20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Créditos: Pinterest

Em 2019, muitos filmes de 1999 completam 20 anos – nós inclusive já fizemos uma lista completa discutindo esse assunto -, e um dos nossos favoritos a fazer aniversário é Clube da Luta! Por isso, há várias curiosidades sobre Clube da Luta para compartilharmos.

O filme, lançado aqui no Brasil só nos anos 2000 e dirigido pelo David Fincher, foi um divisor de águas no cinema norte-americano e uma personificação das mudanças sociais que o mundo passou a enfrentar nas últimas décadas.

“Somos os filhos do meio da história”, Tyler Durden prega. “Todos nós fomos criados na televisão para acreditar que um dia todos seríamos milionários e deuses do cinema e estrelas do rock. Mas nós não vamos. E estamos aprendendo lentamente esse fato. E nós estamos muito, muito chateados.”

Tyler Durden fala sobre o desperdício de um grande potencial, sobre trabalhar duro e não ganhar o que merece. Ele defende não progresso, mas um retorno às raízes, não reconhecendo a base seca e rachada que ele está apoiando.

Esta discussão, lançada no cinema mainstream há 20 anos, continua extremamente atual.

Por isso, para comemorar os 20 anos de um dos clássicos modernos do cinema, nós listamos 20 curiosidades sobre Clube da Luta:

Curiosidades sobre Clube da Luta: o filme é baseado em um livro

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

O filme Clube da Luta é baseado em um livro escrito pelo autor Chuck Palahuik.

Clube da Luta é um livro sobre o consumismo e uma resposta expressiva e violenta ao fato frio dele. É também um livro sobre masculinidade tóxica, mesmo que seu autor nunca se digne criticar ou defender expressamente a violência controlada.

Chuck Palahniuk descreve a história como o triunfo do indivíduo, um questionamento ousado da autoridade.

A inspiração da história não é a que você pensa

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

De acordo com Palahniuk, a história foi inspirada por uma experiência que ele teve quando estava acampando.

Durante a viagem, um grupo próximo estava festejando tarde e em voz alta. Quando Palahniuk tentou fazer com que eles “calassem a boca”, ele foi espancado profundamente.

Mas a verdadeira inspiração para o Clube da Luta surgiu quando ele voltou ao trabalho. Apesar de ser espancado e ferido, Palahniuk disse que “As pessoas não me perguntaram o que tinha acontecido. Eu acho que eles estavam com medo da resposta.”

Ele continua: “Percebi que se você parecesse ruim o suficiente, as pessoas não gostariam de saber o que você fez ou o que aconteceu. Eles não querem saber as coisas ruins sobre você. E a chave era parecer tão mal que ninguém jamais perguntaria. E essa era a ideia por trás do Clube da Luta.”

O personagem principal não tem nome

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Ao contrário da crença popular, o personagem de Edward Norton não se chama Jack.

O nome vem de uma revista que ele e Tyler leem no início do filme e fazem referências ao longo do filme.

O personagem de Edward Norton não tem nome, mas é comumente chamado de narrador.

O personagem obeso do grupo de apoio não é obeso de verdade

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

A fim de parecer o mais realista possível, o “traje de gordo” de Bob estava cheio de alpiste para replicar a textura de carne flácida.

A maquiagem de Marla Singer

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Uma das pequenas curiosidades sobre Clube da Luta.

Helena Bonham Carter solicitou que toda a sua maquiagem fosse feita pela mão esquerda do artista, pois ela não acreditava que sua personagem, Marla Singer, seria boa, ou particularmente preocupada, com uma maquiagem limpa e bem feita.

Alguns socos foram reais

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Na cena em que o narrador dá um soco em Tyler, Edward Norton deveria fingir que bateu em Brad Pitt.

No entanto, o diretor levou Norton de lado e secretamente o instruiu a dar um soco de verdade – provocando uma reação igualmente real de Pitt

Há uma continuação para Clube da Luta

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

No ano passado, Palahniuk lançou o Clube da Luta 2, uma história em quadrinhos que segue seu narrador, Sebastian, enquanto ele, sem saber, deixa de tomar seus medicamentos e é reintroduzido em Tyler Durden, o diabo niilista em seu ombro.

Palanuik deu uma entrevista sobre a HQ para o jornal Huffpost e, durante a conversa com os jornalistas, ele descreveu qual a mensagem principal da sua obra:

“A mensagem central do Clube da Luta sempre foi sobre o empoderamento do indivíduo por meio de pequenos desafios cada vez maiores. De certa forma, no cenário político e social da atualidade, eu vejo como se todas as esferas se rebelassem contra seus pais e descobrissem o próprio poder matando o pai, como diriam os budistas. Eventualmente você tem que matar seu pai e matar seu professor.”

Por “matar”, obviamente o viés filosófico do autor defende a ideia de que o personagem principal precisa se desprender dessas amarras e se reencontrar como indivíduo.

O visual dos personagens foi fundamental para transmitir a narrativa

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Ao longo do filme, o personagem de Edward Norton, o Narrador, luta contra Tyler Durden (Brad Pitt) pelo controle sobre seu próprio corpo, mesmo que ele não perceba até o fim da história.

Para ajudar a criar visualmente essa disputa, Norton e Pitt se comprometeram a se opor a regimes de treino.

De acordo com uma entrevista com o Yale Herald, Norton disse que o objetivo era que ele parecesse progressivamente mais fraco enquanto Pitt se tornasse e parecesse mais forte.

Como Norton explicou, “Brad tomou a decisão de seguir o caminho oposto porque Tyler é o jeito que meu personagem se vê. Brad se tornou progressivamente maior durante o filme, ele cresceu e ficou enorme e bronzeado e bonito enquanto eu me tornava Gollum”.

O orgasmo dos personagens

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Helena Bonham Carter e Brad Pitt passaram três dias gravando sons de orgasmo para sua cena de sexo invisível.

Ódio pelo novo fusca

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Durante os ensaios, Brad Pitt e Edward Norton descobriram que ambos compartilhavam um ódio apaixonado pelo novo Fusca.

Então, para a cena em que eles destroem vários carros com tacos de beisebol, Pitt e Norton insistiram que um dos carros deveria ser um novo Fusca.

Titanic está no filme!

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

A respiração na cena da caverna é, na verdade, a respiração de Leonardo DiCaprio em “Titanic” dentro do frame.

Pequena homenagem ao time

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Quando o narrador está escrevendo e enviando haicais em sua mesa no trabalho, os nomes na lista de e-mail são, na verdade, os de membros da equipe e assistentes de produção.

Os créditos de abertura representam a proposta do filme

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Esta é uma das curiosidades sobre Clube da Luta mais interessantes.

Originalmente, a sequência de abertura do Clube da Luta seria apenas o som de uma arma que abriria para Durden enquanto ele segurava uma arma na boca do Narrador.

Mas Fincher pagou mais de US$ 750.000 para criar uma sequência de créditos diferente. Esta nova peça, a que aderiu, começa em um cérebro mapeado por CGI, especificamente nos receptores de medo/pânico do Narrador. A câmera então trabalha para fora até vermos a arma.

Mas por que isso foi tão importante?

Em um ponto no filme, o Narrador diz: “Sem medo. Sem distrações. A capacidade de deixar aquilo que não importa realmente deslizar.” Este é um dos conceitos mais importantes do Fight Club.

Nem Palahniuk nem Fincher estão dizendo para ignorar o medo. Afinal, o medo é uma resposta biológica. O ponto é reconhecer o medo, usá-lo e ir além dele. Tudo no Fight Club começa e é resultado do medo.

A cena da troca de lugares no avião é um ponto-chave

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Antes que o Narrador conhecesse Durden, ele estava sentado ao lado de uma mulher de meia-idade, descrevendo seu trabalho.

Ele então fantasiou sobre uma colisão no ar. Quando ele acordou, Durden estava sentado ao lado dele. Esta mudança é importante por várias razões, muitas das quais são apresentadas em detalhes no personagem do narrador.

A linha inferior é que a mudança de feminino para masculino simboliza e desencadeia uma das conversas primárias do filme, a emasculação dos homens.

Antes de conhecer o Durden hiper-masculino, o Narrador foi consumido pela efeminada Marla Singer.

Depois que Tyler toma o lugar dessa mulher, o Narrador olha para um sinal de saída de emergência.

Curiosamente, o sinal mostra uma mulher de cabelos compridos com uma camisa de mangas compridas abrindo a saída de emergência.

Mas, no terceiro e último painel, a mulher mudou. A nova pessoa, possivelmente um homem, tem cabelo curto e está vestindo uma camiseta.

A insônia é um personagem no filme

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

De muitas maneiras, a insônia é um personagem no filme. Por isso, esta é uma das mais interessantes curiosidades sobre Clube da Luta.

Tyler Durden vive por causa das noites sem dormir do Narrador. A insônia encontrou seu caminho para a história porque Chuck Palahniuk, o autor, sofre com ela.

Ele até incorporou muitos dos métodos usados ​​para combater a insônia na história, colocando-os bem diante de nós.

De acordo com Palahniuk, lutar e perder é um potenciador do sono, dizendo: “estudos mostram que depois de um boxeador ou lutador perde uma partida, seus níveis de testosterona caem drasticamente. Seu metabolismo diminui. Todas essas mudanças, especula-se, funcionam para impedi-lo de entrar em uma nova luta antes que ele esteja fisicamente recuperado”.

As cavernas de gelo, o lugar onde o Narrador encontra seu animal de poder, é uma tática de visualização usada para criar um frio indutor do sono no corpo.

Finalmente, as icônicas sombras de bloqueadores azuis de Durden são comumente usadas pelos insones para proteger a produção de melatonina, que ajuda a controlar os ciclos de sono.

O filme te dá pistas o tempo todo

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Entre as curiosidades sobre Clube da Luta, esta é uma das mais divertidas de “pescar” ao longo do filme.

Assistir Clube da Luta para procurar sinais de que Durden e o Narrator são a mesma pessoa é a melhor experiência que você pode ter com o filme.

Embora nem todas as cenas sigam a ilusão, há várias dicas sutis a serem percebidas.

Por este ponto, a maioria das pequenas dicas foram separadas, mas há algumas que muitos fãs deixam passar.

Pegue a cena em que o Narrador e Durden estão no ônibus, por exemplo.

Um homem de cabelos compridos entra, passando pelos dois personagens.

Depois de empurrar Durden sem reconhecê-lo, ele se desculpa para passar o Narrador.

Ou o acidente de carro em que Durden estava dirigindo, mas depois tirou o Narrador dos destroços do banco do motorista.

Ou talvez a melhor de todas, quando Durden levou um soco no estômago pelo dono do bar, e o Narrador se inclinou para frente como se sentisse o golpe.

A imagem de Tyler aparece no filme bem antes do personagem aparecer

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Evidentemente, este assunto foi abordado em quase todos os lugares.

Ainda assim, não faz mal relembrar todas as vezes que o Narrador viu Tyler Durden antes de se encontrarem.

Você se lembrará que a imagem de Durden apareceu na tela algumas vezes antes de o Narrador ser apresentado a ele no voo.

No total, houve seis vislumbres de Durden, quatro dos quais Fincher chama de “Brads subliminares”.

A primeira vez que Durden é visto é quando o Narrador está no trabalho lutando para ficar acordado na fotocopiadora.

A próxima é no médico, que é seguida por outro flash no primeiro grupo de apoio.

O flash final é visto quando o Narrador observa Marla em um beco.

A próxima vez que Durden é visto está em um vídeo de boas vindas ao hotel.

Ele está na extrema direita da tela. Finalmente, Durden passa na direção oposta do Narrador, enquanto no aeroporto.

Helena Bonham Carter teve bronquite por causa do filme

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

No Clube de Luta anti-consumista, há muitas pressões do consumidor colocadas por toda parte.

As piadas com Starbucks e com a Ikea, por exemplo, são claras críticas ácidas ao consumo excessivo.

Fumar se encaixa nessa conta também. Há fumaça em todos os lugares no Clube da Luta. Não apenas os cigarros, mas também os sinais de “Não fumar”. Todos estes criam as mesmas pressões.

Mas, para Helena Bonham Carter, a forte inclusão do tabagismo cobra seu preço.

“No final das filmagens, dei a Finch um raio-x dos meus pulmões”, disse ela em uma entrevista. “Eu tive que fazer um raio-x porque tive bronquite durante os seis meses de filmagem. E Fincher fez muitas tomadas e ficou obcecado com a fumaça. Ela tinha que flutuar de uma maneira particular. Então eu estava sempre sentada em um cemitério de pontas de cigarro”.

Falas controversas

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

A infame frase pós-sexo de Marla Singer (Helena Bonham Carter) “Eu não sou comida assim desde a escola primária” era originalmente “Eu quero fazer o seu aborto”.

No entanto, Laura Ziskin, presidente da 20th Century Fox considerou muito controverso e ordenou que Fincher a reescrevesse. Ele concordou, mas apenas se ele não precisasse mudá-la outra vez.

Ziskin concordou com o acordo e, apesar de achar a nova linha ainda mais chocante do que a primeira, não conseguiu tirá-la do filme.

O papel dos grupos de apoio

20 anos depois: 20 curiosidades sobre Clube da Luta!

Perto do começo do filme, o Narrador revela a Marla por que ele frequenta grupos de apoio.

Ele explica: “quando as pessoas pensam que você está morrendo, elas realmente realmente escutam você…” Marla termina isso, acrescentando “em vez de apenas esperar a vez de falar”.

Além de descobrir as motivações do personagem, essa linha é poderosa por alguns motivos diferentes. Mais importante ainda, ela volta ao final do filme.

Nos últimos minutos do filme, o Narrador, com uma arma sob o queixo, diz: “Tyler, quero que você realmente me escute”.

Para isso, um Durden agora sombrio escuta atentamente e silenciosamente.

Essa mudança repentina nas habilidades de escuta de Durden, como Redditor RuinedEye reuniu em detalhes r / movied, é provável porque o Narrator está prestes a sair. Em outras palavras, Durden está ouvindo porque acredita que o Narrador está morrendo.

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »