Conheça os lançamentos do Festival Brasileiro da Cerveja 2015

Confira as principais atrações da maior feira cervejeira

De 11 a 14 de março, o Parque Vila Germânica recebe o Festival Brasileiro da Cerveja 2015. Este é o maior encontro do setor no país, um evento que celebra o mercado de cerveja artesanal.

+ Conheça as vencedoras do Festival Brasileiro de Cerveja 2015

Durante o evento, degustações, palestras e Workshops, shows de música, gastronomia e outras coisas estão aguardadas.

Como não poderia ser diferente, o foco do evento são as cervejas, onde mais de 600 rótulos estarão disponíveis. O Festival é uma boa oportunidade para cervejarias e importadoras apresentarem suas novidades. Confira abaixo os principais lançamentos e atrações cervejeiras esperadas para o evento.

Bierland Manobier e Strong Golden Ale

A cervejaria de Blumenau contará com duas novidades durante o Festival. A primeira é a Manobier, uma Strong Scotch Ale, conhecida também como Wee Heavy, baseada em receita vencedora do Concurso Cervejeiro Caseiro Bierland 2014.

A outra atração é a Bierland Strong Golden Ale, que passa por um tempo extra de maturação e refermentação na garrafa, com coloração dourado intenso e aroma que sugere notas de tangerina e frutas cítricas.

Eisenbahn Belgian Blond Ale – Vencedora do Concurso Mestre Cervejeiro 2014

Eisenbahn Belgian Blond Ale Lançamentos do Festival Brasileiro da Cerveja 2015

Em 11/2, a cervejaria Eisenbahn vai lançar na sua fábrica a cerveja vencedora do Concurso Mestre Cervejeiro 2014. É uma Belgian Blond Ale e o dono da receita é o cervejeiro caseiro Anderson Faller, que conquistou o direito depois de passar por 1000 inscritos.

Karavelle Summer Wit Lemon & Pepper

A cervejaria paulista leva para o Festival seu mais novo lançamento: a Summer Wit Lemon & Pepper. O rótulo, desenvolvido com o mestre cervejeiro Patrick Bannwart e com o chef de cozinha contemporânea brasileiro Igor Furlan, é uma witbier refermentada na garrafa, não pasteurizada, com limão kaffir, manjericão tailandês e pimenta sichuan. Conta com 5% de teor alcoólico e 15 IBU*.

Morada Cia Etílica e nove destaques

A cervejaria curitibana vai ao encontro com nove novidades:
Roggen Kölsch (5% ABV e 26 IBU): Kölsch com Centeio feita em colaboração com a Das Bier. Cerveja lançada exclusivamente para o clube Have a Nice Beer.
Liquid Rio (4% ABV e 6 IBU): Farmhouse Berliner Weiss com Pêssego feita com colaboração da Stillwater. Cerveja lançada exclusivamente para o clube Have a Nice Beer.
Berliner Rye Cupuaçu – Berliner Rye com Cupuaçu (5% abv / 8 IBU): Variação de Berliner Weiss feita com centeio e polpa de cupuaçu.
Sorachi Gose – American Oatmeal Gose (5,1% abv / 9 IBU): Inspirada no clássico c* de burro, leva raspas de limão e dry hopping de Sorachi Ace.
Nitro Brown Saison – Brown Saison (5% abv / 18 IBU): Saison escura com maltes caramelizados e leve toque de morango, servida no nitrogênio.
Gasoline Sour – Flanders Red Ale (6,7% abv / 30 IBU): Gasoline Soul envelhecida em barris de vinho do porto.
Amburana Farmhouse – Wood Aged Farmhouse (7,1% abv / 20 IBU): Saison envelhecida em barris de Amburana – Colab. Stillwater
Xocolatl – Metheglin (13,8% abv): Hidromel ritual Asteca, com Nibs de Cacau da Bahia, pimentas defumadas mexicanas, canela da China e baunilha de Madagascar. Colaboração com a AMMA Chocolates.
Café Hop Arabica: Café Fazenda Sertão de Carmo de Minas/MG coado, exatamente o mesmo que vai na Hop Arabica.

Invicta Transatlântica

A cervejaria aposta no estilo sours para lançar a Transatlântica, com 6% de teor alcoólico e que leva ingredientes como cajá-manga, uma fruta popular na região Nordeste.

Wäls Saison d’Alliance e Session Hiratake

Wäls Saison d'Alliance Lançamentos do Festival Brasileiro da Cerveja 2015

A cervejaria mineira vai celebrar a recente união com a Bohemia com o lançamento da Saison d’Alliance, uma cerveja no estilo saison, com sálvia, gengibre e hortelã. Ela foi produzida com a levedura da belga Leffe, que também pertence ao grupo AB-Inbev.

A segunda novidade é a Session Hiratake, uma Session IPA que leva cogumelos Hiratake Salmão e lúpulos Jarrylo e Ella.

Além disso, outras atrações são esperadas para o evento.

A Wäls Trippel, uma breja fermentada com manga e acerola do jardim da cervejaria. A Wäls Petroleum, maturada por 6 meses em barrica de carvalho francês de cachaça Salinas e com cacau da República Dominicana. E, por fim, uma Wäls Quadruppel maturada por 6 meses em carvalho Francês de cachaça Salinas.

Tupiniquim Tirana Sour Ale

Outra cervejaria a apostar nas cervejas ácidas é esta de Porto Alegre, com o uso da levedura selvagem Brettanomyces e levedura de champanhe, resultando na Tirana Sour Ale.

Outro destaque será os lançamentos de seus tradicionais rótulos maturados em barris de whisky e cachaça, além de novas cervejas de estilos belgas como dubbel e tripel.

Dortmund e três novidades

A cervejaria de Serra Negra apresentará três novidades para o Festival.

Schloss Lemon: no lugar da receita com casca de laranja, foi adicionado limão siciliano, garantindo assim, o aroma mais cítrico, refrescante e seco.
Nostradamus Stout: o rótulo ganhou uma versão envelhecida em barril de carvalho europeu. Com aroma de café e 5,5% de teor alcoólico.
Dortmund Hopfen: uma Imperial German IPA feita com os maltes alemães especiais da Global Malz® e Weyermann®, o que dá à cerveja potentes 8,5% de álcool.

A Odisseia da Bodebrown

A premiada cervejaria curitibana terá como novidade uma nova versão da Atomga Imperia Stout, uma bebida potente com receita criada em colaboração com cervejeiros norte-americanos e que leva cerejas chilenas na receita. Além disso, são 27 variedades de chope no total, mas 15 engatadas por vez, por razão do espaço dentro do stand.

Confira o que encontrar por lá:

Cupulate Porter é uma cerveja escura com adição do Cupulate da Amazônia, chocolate feito com a semente do Cupuaçu ao invés do tradicional Cacau.
Bodebrown/ Providência Session IPA – Cerveja Colaborativa entre Bodebrown e Providência. Uma cerveja leve, seca e um de buquê de lúpulos cítricos, bem perfumada.
Bodebrown Grodziskie Gratz Polska – Cerveja leve de estilo histórico polonês feita com malte de trigo defumado no carvalho. Feita em homenagem a segunda maior população polonesa fora da Polônia (Curitiba).
Bodebrown Blend of Ales – Cerveja feita do blend de 3 Ales de muito sucesso da Bodebrown: Wee Heavy, Montfort Rye IPA Draft e Atomga Imperial Stout wood aged.
Bodebrown Burton Pale Ale – cerveja feita em homenagem as pale ales de Burton on Trent, após algumas viagens e estudos sobre a cultura das Real Ales, resolvemos fazer uma Burton Pale Ale, cerveja de cor pálida com single malte de Maris Otter.
Bodebrown Hop Weiss Sorachi Ace – Cerveja de trigo clara com dry hopping e nessa edição levou o lúpulo japonês na receita.
Bodebrown Saint Arnould 6 – a primeira da série, cerveja de Abadia que leva especiarias.
Bodebrown/ Das Bier Schokoladen Roggen Bock – cerveja colaborativa entre Bodebrown e Das Bier feita com malte de centeio e cacau nibs.
Bodebrown Double Perigosa Wood Aged 2014 (Cabernet Sauvignon Barrel)
BodeBrown Wee Heavy Wood Aged 2014 (Amburana Barrel)
BodeBrown Wee Heavy Wood Aged 2014 (American Oak – Red Wine Barrel)
Bodebrown Tripel Montfort Wood Aged 2014 (Cabernet Sauvignon Barrel)
Bodebrown Tripel Montfort Wood Aged 2014 (Chardonnay Barrel)
Adnams Mosaic Pale Ale – chope importado da cervejaria inglesa Adnams, com 4,1% ABV e single hop do lúpulo Mosaic.

Irmãos Ferraro com quatro novidades

A cervejaria de Porto Alegre vai trazer para o Festival Brasileiro de Cerveja quatro novidades:

Brazillian Imperial Ferrariana: Imperial Stout de 11% de teor alcoólico, com amargor inglês e um leve toque cítrico;
Vipper’s Venum: Belgian Blond produzido exclusivamente para o Mulligan Irish Pub;
CaturrIPA: American IPA que leva um blend de 5 lúpulos norte-americanos (Amarillo, Mosaic, Citra, Columbus e Bravo), tanto na produção como no dry hopping;
Clementina APA: uma American Pale Ale bem cítrica, carregada de lúpulo mosaic no dry-hopping.

Bier Hoff em dose tripla

A cervejaria de Curitiba leva para o encontro com três novidades. A Bier Hoff Cocada Preta, uma porter com 5,9% de teor alcoólico e com adição de coco queimado e cacau. A Bier Hoff Apache, uma American Pale Ale com 5.2% de teor alcoólico e sete variedades de lúpulo. E a Bier Hoff American Wheat, não filtrada, com 4,7% de teor alcoólico e seis variedades de lúpulo.

Dama Bier

Para o Festival, a cervejaria de Piracicaba apresenta três novidades:
– Uma West Coast Rye IPA de amargor intenso feita de forma colaborativa com a Cervejaria Tupiniquim.
Dama Y’Iara, uma Imperial Pilsner feita em parceria com a Cervejaria Nacional.
Dama Reserva 05, cerveja comemorativa dos 5 anos da cervejaria. A base é uma Strong Dark Ale que foi maturada em diferentes barris de carvalho francês e de umburana.

Amazon Beer, Bodebrown e De Bora Bier lançam Cupulate Porter

Cupulate Porter Lançamentos do Festival Brasileiro da Cerveja 2015

As cervejarias Amazon Beer, Bodebrown e De Bora Bier lançarão uma cerveja colaborativa no Festival. A Cupulate Porter contará com 5,9% de teor alcoólico e leva Cupulate da Amazônia, espécie de chocolate feito com semente de cupuaçu.

Abadessa Hopfen Series

A cervejaria de Porto Alegre lança uma série de cervejas mais lupuladas no Festival:

Abadessa/Seasons German IPA: (6,7% ABV e 56 IBU*) Rótulo desenvolvido em parceria com a a cervejaria gaúcha Seasons, com os lúpulos Mandarina Bavária e Hull Melon no dry hopping.

Abadessa Sticke Alt: (6,5% ABV e 65 IBU*) O mestre cervejeiro alemão e sommelier campeão mundial, Oliver Wesseloh, criou essa Altbier usa o lúpulo Spaltene Mittelfruh.

Abadessa Hopfenweizen: (6,2% ABV e 44 IBU*) o rótulo criado na Feira Drinktec 2011, em Munique, foi aprimorado com lúpulos alemães. Teve dry hopping com o lúpulo Mandarina Bavária.

Weird Barrel Bad Luck

A cervejaria de Ribeirão preto estreia no evento com a Weird Barrel Bad Luck, uma fruit beer com frutas vermelhas.

Cervejaria Burgman

A cervejaria de Sorocaba oferece seis novidades para o evento:
Rabo de Arraia – Uma frutada e lupulada Belgian IPA com com 7,5% de teor alcóolico e 60 IBU. Leva lúpulos Sorachi Ace e Falconer’s Flight.
– Versões long neck das cervejas Ipa Hop, Cosmonauta e Casanova.

Sauber

Imperatriz, uma Vienna Lager com alma nobre.
Dona Cidra , uma Weizenbier na qual foi adicionada um fermentado de laranja na 2º fermentação, o que lhe conferiu refrescância com um gostinho de sidra.
Black Ipa , uma cerveja escura com destaque dos maltes tostados e uma maior quantidade de lúpulo.
Session Pilsen, cerveja clara e leve, perfeita para o nosso verão.

Way Beer em dose tripla

Lançamentos do Festival Brasileiro da Cerveja 2015 2

A cervejaria curitibana vai levar três grandes novidades para o evento:

Way Cider IPA: leva 45% de maçã e 55% malte em sua receita. Conta com 60 IBU* e 6,7% de teor alcoólico.
Way Saque IPA: leva na receita 45% de arroz, levedura de saque, single Hop do lúpulo Sorachi Ace, 60 IBU* e 6,5% de teor alcoólico.
Way Wood Blended Beer, se resume em um blend de cervejas que estão maturando no barril. Com as proporções adequadas, uma nova cerveja é criada. O blend para Blumenau será surpresa.

Seasons Dubbel Dragon e Seasons BasiliCow

A cervejaria de Porto Alegre contará com duas novidades para o evento. Uma é a Seasons Dubbel Dragon, uma cerveja baseada no estilo belga dubbel. A outra é a Seasons BasiliCow, uma witbier que leva manjericão.

Tormenta Wit Bear

A cervejaria curitibana leva para o festival a Tormenta Wit Bear, uma witbear clássica, que leva na receita trigo não maltado, cascas de laranja frescas e coento. Com 15 IBU’s e 5% de teor alcoólico.

Dum Cervejaria e as edições de Petroleum

Para o encontro, a cervejaria de Curitiba conta com edições especiais da premiada cerveja. As cervejas foram maturadas em barricas de Amburana, Castanheira do Pará e Carvalho Francês, cada uma com um tipo específico de tosta. No festival serão apenas apenas 100 kits disponibilizados. Após o evento, outros 900 serão comercializados em todo o país, pela distribuidora BeerManiacs.

A DUM também apresentará no evento sua coleção de copos de cristal, feitos artesanalmente na Cristal Blumenau, com quadro modelos, um para cada cerveja (Grand Cru, Karel IV, Petroleum e Jan Kubis).

Backer Las Mafiosas

A cervejaria mineira volta com a série Las Mafiosas, que a princípio produzida em parceria com a a mestre cervejeira norte-americana, Alex Nowell, sócia da micro-cervejaria Three Weavers Brewing (EUA).

O resultado são três novos rótulos:

Backer Tommy Gun: Double IPA com 8,4% de teor alcoólico, bem amarga e notas frutadas, seguindo bem o estilo californiano de cervejas artesanais.

Backer Diabolique: Uma American India Pale Ale com 7,5% de teor alcoólico e 52 IBU’s (Unidade de Amargor), notas bem cítricas e totalmente inspirada na Three Weavers The Messenger, com Limão Capeta e Mexirica Carioca.

Backer Corleone: Uma Imperial Red Ale com 7,7% de teor alcoólico e 62 IBU’s (Unidade de Amargor), mix de 5 lúpulos e 5 maltes nobres.

IBU: unidade de amargor da cerveja

Fonte: All Beers, Destemperados

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »