15 Cervejas da Escola Inglesa que você precisa tomar antes de morrer

15 Cervejas da Escola Inglesa que você precisa tomar antes de morrer

A terra da rainha presenteou-nos com três coisas fantásticas: a invenção do futebol, os Beatles e, a tradição das Cervejas Inglesas.

+ Cervejas belgas para você beber 
Cervejas alemãs que você precisa conhecer

Assim como todo inglês, as cervejas de lá conservam um estilo muito particular e conhecido. Dentre os estilos mais conhecidos, estão a Bitter (English Pale Ale), Brown Ale e Porters. Outras heranças das escolas britânicas são a cultura de beber com os amigos em pubs e o consumo de cervejas em barris (tipo keg e cask).

As cervejas, com tradição dos estilos Porter e Pale Ales, normalmente são menos carbonadas, com menor formação e persistência da espuma. Com uma boa presença de lúpulo e baixa carbonatação, o resultado são cervejas com amargor mais facilmente percebido.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

Conheça melhor a escola cervejeira e confira algumas opções que você tem que provar.

História das Cervejas Inglesas

Cerveja idade média
Na Idade Média, onde a pureza das águas raramente tinha garantias, era a cerveja uma das bebidas alcoólicas mais consumidas para matar a sede e alimentar. Naquela época, o consumo de cerveja na região da Bretanha tinha uma média de 300 litros por habitantes.

Assim como o pão, fazer cerveja era um ato das mulheres da época e dedicada ao consumo familiar. Com o tempo, algumas dessas ‘alewives’ (esposas cervejeiras) passaram a atrair a fama de suas aldeias por suas receitas de brejas saborosas, faturando algum com a venda da bebida. Esta atividade deu início ao surgimento de casas especializadas em cervejas, as alehouses, onde era possível beber cerveja e confraternizar.

Com o tempo e sucesso desses pontos de encontros, eles deram lugar aos public houses (pubs), onde comida, acomodação para passar a noite e cervejas atraiam as pessoas.

Cervejas Inglesas Pub

Foi na Revolução Industrial que as grandes cervejarias investiram pesado para melhorias e barateamento dos processos cervejeiros, deixando as cervejarias artesanais de lado.

Na década de 60/70, com a invasão das cervejas Lagers (Heineken) na ilha britânica, os estilos das cervejas inglesas perderam força e concorrência, já que as primeiras eram muito mais baratas, refrescantes e acessíveis.

Inconformado com as cervejas de produção em massa, um grupo de ingleses fundaram em 1971 a associação de consumidores de cervejas batizada de CAMRA – Campanha por Real Ale –  para proteger os pubs e os estilos de cervejas antes da Revolução industrial.

Estas cervejas eram acondicionadas em barris de madeira, chegavam ainda maturando aos pubs, com baixa carbonatação e extraída através de bombeamento manual – contrariando a extração sob pressão dos rótulos modernos.

Assim, não só os ingleses como outros países voltaram a consumir cervejas artesanais dos velhos e tradicionais estilos britânicos, combatendo a propaganda das megacervejarias.

Cervejas da Escola Inglesa que você precisa tomar antes de morrer

As cervejas da escola inglesa representam os países Inglaterra, Escócia e Irlanda. Confira abaixo as cervejas que representam os principais estilos britânicos (rótulos ingleses ou não).

1 – Batemans Victory Ale (6% ABV)

Batemans Victory Ale
Estilo: English Pale Ale.

Da cervejaria Batemans, a Victory Ale é uma English Pale Ale que já esteve na lista das 50 melhores cervejas do mundo. Ela leva malte de cevada e de trigo em sua receita, tem a coloração de cobre, oferece um sabor frutado e tem um amargor presente. O aroma é intenso e os rótulos da cerveja são um grande destaque, atraindo o público para a degustação.

Outras opções de cerveja: Bierland Pale Ale, Backer Pale Ale.

2 – Newcastle Brown Ale (4,7% ABV)


Estilo: English Brown Ale.

A cerveja já conquistou o International Brewery Awards, uma das maiores premiações cervejeiras. A Newcastle Brown Ale é conhecida no Reino Unido como a cerveja de um homem do trabalho, tendo uma longa associação com a indústria. Já nos mercados exportadores, ela é conhecida pelo grande consumo do público jovem.

Outras opções de cerveja: Brooklin Brown Ale, Colorado Titãs.

Mais informações sobre: Newcastle Brown Ale

3 – Fuller’s London Pride (4,7% ABV)


Estilo: Special Bitter.

Selecionamos a cerveja número 1 do Reino Unido. De coloração âmbar, ela tem o aroma que realça o floral do lúpulo, cítrico e malte. Por ser leve, facilita seu drinkability*. Não é por acaso que essa premium ale se intitula o “Orgulho de Londres”.

Outras opções de cerveja: Old Golden Hen, Iron Maiden Trooper.

4 – Guinness Draught Stout (4,1% ABV)


Estilo: Dry Stout.

A cervejaria localizada em Dublin transformou-se em um símbolo nacional da Irlanda. Não é para menos, a Guinness Draught Stout é considerada a Stout mais vendida do mundo. Sua coloração escura, a espuma densa (tirada em duas etapas da biqueira), são suas marcas registradas (oferecendo até um ritual próprio).

Outras opções de cerveja: Sa’Si Stout, North Coast Old n° 38 Stout

Mais informações sobre: Guinness Draught Sout

5 – Fullers ESB


Estilo: Extra Special Bitter.

Tricampeã no Champion Beer of Britanin e bicampeã no World Champion Bitter, este rótulo já conquistou 14 medalhas desde 1978 para cá. Muitos especialistas apontam esta como a melhor Premium Ale, pelo sabor complexo, suave e marcante. O aroma frutado e herbal de lúpulo ingleses são balanceados por maltes encorpados.

Outras opções de cerveja: Urbana Sporro, Klein ESB.

6 – Spitfire

Spitfire
Estilo: English Pale Ale.

Em 1990, a Shepherd Neame lançou a Spitfire para celebrar o 50º aniversário da Batalha da Inglaterra e para arrecadar dinheiro para a Air Force do país. Desde então, foi premiada em 2009 na Monde Selection Grand Gold e bronze no World Beer Cup. Utiliza 3 lúpulos de Kent, que conferem equilíbrio e aroma floral, com notas de geleia de uvas, pimenta do reino e maltes caramelizados. Seu final frutado lembra framboesa e especiarias.

Outras opções de cerveja: Fuller’s Chiswick Bitter, Badger Hopping Hare.

7 – Meantime India Pale Ale (7,4% ABV)

Meantime India Pale Ale
Estilo: English India Pale Ale.

A tradução fiel do estilo criado para colonizações inglesas na Índia durante o século 19, o rótulo conta com notas florais e cítricas (maracujá, abacaxi e laranja), provenientes dos lúpulos Fuggle e Goldings. A bebida pode ser armazenada por longos períodos, intensificando o sabor.

Outras opções de cerveja: Bier Hoff IPA, LoCA Irmãos Ferraro.

8 – Smithwick’s Irish Ale (5% ABV)

Smithwick's Irish Ale
Estilo: Irish Style Red Ale.

Embora a Irlanda seja conhecida pela sua famosa Stout Guinness, o país também tem uma longa história de fabricação e consumo de cerveja ales vermelhas. Construído no recinto de uma antiga abadia franciscana, o local de fabricação de cerveja foi o lar de um grupo de monges. Smithwicks é o maior produtor de cerveja na Irlanda e, juntamente com Guinness, faz parte da Diageo. É um rótulo de suave carbonatação, baixo amargor e notas de caramelo e malte.

Outras opções de cerveja: Cevada Pura Red Ale, Rogue Santas Private Reserve.

9 – Fuller’s London Porter (5,4% ABV)


Estilo: Porter.

Considerada por especialistas como a mais clássica Porter, com prêmios em diversas competições mundiais, ela é fabricada com uma mescla de maltes, criando assim um sabor cremoso e balanceado com o tradicional lúpulo Fuggles. Aroma de café e chocolate amargo, final seco e leve amargor.

Outras opções de cerveja: Meantime London Porter, Harviestoun Old Engine Oil Engineer’s Reserve Blackest Ale.

10 – Anchor Porter (5,6% ABV)

Anchor Porter
Estilo: Robust Porter.

O rótulo da cervejaria norte-americana representa o estilo inglês. Com maltes torrados, a cerveja preta revela aroma de chocolate, toffee e um suave cítrico de lúpulo americano. No sabor, também pode ser notado o caramelo, café, com amargor seco.

Outras opções de cerveja: Sierra Nevada Porter, Rogue Mocha Porter.

11 – Youngs Double Chocolate Stout (5,2% ABV)


Estilo: Sweet Stout.

A inglesa da cervejaria Wells & Young`s é fabricada na cidade de Bedford e considerada uma das primeiras cervejas de chocolate produzidas no mundo. De coloração escura e estilo Sweet Stout, é feita com barras do chocolate Cadbury, adicionada junto ao lúpulo durante a fase de cozimento da cerveja. O aroma oferece a sensação de chocolate e, no paladar, a sensação do malte torrado e café são percebidas. Encorpada, acompanha bem várias sobremesas.

Outras opções de cerveja: Burgman Sout, Saint Bier Stout.

12 – Mikkeller Milk Stout (6% ABV)

Mikkeller Milk Stout
Estilo: Sweet Stout.

Para representar o estilo que leva lactose antes do seu envase, escolhi a cerveja dinamarquesa itinerante. A bebida preta e com boa formação de espuma, oferece um aroma de chocolate, café e leite. No sabor, a clássica combinação café com leite, com uma leve acidez.

Outras opções de cerveja: Rogue Chocolate Stout, Samuel Adams Cream Stout.

Mais informações sobre: Mikkeller Milk Stout

13 – North Coast Old Rasputin (9% ABV)

North Coast Old Rasputin
Estilo: Russian Imperial Stout.

Estilo de cerveja produzido que desde o século 18 para os ingleses que abasteciam a corte de Catarina II, na Rússia, a Old Rasputin desenvolveu um culto de seguidores por onde é servida. O rótulo ganhou mais lúpulo e maltes tostados. Uma cerveja de coloração preta, com forte sabor maltado, lembrando chocolate amargo, café e alcatrão. Nota herbal do lúpulo e final seco.

Outras opções de cerveja: Colorado Ithaca, Tupiniquim Imperial Stout.

14 – Fuller’s Golden Pride (8,5% ABV)

Fuller's Golden Pride
Estilo: Barley Wine.

Outro rótulo da cervejaria Fuller’s, a Golden Pride é uma Strong Ale bastante aromática e complexa. As notas de laranja torrada e notas de frutas secas estão presentes, esta cerveja possui sabor intenso e duradouro. Os lúpulos Northdown, Challenger e Target em conjunto com o malte crystal, proporcionam a característica marcante da bebida.

Outras opções de cerveja: Bohemia Reserva, Baladin Elixir.

15 – Bodebrown Wee Heavy (7,2% ABV)

Bodebrown Wee Heavy
Estilo: Strong Scotch Ale.

Para representar o estilo escocês do século 18, aposto na cervejaria brasileira eleita melhor do ano em 2014. Foi uma das primeiras cervejas da Bodebrown, 1ª do estilo no Brasil e premiada com uma Medalha de Ouro no Mondial de La Bière no Canadá em 2011. É uma clássica Scotch Ale, alcoólica, encorpada com doçura residual do malte evidente, aromas maltados, tostados, turfados e caramelados.

Outras opções de cerveja: Founders Backwoods Bastard, San Diego Scotch Ale.

* Drinkability: Característica que mede quando uma cerveja é agradável e pode provocar o consumo novamente.

**IBU: unidade de amargor da cerveja.

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »