Fernando Alonso anuncia que vai sair da McLaren e da Fórmula 1

Fernando Alonso anuncia que vai sair da McLaren e da Fórmula 1

Fernando Alonso anunciou nesta terça-feira que vai deixar a McLaren ao fim de 2018 e não vai disputar a temporada de 2019 da Fórmula 1.

Em suas redes sociais, o piloto espanhol divulgou um vídeo agradecendo os seguidos, enquanto a McLaren publicou uma nota oficial sobre sua saída.

“Depois de 17 maravilhosos anos nesse esporte incrível, é hora de fazer uma mudança e seguir em frente. Eu desfrutei de cada minuto desse período fantástico e não posso agradecer o suficiente a pessoas que fizeram tudo ser tão especial. Há ainda uma série de Grandes Prêmios para disputar na atual temporada e vou participar deles com mais compromisso e paixão do que nunca. Vamos ver o que o futuro traz. Muitos novos desafios vêm por aí. Estou vivendo um dos momentos mais felizes da minha vida, mas agora preciso explorar novas aventuras” disse Alonso na nota divulgada pela McLaren.

A trajetória de Fernando Alonso

Fernando Alonso anuncia que vai sair da McLaren e da Fórmula 1

Fernando Alonso estreou na Fórmula 1 em 2001, pela Minardi. Em 2002, correu apenas como piloto de testes da Renault, escuderia que o alçou a titular em 2003 e pela qual ganhou os títulos de 2005 e 2006.

Nos anos seguintes, defendeu a McLaren, voltou à Renault, correu pela Ferrari por quatro anos e voltou para a McLaren, onde está desde 2015. Alonso disputou 303 corridas – conquistou 32 vitórias, 22 poles e subiu ao pódio por 97 vezes.

Ele é bicampeão mundial de Fórmula 1 em 2005 e 2006 pela Renault, além de vice-campeão em 2010, 2012 e 2013 pela Ferrari.

Polêmicas

Fernando Alonso anuncia que vai sair da McLaren e da Fórmula 1

No GP de Cingapura, em 2008, uma tramoia foi traçada para beneficiar Alonso. Na época, Flavio Briatore, o então chefe de equipe da Renault, pediu a Nelsinho Piquet que batesse seu carro na volta quatorze, causando assim uma entrada do safety car.

Com isso, todos os pilotos fariam suas paradas para reabastecer. Alonso fez sua parada na volta doze, uma jogada, que no momento parecia sem sentido, mas era parte do plano. Com o safety car na pista, todos os pilotos, inclusive Felipe Massa que liderava a corrida, fizeram suas paradas. Alonso tomou a liderança da corrida e venceu. O caso foi delatado por Nelsinho Piquet e seu pai, após Briatore anunciar que Nelsinho não seria mais piloto da equipe.

O caso foi julgado e Flávio Briatore foi banido da Fórmula 1, Nelsinho foi absolvido por ser o delator, Pat Symonds (membro da equipe que participou do caso) foi suspenso da Fórmula 1 por cinco anos e Fernando Alonso, por falta de provas, foi absolvido.

Apesar dos maus resultados nos últimos anos, foi elogiado pelo CEO da McLaren, Zak Brown. “Fernando não é apenas um embaixador para a McLaren, mas também para a Fórmula 1.”

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »