Conheça os lançamentos do Festival Brasileiro da Cerveja 2015

Confira as principais atrações da maior feira cervejeira

De 11 a 14 de março, o Parque Vila Germânica recebe o Festival Brasileiro da Cerveja 2015. Este é o maior encontro do setor no país, um evento que celebra o mercado de cerveja artesanal.

+ Conheça as vencedoras do Festival Brasileiro de Cerveja 2015

Durante o evento, degustações, palestras e Workshops, shows de música, gastronomia e outras coisas estão aguardadas.

Como não poderia ser diferente, o foco do evento são as cervejas, onde mais de 600 rótulos estarão disponíveis. O Festival é uma boa oportunidade para cervejarias e importadoras apresentarem suas novidades. Confira abaixo os principais lançamentos e atrações cervejeiras esperadas para o evento.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

Bierland Manobier e Strong Golden Ale

A cervejaria de Blumenau contará com duas novidades durante o Festival. A primeira é a Manobier, uma Strong Scotch Ale, conhecida também como Wee Heavy, baseada em receita vencedora do Concurso Cervejeiro Caseiro Bierland 2014.

A outra atração é a Bierland Strong Golden Ale, que passa por um tempo extra de maturação e refermentação na garrafa, com coloração dourado intenso e aroma que sugere notas de tangerina e frutas cítricas.

Eisenbahn Belgian Blond Ale – Vencedora do Concurso Mestre Cervejeiro 2014

Eisenbahn Belgian Blond Ale Lançamentos do Festival Brasileiro da Cerveja 2015

Em 11/2, a cervejaria Eisenbahn vai lançar na sua fábrica a cerveja vencedora do Concurso Mestre Cervejeiro 2014. É uma Belgian Blond Ale e o dono da receita é o cervejeiro caseiro Anderson Faller, que conquistou o direito depois de passar por 1000 inscritos.

Karavelle Summer Wit Lemon & Pepper

A cervejaria paulista leva para o Festival seu mais novo lançamento: a Summer Wit Lemon & Pepper. O rótulo, desenvolvido com o mestre cervejeiro Patrick Bannwart e com o chef de cozinha contemporânea brasileiro Igor Furlan, é uma witbier refermentada na garrafa, não pasteurizada, com limão kaffir, manjericão tailandês e pimenta sichuan. Conta com 5% de teor alcoólico e 15 IBU*.

Morada Cia Etílica e nove destaques

A cervejaria curitibana vai ao encontro com nove novidades:
Roggen Kölsch (5% ABV e 26 IBU): Kölsch com Centeio feita em colaboração com a Das Bier. Cerveja lançada exclusivamente para o clube Have a Nice Beer.
Liquid Rio (4% ABV e 6 IBU): Farmhouse Berliner Weiss com Pêssego feita com colaboração da Stillwater. Cerveja lançada exclusivamente para o clube Have a Nice Beer.
Berliner Rye Cupuaçu – Berliner Rye com Cupuaçu (5% abv / 8 IBU): Variação de Berliner Weiss feita com centeio e polpa de cupuaçu.
Sorachi Gose – American Oatmeal Gose (5,1% abv / 9 IBU): Inspirada no clássico c* de burro, leva raspas de limão e dry hopping de Sorachi Ace.
Nitro Brown Saison – Brown Saison (5% abv / 18 IBU): Saison escura com maltes caramelizados e leve toque de morango, servida no nitrogênio.
Gasoline Sour – Flanders Red Ale (6,7% abv / 30 IBU): Gasoline Soul envelhecida em barris de vinho do porto.
Amburana Farmhouse – Wood Aged Farmhouse (7,1% abv / 20 IBU): Saison envelhecida em barris de Amburana – Colab. Stillwater
Xocolatl – Metheglin (13,8% abv): Hidromel ritual Asteca, com Nibs de Cacau da Bahia, pimentas defumadas mexicanas, canela da China e baunilha de Madagascar. Colaboração com a AMMA Chocolates.
Café Hop Arabica: Café Fazenda Sertão de Carmo de Minas/MG coado, exatamente o mesmo que vai na Hop Arabica.

Invicta Transatlântica

A cervejaria aposta no estilo sours para lançar a Transatlântica, com 6% de teor alcoólico e que leva ingredientes como cajá-manga, uma fruta popular na região Nordeste.

Wäls Saison d’Alliance e Session Hiratake

Wäls Saison d'Alliance Lançamentos do Festival Brasileiro da Cerveja 2015

A cervejaria mineira vai celebrar a recente união com a Bohemia com o lançamento da Saison d’Alliance, uma cerveja no estilo saison, com sálvia, gengibre e hortelã. Ela foi produzida com a levedura da belga Leffe, que também pertence ao grupo AB-Inbev.

A segunda novidade é a Session Hiratake, uma Session IPA que leva cogumelos Hiratake Salmão e lúpulos Jarrylo e Ella.

Além disso, outras atrações são esperadas para o evento.

A Wäls Trippel, uma breja fermentada com manga e acerola do jardim da cervejaria. A Wäls Petroleum, maturada por 6 meses em barrica de carvalho francês de cachaça Salinas e com cacau da República Dominicana. E, por fim, uma Wäls Quadruppel maturada por 6 meses em carvalho Francês de cachaça Salinas.

Tupiniquim Tirana Sour Ale

Outra cervejaria a apostar nas cervejas ácidas é esta de Porto Alegre, com o uso da levedura selvagem Brettanomyces e levedura de champanhe, resultando na Tirana Sour Ale.

Outro destaque será os lançamentos de seus tradicionais rótulos maturados em barris de whisky e cachaça, além de novas cervejas de estilos belgas como dubbel e tripel.

Dortmund e três novidades

A cervejaria de Serra Negra apresentará três novidades para o Festival.

Schloss Lemon: no lugar da receita com casca de laranja, foi adicionado limão siciliano, garantindo assim, o aroma mais cítrico, refrescante e seco.
Nostradamus Stout: o rótulo ganhou uma versão envelhecida em barril de carvalho europeu. Com aroma de café e 5,5% de teor alcoólico.
Dortmund Hopfen: uma Imperial German IPA feita com os maltes alemães especiais da Global Malz® e Weyermann®, o que dá à cerveja potentes 8,5% de álcool.

A Odisseia da Bodebrown

A premiada cervejaria curitibana terá como novidade uma nova versão da Atomga Imperia Stout, uma bebida potente com receita criada em colaboração com cervejeiros norte-americanos e que leva cerejas chilenas na receita. Além disso, são 27 variedades de chope no total, mas 15 engatadas por vez, por razão do espaço dentro do stand.

Confira o que encontrar por lá:

Cupulate Porter é uma cerveja escura com adição do Cupulate da Amazônia, chocolate feito com a semente do Cupuaçu ao invés do tradicional Cacau.
Bodebrown/ Providência Session IPA – Cerveja Colaborativa entre Bodebrown e Providência. Uma cerveja leve, seca e um de buquê de lúpulos cítricos, bem perfumada.
Bodebrown Grodziskie Gratz Polska – Cerveja leve de estilo histórico polonês feita com malte de trigo defumado no carvalho. Feita em homenagem a segunda maior população polonesa fora da Polônia (Curitiba).
Bodebrown Blend of Ales – Cerveja feita do blend de 3 Ales de muito sucesso da Bodebrown: Wee Heavy, Montfort Rye IPA Draft e Atomga Imperial Stout wood aged.
Bodebrown Burton Pale Ale – cerveja feita em homenagem as pale ales de Burton on Trent, após algumas viagens e estudos sobre a cultura das Real Ales, resolvemos fazer uma Burton Pale Ale, cerveja de cor pálida com single malte de Maris Otter.
Bodebrown Hop Weiss Sorachi Ace – Cerveja de trigo clara com dry hopping e nessa edição levou o lúpulo japonês na receita.
Bodebrown Saint Arnould 6 – a primeira da série, cerveja de Abadia que leva especiarias.
Bodebrown/ Das Bier Schokoladen Roggen Bock – cerveja colaborativa entre Bodebrown e Das Bier feita com malte de centeio e cacau nibs.
Bodebrown Double Perigosa Wood Aged 2014 (Cabernet Sauvignon Barrel)
BodeBrown Wee Heavy Wood Aged 2014 (Amburana Barrel)
BodeBrown Wee Heavy Wood Aged 2014 (American Oak – Red Wine Barrel)
Bodebrown Tripel Montfort Wood Aged 2014 (Cabernet Sauvignon Barrel)
Bodebrown Tripel Montfort Wood Aged 2014 (Chardonnay Barrel)
Adnams Mosaic Pale Ale – chope importado da cervejaria inglesa Adnams, com 4,1% ABV e single hop do lúpulo Mosaic.

Irmãos Ferraro com quatro novidades

A cervejaria de Porto Alegre vai trazer para o Festival Brasileiro de Cerveja quatro novidades:

Brazillian Imperial Ferrariana: Imperial Stout de 11% de teor alcoólico, com amargor inglês e um leve toque cítrico;
Vipper’s Venum: Belgian Blond produzido exclusivamente para o Mulligan Irish Pub;
CaturrIPA: American IPA que leva um blend de 5 lúpulos norte-americanos (Amarillo, Mosaic, Citra, Columbus e Bravo), tanto na produção como no dry hopping;
Clementina APA: uma American Pale Ale bem cítrica, carregada de lúpulo mosaic no dry-hopping.

Bier Hoff em dose tripla

A cervejaria de Curitiba leva para o encontro com três novidades. A Bier Hoff Cocada Preta, uma porter com 5,9% de teor alcoólico e com adição de coco queimado e cacau. A Bier Hoff Apache, uma American Pale Ale com 5.2% de teor alcoólico e sete variedades de lúpulo. E a Bier Hoff American Wheat, não filtrada, com 4,7% de teor alcoólico e seis variedades de lúpulo.

Dama Bier

Para o Festival, a cervejaria de Piracicaba apresenta três novidades:
– Uma West Coast Rye IPA de amargor intenso feita de forma colaborativa com a Cervejaria Tupiniquim.
Dama Y’Iara, uma Imperial Pilsner feita em parceria com a Cervejaria Nacional.
Dama Reserva 05, cerveja comemorativa dos 5 anos da cervejaria. A base é uma Strong Dark Ale que foi maturada em diferentes barris de carvalho francês e de umburana.

Amazon Beer, Bodebrown e De Bora Bier lançam Cupulate Porter

Cupulate Porter Lançamentos do Festival Brasileiro da Cerveja 2015

As cervejarias Amazon Beer, Bodebrown e De Bora Bier lançarão uma cerveja colaborativa no Festival. A Cupulate Porter contará com 5,9% de teor alcoólico e leva Cupulate da Amazônia, espécie de chocolate feito com semente de cupuaçu.

Abadessa Hopfen Series

A cervejaria de Porto Alegre lança uma série de cervejas mais lupuladas no Festival:

Abadessa/Seasons German IPA: (6,7% ABV e 56 IBU*) Rótulo desenvolvido em parceria com a a cervejaria gaúcha Seasons, com os lúpulos Mandarina Bavária e Hull Melon no dry hopping.

Abadessa Sticke Alt: (6,5% ABV e 65 IBU*) O mestre cervejeiro alemão e sommelier campeão mundial, Oliver Wesseloh, criou essa Altbier usa o lúpulo Spaltene Mittelfruh.

Abadessa Hopfenweizen: (6,2% ABV e 44 IBU*) o rótulo criado na Feira Drinktec 2011, em Munique, foi aprimorado com lúpulos alemães. Teve dry hopping com o lúpulo Mandarina Bavária.

Weird Barrel Bad Luck

A cervejaria de Ribeirão preto estreia no evento com a Weird Barrel Bad Luck, uma fruit beer com frutas vermelhas.

Cervejaria Burgman

A cervejaria de Sorocaba oferece seis novidades para o evento:
Rabo de Arraia – Uma frutada e lupulada Belgian IPA com com 7,5% de teor alcóolico e 60 IBU. Leva lúpulos Sorachi Ace e Falconer’s Flight.
– Versões long neck das cervejas Ipa Hop, Cosmonauta e Casanova.

Sauber

Imperatriz, uma Vienna Lager com alma nobre.
Dona Cidra , uma Weizenbier na qual foi adicionada um fermentado de laranja na 2º fermentação, o que lhe conferiu refrescância com um gostinho de sidra.
Black Ipa , uma cerveja escura com destaque dos maltes tostados e uma maior quantidade de lúpulo.
Session Pilsen, cerveja clara e leve, perfeita para o nosso verão.

Way Beer em dose tripla

Lançamentos do Festival Brasileiro da Cerveja 2015 2

A cervejaria curitibana vai levar três grandes novidades para o evento:

Way Cider IPA: leva 45% de maçã e 55% malte em sua receita. Conta com 60 IBU* e 6,7% de teor alcoólico.
Way Saque IPA: leva na receita 45% de arroz, levedura de saque, single Hop do lúpulo Sorachi Ace, 60 IBU* e 6,5% de teor alcoólico.
Way Wood Blended Beer, se resume em um blend de cervejas que estão maturando no barril. Com as proporções adequadas, uma nova cerveja é criada. O blend para Blumenau será surpresa.

Seasons Dubbel Dragon e Seasons BasiliCow

A cervejaria de Porto Alegre contará com duas novidades para o evento. Uma é a Seasons Dubbel Dragon, uma cerveja baseada no estilo belga dubbel. A outra é a Seasons BasiliCow, uma witbier que leva manjericão.

Tormenta Wit Bear

A cervejaria curitibana leva para o festival a Tormenta Wit Bear, uma witbear clássica, que leva na receita trigo não maltado, cascas de laranja frescas e coento. Com 15 IBU’s e 5% de teor alcoólico.

Dum Cervejaria e as edições de Petroleum

Para o encontro, a cervejaria de Curitiba conta com edições especiais da premiada cerveja. As cervejas foram maturadas em barricas de Amburana, Castanheira do Pará e Carvalho Francês, cada uma com um tipo específico de tosta. No festival serão apenas apenas 100 kits disponibilizados. Após o evento, outros 900 serão comercializados em todo o país, pela distribuidora BeerManiacs.

A DUM também apresentará no evento sua coleção de copos de cristal, feitos artesanalmente na Cristal Blumenau, com quadro modelos, um para cada cerveja (Grand Cru, Karel IV, Petroleum e Jan Kubis).

Backer Las Mafiosas

A cervejaria mineira volta com a série Las Mafiosas, que a princípio produzida em parceria com a a mestre cervejeira norte-americana, Alex Nowell, sócia da micro-cervejaria Three Weavers Brewing (EUA).

O resultado são três novos rótulos:

Backer Tommy Gun: Double IPA com 8,4% de teor alcoólico, bem amarga e notas frutadas, seguindo bem o estilo californiano de cervejas artesanais.

Backer Diabolique: Uma American India Pale Ale com 7,5% de teor alcoólico e 52 IBU’s (Unidade de Amargor), notas bem cítricas e totalmente inspirada na Three Weavers The Messenger, com Limão Capeta e Mexirica Carioca.

Backer Corleone: Uma Imperial Red Ale com 7,7% de teor alcoólico e 62 IBU’s (Unidade de Amargor), mix de 5 lúpulos e 5 maltes nobres.

IBU: unidade de amargor da cerveja

Fonte: All Beers, Destemperados

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »