4 dicas para conseguir tudo o que você quer com a sua linguagem corporal

A linguagem corporal não é um mero conjunto de “técnicas” ou um show para entreter os outros. É como você reage ao mundo, e como você age, de muitas maneiras, dita como você se sente, o que você diz, o que você procura e também, é claro, o que escapa da sua compreensão.

A linguagem corporal fornece uma incrível quantidade de informações sobre o que as outras pessoas estão pensando se você souber o que procurar – e você já consegue identificar mais pistas sobre a linguagem corporal do que imagina. Uma pesquisa da Universidade da Califórnia — Los Angeles (UCLA) mostrou que apenas 7% da comunicação é baseada nas palavras que realmente dizemos. Quanto ao resto, 38% vem do tom de voz e 55% da linguagem corporal.

Aprender como estar ciente disso e interpretar esses 55% podem lhe dar uma vantagem em relação a outras pessoas. Quando você está trabalhando duro e fazendo tudo o que pode para atingir seus objetivos, qualquer coisa que o coloque à frente é poderosa e irá agilizar seu caminho para o sucesso.

A TalentSmart testou mais de um milhão de pessoas e descobriu que os escalões superiores de desempenho são preenchidos com indivíduos que têm elevado nível de inteligência emocional (90% dos indivíduos com melhor desempenho, para ser exato). Essas pessoas conhecem o poder que os sinais não falados têm sobre a comunicação e monitoram a linguagem corporal adequadamente.

Por exemplo, quando você segura seu corpo com confiança, você realmente se sentirá mais confiante. Se você derrubar seus ombros e pendurar sua cabeça, olhando para baixo, seu cérebro lê isso como tristeza e depressão, e você realmente se sentirá mais triste e mais apático. Além disso, como é amplamente demonstrado por pesquisas, sua linguagem corporal – por uma margem esmagadora – é a maneira mais instantânea e visceral de que as pessoas avaliem quem você “realmente” é.

Um aperto de mão fraco e fraco, por exemplo, fará com que você pareça incapaz de realizar qualquer ação com segurança, e o mundo vai te enxergar como alguém não confiante e, além disso, pouco confiável. Em contrapartida, se você segurar a mão de alguém de um jeito muito forte e invasivo, isso vai te fazer parecer profundamente inseguro e sobrecompensador.

Entenda os sinais

4 dicas para conseguir tudo o que você quer com a sua linguagem corporal

Pernas e braços cruzados indicam resistência às suas ideias, eles são barreiras físicas sugerindo que a outra pessoa não está aberta ao que você está dizendo. Mesmo se estiverem sorrindo e envolvidas em uma conversa agradável, a linguagem corporal delas conta o que está por trás.

Gerard I. Nierenberg e Henry H. Calero filmaram mais de 2 mil negociações para os livros que escreveram sobre a leitura da linguagem corporal, e nenhuma terminou em acordo quando uma das partes tinha as pernas cruzadas durante a negociação.

Psicologicamente, pernas e braços cruzados sinalizam que uma pessoa está mentalmente, emocionalmente e fisicamente bloqueada em relação ao que está diante delas. Não é intencional, por isso é tão revelador.

Sorrisos sinceros franzem os olhos. Quando se trata de sorrir, a boca pode mentir, mas os olhos não. Sorrisos genuínos chegam aos olhos, franzindo a pele e criando “pés de galinha” em volta deles.

Você se mostra como alguém aberto ou fechado?

4 dicas para conseguir tudo o que você quer com a sua linguagem corporal

Muitas vezes, a primeira forma de conexão com outra pessoa será através do seu contato com os olhos. Claramente, apertar os olhos com desconfiança irá transmitir que você está inicialmente fechado para outro. Em contraste, olhos quentes e descontraídos e um sorriso lento e fácil quando você encontra alguém, faz com que a outra pessoa se sinta bem-vinda e aceita.

Outro ponto importante para levar em consideração: o seu peito está aberto para o outro ou está fechado?

Pense em uma pessoa com os braços cruzados firmemente sobre o peito. Essa pessoa parece receptível ou amigável? Ou ela transmite um ar de julgamento e auto-proteção?

Desarmar seus braços e não segurar nada na sua frente (como uma bebida, livros ou pastas) sinaliza que você está aberto para interagir com as pessoas e pronto para enfrentar o que o mundo. No entanto, quando você bloqueia seu peito (seu coração) com braços ou objetos dobrados, pode parecer que você está tentando proteger-se de algo, conscientemente ou não.

Por fim, como é sua postura?

Uma postura recolhida significa tédio. Manter uma posição relaxada com braços e pernas ligeiramente abertas demonstra autoconfiança e segurança. Se aproximar demais ou ficar com o corpo rígido pode demonstrar agressividade. Se mostrar com uma postura erguida é a melhor coisa a fazer quando você quer demonstrar segurança, valor e transmitir importância no que você está fazendo. Mãos na cintura representam desafio e agressividade. Polegares na cintura ou bolsos, virilidade.

Então, tenha isso em mente!

O que sua voz está dizendo?

4 dicas para conseguir tudo o que você quer com a sua linguagem corporal

As palavras são importantes, mas o significado é sempre dependente da tonalidade. É possível, por exemplo, dizer “eu te amo” como uma criança pequena, um assassino, uma garota apaixonada, e como uma esposa depois de 50 anos de casamento. Como você diz importa tanto quanto o que você diz.

O mesmo para expressões e palavras diárias como “Não” ou “Eu não concordo”. Experimente com múltiplas emoções, e você verá a importância da tonalidade. Se você deseja transmitir autoridade, pratique isso com expressões comuns. Se você tende a sair frio, mas quer transmitir calor, pratique isso. Se você deseja injetar mais positividade em suas interações, então adicione positividade.

Comece a notar a tonalidade de sua voz e veja como as dinâmicas sociais em sua vida começarão a mudar, e o mais importante: aqueles com quem você interage notarão também. Este artigo do Vixen Daily mostra como usar a linguagem corporal para se tornar mais agradável por todos os que estão ao seu redor – se você souber ler inglês, vale dar uma conferida!

Trace uma conexão real com a outra pessoa

4 dicas para conseguir tudo o que você quer com a sua linguagem corporal

Quando as pessoas se comunicam, elas querem se conectar com os outros – mesmo que por um breve momento. Para aumentar o nível de conexão que as pessoas sentem com você, tente estabelecer contato.

Para criar uma sensação de adequação, comece devagar. Contrair as mandíbulas, encolher o pescoço ou uma testa franzida são todos sinais de estresse. Independentemente do que a pessoa estiver dizendo, esses são sinais de desconforto significativo.

A conversa pode estar se enveredando por um caminho sobre o qual esse alguém se sente ansioso, ou a mente da pessoa pode estar em outro lugar e ela está focada naquilo que a está estressando. Então, quando se comunicar, não faça expressões muito grosseiras se você quiser que a outra pessoa se sinta conectada com você.

Em entrevista para a revista Exame, Glauco Cavalcanti, professor de negociação do curso de MBA da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e fundador da empresa GC-5 Soluções Corporativas, explica que a principal dica para traçar uma boa conexão é incorporar a “postura do bom ouvinte”: deixe o corpo arqueado para trás e encoste as costas.

É uma postura mais amigável e aberta ao relacionamento, ideal para momentos em que você precisa desarmar o outro. “Assim você passa equilíbrio, serenidade e paciência, dando tempo para o outro evoluir e falar”, afirma Cavalcanti.

Aliás, vale notar outra coisa para sentir que a conexão foi estabelecida: a pessoa está imitando seus movimentos? Se a resposta for sim, isso é um bom sinal.

Você já esteve em uma reunião com alguém e notou que todas as vezes que você cruzava ou descruzava as pernas, a pessoa fazia o mesmo? Ou talvez as pessoas inclinavam a cabeça da mesma forma que a sua quando você estava falando?

Espelhar a linguagem corporal é algo que fazemos inconscientemente quando sentimos um vínculo com a outra pessoa. É um sinal de que a conversa está indo bem e que a outra pessoa é receptiva à sua mensagem.

Esta informação pode ser especialmente útil quando você está negociando, porque mostra o que a outra pessoa está realmente pensando sobre o negócio.

Com essa dica, temos certeza que você vai longe!

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »