilizada e de produtos não esterilizados. Então, pesquise bem antes de agendar um horário!

Nossa recomendação é que você não tente o procedimento em casa. Como a região íntima é muito sensível, fazer a depilação por conta própria pode ser desastroso e bem dolorido. Se você não quer arriscar uma queimadura ou acabar colando toda a pele com a cera por insegurança de puxá-la, é melhor procurar um profissional.

Depilação à laser

Depilação íntima masculina: qual fazer e como fazer

Muitos homens estão aderindo a depilação à laser porque ela é o método mais duradouro de todos – apesar de ser chata de fazer e não funcionar para todo mundo.

Como o sucesso desse método vai depender da cor do pelo e da cor da pele de cada pessoa, é possível que ela não funcione em você. Por isso, procure um profissional com muita experiência para dizer se você pode ou não passar pelo procedimento.

Quem tem a pele mais cara e pelos escuros costuma ter um resultado melhor porque os pelos absorvem maior quantidade de luz em relação à pele.

A depilação à laser pode doer, principalmente se ela for feita em regiões com a pele mais escura, como a virilha. Mas cada sessão é bem rápida e, por isso, muita gente acha que vale a pena.

Se você percebe que a sua pele se irrita com facilidade, esse método pode ser uma excelente alternativa. A pele pode ficar um pouco vermelha depois da sessão, mas logo essa irritação vai embora.

O tratamento com laser é feito sob o púbis e nas partes laterais da virilha, também é possível depilar a região escrotal e a perianal.

Para o tratamento dessas regiões, é recomendado o intervalo mínimo de 30 a 45 dias entre cada sessão. A sessão só pode ser realizada com pelos aparentes, portanto, o ideal é que se use lâmina ou creme depilatório na área tratada 3 dias antes de cada sessão.

Vale lembrar que muitas vezes os pelos não caem logo depois do procedimento e é preciso esperar uns dias para que o laser faça efeito. Então, é muito importante evitar exposição ao sol.

Entre todos os métodos, esse é obviamente o mais caro. Mas, se você costuma fazer depilação com cera, talvez o valor da depilação à laser compense, afinal, algumas sessões podem te livrar dos pelos por meses e obviamente te fazer economizar uma grana no futuro.

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »