10 passos para lidar com o Divórcio

Créditos: Reprodução

Não importa se você é uma pessoa famosa e reconhecida no mundo inteiro ou se você é um cara simples que vive em uma cidade pequena: encarar o divórcio é sempre um momento difícil e ele exige muito do seu corpo e mente.

Afinal, você escolheu uma pessoa para passar a vida e dividir suas experiências. Ninguém se casa esperando se separar e, quando isso acontece, é difícil encarar a realidade e enfrentar a situação.

Mas, apesar de ser difícil superar, não é impossível lidar com o divórcio e sobreviver. O portal AskMen listou as principais formas de lidar com o divórcio e, de acordo com os psicólogos entrevistados para a produção da lista, esse período da sua vida não precisa ser encarado como se fosse a pior parte dela.

Viva a tristeza

Créditos: Reprodução

Antes de qualquer coisa: chore. Fique triste, assuma a tristeza e viva o luto. Se precisar, passe uma ou duas semanas colocando para fora todo o sentimento ruim e os pensamentos negativos que aparecerão no seu caminho. Veja os filmes que costumava ver com sua esposa, vá aos restaurantes que costumava ir com ela e se deixe ficar triste.

Não fuja do choro, chore com todo o seu pulmão mas, depois de alguns dias, pare. Viver o luto é fundamental, mas morar nele, não.

Reconheça que o seu casamento é um custo irrecuperável

Créditos: Reprodução

Quem lida com o mercado econômico reconhece o termo mas, em poucas palavras, “custo irrecuperável” é um investimento passado que já foi pago e não pode ser recuperado. Infelizmente, quando buscamos desesperadamente obter retorno em algum investimento que até o momento não foi lucrativo, colocamos nele ainda mais dinheiro e tempo mesmo quando, no fundo, sabemos que não haverá lucro.

Parece cruel comparar um relacionamento com esse tipo de investimento, mas enxergá-lo de forma lúcida e racional pode te ajudar no processo de superação. Frequentemente, queremos continuar com um relacionamento porque já dedicamos muito tempo das nossas vidas para ele e, então, aceitar o fim é como perder qualquer retorno que poderia surgir.

Mas isso é errado porque você já teve o retorno esperado: você viveu com aquela pessoa, você aprendeu com ela, compartilhou experiências e sonhos mas, por algum motivo, isso acabou, então, não encare o fim como uma perda de tempo e sentimentos, encare o fim como um novo começo.

Se reaproxime de amigos antigos

Créditos: Reprodução

Não é certo deixar amizades de lado quando nos envolvemos em um relacionamento sério mas, infelizmente, muitas vezes isso acontece e, no momento da separação, re-encontrar pessoas do passado pode ser um fator psicológico extremamente favorável. Essa atitude vai te fazer lembrar de momentos da sua vida em que você era solteiro ou sequer conhecia a sua ex-esposa.

Amizades antigas podem te fazer lembrar da sua essência e te fazer descobrir, de novo, quem você era. Todos mudamos e, na maioria das vezes, as mudanças são boas; lembrar quem você era antes de casar não é assumir que você virou uma pessoa pior depois do casamento, mas sim assumir que você viveu uma vida antes dele e pode viver outra depois.

Tenha compaixão consigo mesmo

Créditos: Reprodução

Normalmente, os homens respondem de duas formas ao divórcio: a primeira delas é exteriorizar o conflito culpando a ex-esposa pelo fim e por tudo de ruim que aconteceu no relacionamento. A outra, é interiorizar os problemas, culpando a si mesmo e jamais se perdoando de certas atitudes que passaram e pouco importam na soma total.

Caso você encare o divórcio da segunda maneira citada, seja gentil consigo mesmo. Provavelmente você não vai conseguir tirar nada de bom ao ficar se culpando excessivamente pelos seus erros. Aprender com eles é a melhor forma de encarar um próximo relacionamento em paz ou mesmo viver bem consigo mesmo.

Consiga um advogado

Créditos: Reprodução

Este assunto é delicado mas, como racionalizar sentimentos é importante para encarar o divórcio com maturidade, é importante encontrar um advogado mesmo se a separação foi realizada de forma pacífica.

É difícil tomar essa atitude, muitas pessoas acabam postergando a contratação de um advogado e evitando preparar a papelada para o divórcio pela dificuldade de encarar o fim mas, como ele é inevitável, procure logo um profissional.

Não abra mão de conselhos legais e de um profissional para te orientar nessa jornada. O divórcio pode trazer o pior das pessoas à tona e, por isso mesmo, é importante ter alguém com uma visão racional para te acompanhar e te aconselhar.

No começo, você pode achar que vai ser relativamente fácil encarar a separação pois você e sua mulher pareceram estar de acordo com o fim e com todos os detalhes burocráticos, mas no processo tudo pode mudar e você vai querer ter ajuda profissional para equilibrar as coisas.

Recupere os hábitos de solteiro, mas não se perca neles

Créditos: Reprodução

O divórcio não é uma experiência ruim por completo. Estar sozinho também não é o fim do mundo: é o momento ideal para você entender seus sentimentos, vontades, desejos e anseios sem a influência de alguém ou a divisão de sonhos e planos.

Aproveite esse tempo para fazer tudo o que você não conseguia ou podia fazer quando estava ao lado de alguém, recupere seus hábitos de solteiro, vá dormir a hora que você quiser, acorde quando sentir vontade, coma o que desejar, saia e volte para a casa quando achar que deve mas não se perca nessas atitudes.

Não haja com desespero ou urgência em realizar tudo e engolir o mundo de uma vez, não deixe de ser quem você é para passar uma imagem de despreocupação com o mundo só porque você acabou de terminar um relacionamento, não perca sua essência tentando provar que você não se importa. Encontre o equilíbrio, mas também não se desespere para encontrar outra pessoa, fique sozinho um tempo e aproveite.

Comece um novo hobby

Créditos: Reprodução

O tempo livre pode aumentar? Então, aproveite. Você vai encarar dias de total tristeza e vai parecer difícil sair do buraco quando todos os sentimentos ruins te envolverem. Por isso é preciso se armar de todas as formas possíveis para combater a depressão.

Não fique parado, comece a fazer aquele curso que sempre desejou, gaste seu dinheiro com viagens, aproveite para aprender uma nova língua ou fazer uma pós graduação. Não importa qual seja o seu novo hobby, o importante é praticá-lo.

Além de te fazer ignorar os sentimentos ruins, você ainda vai aprender algo novo e, quem sabe até descobrir uma nova área de atuação profissional ou despertar algum talento adormecido.

Reflita sobre si mesmo

Créditos: Reprodução

Quando estamos imersos profundamente em um relacionamento, pode ser fácil perder o foco sobre quem somos como indivíduos.

Se isso aconteceu com você, agora que está sozinho pode aproveitar para refletir sobre o que você deseja para a sua vida e sobre quem você realmente é. Lembre atitudes passadas, faça uma lista de coisas que gostaria de melhorar e de outras que sente falta de praticar, estude seus comportamentos para entender como você pode ser uma pessoa melhor.

Quando estiver pronto, volte ao jogo

Créditos: Reprodução

A vontade de namorar e ficar com alguém novamente vai surgir naturalmente. Você vai encarar todos os passos anteriores e seu corpo vai dizer quando é a hora de sair para conhecer pessoas novas.

Nesse momento, você provavelmente já se estabilizou novamente, já resolveu as questões burocráticas com seu advogado e já está seguindo a sua vida como solteiro, então, não tenha medo da falta de prática em flertar ou sair com alguém.

Os aplicativos e as maneiras de conhecer gente nova podem ter mudado e vários outros tipos de flerte podem existir agora – principalmente na internet – mas a verdade é que paquerar é como andar de bicicleta.

Encare essa experiência como algo divertido, mas não fique desesperado para começar a namorar: viva as novas descobertas e seja paciente.

Saiba que você vai encontrar a felicidade novamente

Créditos: Reprodução

Como já foi dito, o divórcio não é o fim, é apenas o fim de uma das várias fases que você vai encarar na vida. Além disso, terminar algo que não nos faz bem não é sinônimo de infelicidade; pelo contrário! É a sua nova chance para ser feliz.

No começo, você realmente vai se sentir perdido e confuso, vai ser complicado recuperar o caminho e encará-lo sozinho, mas pense que é um livro em branco e as histórias que você poderá escrever nele são infinitas!

Não se feche. Muitas pessoas tomam essa atitude para se proteger de quedas, mas andar com os pés no chão o tempo inteiro te impedirá de conhecer novos prazeres e de sentir como voar pode ser bom.

Parece uma conversa que encontramos em livros de autoajuda, mas tenha certeza: este é o momento para você descobrir a felicidade e, mesmo sem ver a luz no fim do túnel, é importante saber que ela está lá.

Perdoe sua ex

Créditos: Reprodução

Vocês dois cometeram erros e acertos, vocês dois deslizaram e também caminharam juntos. Não há um culpado, a vida acontece e histórias terminam.

Não importam quais tenham sido os problemas do relacionamento, eles ensinaram muito sobre vocês dois e foram importantes para transformá-los em pessoas melhores.

Por isso, este é um dos passos mais difíceis mas também um dos mais gratificantes e necessários para você sentir a sua vida em paz. Perdoar é um exercício fundamental para sua saúde mental e felicidade na vida.

Quando nos prendemos ao passado e guardamos rancores, nada em nossa vida flui direito porque sempre, no fundo, somos influenciados pelos acontecimentos ruins.

Você não precisa tomar essa atitude logo de cara. Siga os limites de seu próprio corpo e sentimentos e, quando perceber, perdoar vai ser fácil, vai te tornar uma pessoa melhor e libertará os dois.

Por último: filhos

Créditos: Reprodução

Caso vocês tenham filhos, a ligação vai ser eterna. Mas o foco sempre deve ser o bem estar e a educação das crianças, não permita que seus sentimentos sobreponham a saúde das crianças e a felicidade delas.

Psicólogos recomendam que os pais hajam de forma madura e responsável e não falem mal um do outro para as crianças.

Escute os desejos dos seus filhos e permita que eles se expressem, ressalte que eles não têm culpa alguma da separação e não mude muito a rotina deles, dedique mais tempo para eles e converse sempre com a sua ex-mulher para tomar decisões importantes sobre o futuro das crianças.

Se for preciso, procure um terapeuta familiar e lembre-se: seus filhos devem estar sempre em primeiro lugar.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »