Sabe o que é uma cafe racer? Conheça modelos clássicos da moto

discovery-hd-theater-cafe-racer-caferacer-tv-vintage-motorcycles-ace-cafe-london-rockers-59club-norton-triumph-triton-honda-historic-photos-12

Você talvez tenha ouvido falar sobre cafe racer, mas não sabe exatamente o que é. Em uma definição básica, cafe racer é um modelo de moto que segue um padrão específico de design. Contudo, mais do que apenas tipos de moto, elas representaram um movimento de contracultura.

Surgido entre o fim dos anos 50 e começo dos 60, esse movimento nasceu de jovens britânicos que disputavam corridas em estradas inglesas (e assim buscavam uma maneira de fugir do marasmo e se divertir), cujos circuitos tinham fim nos próprios cafes – lanchonetes de beira de estrada – dos quais saíam. Fãs de rock, se vestiam com casacos de couro e tinham motos preparadas para velocidades acima de 100 mp/h (160 km/h) e distâncias pequenas.

O modelo das motos tinha um padrão: eram leves, tinham o guidão bem curto, o tanque de combustível grande à frente do banco e não primavam pelo conforto – dá para ver pelo tipo de assento, bem simples e que deixava o corpo um pouco curvado à frente. O diferencial delas estava no desempenho.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

Alguns modelos britânicos se destacaram entre os cafe racers. Saiba quais as marcas que fizeram história e até hoje fazem sucesso entre os entusiastas da cultura vintage, fenômeno que também atingiu as motocicletas e leva pessoas a reformarem motos novas para que pareçam antigas.

Triumph

Cafe-Racer-Dreams-Triumph-Bonneville-1

A Triumph é uma das marcas mais tradicionais da cultura cafe racer e era conhecida principalmente por seu motor potente. Inclusive, os corredores faziam adaptações em motos e, muitas vezes, utilizavam o motor da Triumph.

Norton

Norton-Commando-Cafe-Racer11

Também tradicional, a Norton foi uma das motos mais utilizadas pelos cafe racers dos anos 60. A marca se destacava por ter um dos melhores quadros entre as motocicletas produzidas na época.

Triton

triton-cafe-racer-build

A Triton não era uma marca, mas sim um híbrido de marcas que resultou na moto mais potente usada pelos jovens britânicos. Seu motor era da Triumph e seu quadro, da Norton, combinando o melhor de cada marca.

BSA

a1958659a080aa04f9403677e10ce8c0

Para os menos endinheirados, a BSA era uma opção para as corridas dos cafes. A empresa não era uma montadora exclusivamente de motos, mas também trabalhava com armas, carros e bicicletas. Seu quadro era sua principal qualidade.

Norvin

08-norvin-base

Assim como a Triton, a Norvin não era uma marca e sim uma combinação de marcas. Seu motor era da Vincent e seu quadro da Norton, aproveitando mais uma vez a qualidade “física” da última.

Honda

Honda

Britânicos foram os responsáveis pelo movimento, mas japoneses também aderiram à prática e copiaram o padrão de design, entrando de cabeça no mercado a partir dos anos 70. A mais famosa cafe racer japonesa provavelmente foi a Honda.

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »