50 livros sobre sexo para ler no lugar de 50 Tons de Cinza

Woman-Reading-In-Bed

Falar mal de “50 Tons de Cinza” é fácil. Além de viver em uma relação de perseguição, intimidação, isolamento e humilhação, o livro incentiva a violência contra mulheres, cria o mito do homem perfeito e uma visão distorcida da realidade.

Porém, na fúria de criticar, muitos não fazem a via reversa e deixam de oferecer outras opções de leitura que sejam melhores, mais divertidas e produzam mais conhecimento sobre o sexo do que a obra de E. L. James.

Pensando nisso, nós separamos 50 livros para você, e principalmente sua companheira, lerem no lugar de “50 Tons de Cinza”. Vão desde clássicos da ficção erótica até livros sobre filosofia e alguns manuais safados.

Confira nossa seleção de livros abaixo:

Ficção

budas2

  • “A Casa dos Budas Ditosos” de  João Ubaldo Ribeiro:  Uma mulher de 68 anos conta as experiências sexuais que teve após uma vida sem se negar a fazer o que dava na cabeça.
  • “120 Dias de Sodoma” de Marquês de Sade: Quatro homens se trancam em um castelo com 46 pessoas durante 4 meses e realizam as mais perversa experiências sexuais.
  • “As 100 Melhores Histórias Eróticas da Literatura Universal”: O organizador Flávio Moreira reuniu histórias de todos os séculos e dos quatro cantos do mundo em um mesmo livro. Da Grécia antiga até os dias de hoje.
  • “Fanny Hill ou Memórias de uma Mulher de Prazer” de John Cleeland: Ano 1748. Uma jovem resolve tentar a vida em Londres e se acaba se tornando uma requisitada cortesã.
  • “A História do Olho”M de Georges Bataille: Dois adolescentes narram as experiências sexuais pelas quais eles passam, como sadomasoquismo, voyeurismo e a sexo anal.
  • “Sofá” de Crébillon Fils: A história é narrada por um sofá que conta todos os tipos de aventuras sexuais que rolaram em cima dele.
  • Teresa Filósofa”: O romance anônimo conta a história de Teresa, uma jovem que vive o conflito entre seus desejos sexuais e sua religião.

lolita-1997

  • “Flossie, a Vênus de Quinze Anos” de Swinburne: Clássico pornográfico da Era Vitoriana conta a historia da relação entre o capitão Jack Archer e Flossie Eversley, uma jovem de 15 anos.
  • “Mulheres” de Charles Bukowski: No livro, o mestre da putaria narra as aventuras sexuais de um homem que volta a transar após quatro anos na seca.
  • “A Casa Verde” de Mario Vargas Llosa: Premiado autor peruano conta a história de um prostíbulo na pequena cidade de Piura e dos personagens que frequentam o local
  • “Lolita” de Vladimir Nabokov: O livro narra a história de amor obsessiva de Humbert Humbert, um intelectual de meia-idade, por Dolores Haze, Lolita, uma garota de 12 anos.
  • “Engraçadinha” de Nelson Rodrigues: O livro conta a história de uma ninfomaníaca e como seus atos afetam a vida das pessoas ao seu redor.
  • “As Relações Perigosas”, de Choderlos de Laclos: O livro conta por meio de cartas a vida sexual dos membros de um grupo da nobreza francesa,
  • “A Vênus das Peles” de Sacher-Masoch: A obra conta a história do relacionamento de dominação sexual entre Severin e Wanda, O livro acabou dando origem ao termo “masoquismo”, inspirado no sobrenome do autor.

DSC02232

  • “O Novo Epicuro: as Delícias do Sexo” de Edward Sellon: Um homem conversa com suas amantes por meio cartas picantes que revelam todos os detalhes de suas últimas aventuras eróticas.
  • “Autobiografia de uma Pulga” de Stanislas de Rhodes: Uma pulga narra os atos sexuais entre homens e mulheres da era vitoriana. Adultério, homossexualismo e incesto são alguns dos temas abordados no livro.
  • “Pornólogos”, de Pietro Arentino: No século XIV, duas prostitutas conversam para decidir o futuro de uma delas enquanto relembram suas aventuras sexuais.
  • “Minha Vida Secreta”, de Walter: O diário de um cavalheiro relata o clima libertino que guiava a Era Vitoriana apesar de todos os tabus da sociedade.
  • “O Caderno Rosa de Lori Lamby”, de Hilda Hilst: O livro narra as descobertas sexuais de Lori, uma garota de oito anos que vende seu corpo por incentivo dos pais e sente prazer na prostituição.
  • “A História de Ó”,  de Anne Desclos: Ó é uma mulher livre que é levada a um castelo por seu amante. Lá ela se torna escrava dele e de outros homens e passa a ser submetida a várias práticas sexuais.
  •  “Juliette Society”, de Sasha Grey: Primeiro livro de ficção escrito pela ex-atriz pornô Sasha Grey.
  • “Delta de Vênus”, de Anaïs Nin: Coletânea de histórias da aclamada escritora erótica Anaïs Nin com narrativas sobre triângulos amorosos, orgias e prostitutas satisfazendo os desejos mais estranhos de seus clientes.
  • “O Amante de Lady Chatterley”, de D. H. Lawrence: Lady Chatterley é uma mulher que não pode se satisfazer sexualmente por seu marido cadeirante ferido na guerra. Logo, ela resolve buscar satisfação sexual no caseiro da propriedade.
  • “Sexto Sexo”, de Fernanda Lizardo: Compilação de textos do blog homônimo que contava a história de Cooper, uma mulher que gosta muito de sexo e não mede consequências para se satisfazer.
  • “Decameron”, de Boccacci: Uma série de 100 contos mostra como eram as relações pessoais e sexuais durante a Itália, na Idade Média.
  • “Desidéria”, de Alberto Moravia: Filha de uma prostituta, Desidéria é adotada por uma mulher sexualmente voraz. Em certo momento a mãe adotiva cobiça a garota.
  • “Jóias Indiscretas” de Diderot: O sultão do Congo ganha um anel mágico que faz com que todas mulheres para que ele aponte a joia lhe conte a histórias sexuais mais tórrida que viveram.

Quadrinhos

MANARA_El Gaucho_06

  • “Pagando por Sexo” de Chester Brown: Um homem decide apenas ter relações sexuais com prostitutas. Baseado na história real do autor.
  • “Meus problemas com as mulheres” de Robert Crumb: O polêmico autor mostra sua mistura de devoção e desprezo pela figura feminina, a SUA fixação por mulheres gordinhas e seus fetiches bizarros em um só HQ.
  • Click” de Millor Manara: Um cientista coloca um dispositivo na cabeça de uma mulher que sempre que ele aperta um botão ela sente um tesão absurdo e precisa transar imediatamente.
  • “O Vira-Lata”, de Paulo Garfunkel e Libero Malavoglia: Idealizada por Drauzio Varella essa HQ erótico-policial servia para conscientizar os presos da Casa de Detenção do Carandiru sobre a AIDS.
  • “A Pro”, de Garth Ennis e Jimmy Palmiotti: Uma prostituta ganha super poderes e resolve usar suas novas habilidades para tirar uma grana extra;
  • “Lost Girls”, de Alan Moore e Melinda Gebbie: O que acontece quando a Alice, do País das Maravilhas; Dorothy, de OZ e Wendy, de Peter Pan, começam suas vidas sexuais?
  • “Os Catecismos”, de Carlos Zefiro: Durante 30 anos, as publicações eróticas feitas por este brasileiro mexeram com a cabeça de homens e meninos do colégio. Foram batizados de “Catecismos” porque eram vendidas dentro de folhetos e publicações religiosas,

Biografias

doce-veneno

  • “O doce veneno do escorpião” de Bruna Surfistinha: Famosa prostituta brasileira narra suas histórias em beste-seller
  • “Filha, Mãe, Avó e Puta” de  Gabriela Leite: Filha de boa família, aluna dos melhores colégios de SP, a garota de 22 anos resolveu largar seus estudos na USP para se tornar prostituta. Em 2005 criou a grife Daspu.
  • “O amante” de Marguerite Duras: O romance narra um episódio da adolescência da escritóra: sua iniciação sexual, aos 15 anos e meio, com um chinês rico de Saigon.
  • “O prazer é todo nosso”, de Lola Benvenutti: Ex-prostituta, filha de militares e que já transou com mais de 3 mil homens conta suas experiências sexuais em um livro.
  • “100 Escovadas Antes de ir para cama” de Melissa Panarello: Autora conta suas experiências sexuais entre os 15 e 17 anos. Durante o período ela participou de orgias, sexo homossexual, sadomasoquismo, experiências com drogas e muito mais.
  • “A Vida Sexual” de Catherine Millet: A autora conta suas aventuras sexuais nos mais diversos lugares como estradas, balada, casas de amigos além de orgias com grupos de até 150 pessoas. Além da

Manuais

]

  • “Kama Sutra” de Vatsyayana Kamasutram: O antigo texto indiano enfoca o erotismo entre casais, as formas de se alcançar prazer além do orgasmo e trabalha o autocontrole e a ansiedade na hora do sexo.
  •  “Os Prazeres do Sexo” de Alex Comfort: Clássico manual erótico escrito pelo britânico Alex Comfort em 1972 e que já vendeu mais de 8 milhões de cópia.
  • ” O Jardim Perfumado” de Xeque Nefzaui: Manual erótico revela curiosidades e costumes sexuais da África islâmica medieva

Livros Científicos

the-office-season-8-dwight

  • “O Relatório Kinsey” de Alfred Kinsey: Com o início da “revolução sexual” na década de 50 este estudo fundamentou boa parte do entendimento da diversidade sexual humana.
  • “Por que Elas Negam Fogo” de Bettina Arndt: Terapeuta sexual australiana propõe uma nova abordagem de como os casais podem ter uma vida sexual ativa e regular para não deixar a chama apagar.
  • “Meu Jardim Secreto” de Nancy Friday: O livro é o resultado de um estudo em cima de centenas de entrevistas com mulheres sobre suas fantasias sexuais.

Filosofia e sociologia

Alfred Kinsey and Family

  • “Uma Breve História do Sexo” de Claudio Blanc: Obra apresenta um painel rico de como o sexo vem sendo visto e praticado desde os primórdios da civilização até a atualidade.
  • “Histórias Intímas” de Mary del Priori: Historiadora narra a evolução da sexualidade do povo brasileiro do descobrimento do país até os dias de hoje.
  • “História da Sexualidade” de Michel FocaultHistória da sexualidade é um estudo em três partes sobre a sexualidade no mundo ocidental escrito pelo famosos filósofo e historiador francês.
  • “Três ensaios sobre a teoria da sexualidade” de Sigmund Freud: O psicanalista escandalizou a sociedade da época ao defender que a sexualidade existe desde a infância e vai sendo desenvolvida ao longo da vida através das experiências pessoais de cada indivíduo.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »