Como parar de odiar alguém

Como parar de odiar alguém?

No mundo ideal, as pessoas lidam com as consequências dos seus erros. Quem magoou alguém ou fez algo errado que assuma e se desculpe com quem se ofendeu, certo? Mas na era do “cancelamento” as coisas vão um pouco além. Quem erra vira “cancelado”. E quem erra feio passa a ser odiado. Mas o quanto de ódio é o suficiente? E, mais importante, como parar de odiar alguém?

Pense em alguém que fez grandes cagadas em rede nacional, por exemplo, e atraiu tudo que é sentimento ruim para si por ter sido uma má pessoa. Já refletimos aqui (veja o link acima) sobre o que essa pessoa deve fazer quando descobre que agiu erado ou que é “má”. Mas e nós, que a odiamos, fazemos o quê?

Assim como quem errou, as pessoas que atiraram as pedras também precisam passar por um processo de reparação. Então vamos ver como fazer isso da melhor maneira para todos.

Entendendo o ódio e suas consequências

O ódio é uma emoção. Ele mora dentro da sua cabeça em algum lugar entre a raiva, o medo e a repulsa. Pode ser causado por muitas variáveis, mas na maioria das vezes é alimentado por processos de compreensões distorcidas e generalizações. Na pior das hipóteses, o ódio pode inspirar atos violentos.

Muitas pessoas acreditam que ignorar o ódio (ou outras emoções) faz isso desaparecer. Na verdade, não funciona assim. Emoções não resolvidas se acumulam e se intensificam com o tempo. Quanto mais intensa uma emoção, mais fisicamente difícil é contê-la. É quando começamos, sem perceber, a travar o maxilar, ranger os dentes, tensionar os músculos ou cerrar os punhos.

Além disso, emoções extremas desencadeiam a liberação de hormônios do estresse em nosso cérebro. Quando reprimimos emoções como o ódio, a liberação desses hormônios não cessa e, com o tempo, leva a um aumento das inflamações em todo o corpo e pode levar a consequências ruins para a saúde.

Entendendo o ódio

Como começar a combater o ódio

A resposta simples é que depende da situação. Se você sente ódio por uma pessoa ou grupo de pessoas que não entende, por exemplo, a solução passa por empatia (a capacidade de compreender e compartilhar os sentimentos de outra pessoa) e compaixão (engajar-se em um ato de bondade). Não suponha nada. Pergunte diretamente por que uma pessoa é como é ou por que faz as coisas que faz.

Se você odeia uma pessoa ou um grupo de pessoas que fizeram algo ruim com você, vai precisar de autocompaixão. É OK estar chateado com o que aconteceu, e estabelecer limites para manter sua segurança física e emocional no futuro. Mesmo assim, tente se comunicar sobre o impacto que o comportamento dessa pessoa (ou pessoas) teve em sua vida. Com apoio (talvez de terapia) e se for saudável e apropriado, considere o que pode ser necessário para parar de odiar e perdoar.

O que fazer para parar de odiar alguém

Primeiro de tudo, para e pense. Reflita se o que você está dizendo a si mesmo ou a outros quando fala sobre o motivo do seu ódio é correto ou exagerado – ou falso. Há evidências que sustentam tudo o que você acusa? Você mesmo consegue pensar em argumentos contrários ao seu ódio?

Em segundo lugar, sempre que você se encontrar pensando de maneira generalizadora ou  do tipo “amo ou odeio”, tente voltar para o ponto de equilíbrio. Em vez de dizer: “Essa pessoa é um lixo”, considere: “Não concordo com o que essa pessoa fez”.

Por último, tente praticar um ato de bondade gratuito. Não precisa ser para a pessoa, mas pode ser com ela em mente. Seja legal com alguém gratuitamente, ou não entre em uma corrente de xingamentos ou cancelamento, por exemplo.

Se você nem conhece a pessoa, deve parar de odiá-la

Como deixar de odiar alguém que eu nem conheço?

Se você entrou em um cancelamento gigante e se viu, de repente, odiando algum famoso, por exemplo, lembre que “cancelar” pessoas é a forma menos eficaz de apontar erros e corrigir más atitudes.

Se o que o “cancelado” fez foi algo grave e as devidas autoridades já têm consciência desses atos, não tem mais o que você possa fazer. Se quiser cobrar por punições, tudo bem. Mas a partir do momento em que elas já estiverem acontecendo, cabe a você dar espaço para quem errou refletir e, talvez, amadurecer.

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Stock Images by Depositphotos
Tudo na mão para você ficar ON
Homem também tem que ter estilo
A Pod360 ajuda você na construção do seu podcast.
Loja oficial do Manual do Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »