World War Z é diversão garantida com amigos (Análise do Jogo)

Crédito: Reprodução

A franquia Left 4 Dead acabou de ganhar um desafiante. Enquanto não temos novidades da Valve, acabamos topando em agradáveis surpresas do gênero no caminho. É o caso de World War Z, jogo cooperativo de sobrevivência que se passa no cenário do filme estrelado por Brad Pitt (e não, ele não está no jogo).

O título apareceu aos olhos do público quase que sem muito alarde ou grande publicidade, mas rapidamente começou a viralizar entre streamers próximo da data de lançamento. O que mais chamou a atenção logo de cara, sem dúvida nenhuma, são as hordas gigantescas de zumbis que vão para cima dos jogadores de forma frenética. Um cenário caótico que instiga os jogadores a enfrentarem esse desafio- eu fui um dos fisgados.

Resultado de imagem para world war z

Tive a sorte de entrar direto com outros três amigos, o que tornou a experiência do jogo bem divertida. O modo história pode ser encarado de forma casual, podendo escolher cada cenário separadamente (Nova York, Jerusalém, Tóquio e Moscou). A progressão nas cidades é linear, sem muita novidade quando for jogar novamente o desafio.

O jogo é relativamente curto para se terminar- depende muito do nível de dificuldade que você optar. O desafio mora nos níveis acima da dificuldade difícil (hard) que torna o jogo ainda mais eletrizante, com mais dano tomado pelos infectados e ainda mais zumbis para te atrapalhar.

O arsenal pode ser considerado médio- há mais opções que o Left 4 Dead mas menos do que qualquer jogador gostaria. Há um sistema de progressão do personagens e classes, com habilidades únicas que vão ajudando durante as partidas.

Resultado de imagem para world war z

Como experiência negativa, senti alguns bugs por conta do jogo ser distribuído apenas na Epic Store para PC. Não conseguia achar meus amigos para se juntarem na minha partida mesmo após fechar o jogo, reiniciar o client da Epic, verificar o arquivo do jogo etc. Os corpos dos zumbis abatidos acabam sumindo depois de algum tempo, totalmente compreensível pela quantidade de inimigos gerados nas hordas.

É um jogo muito bom para quem quer algo mais casual e divertido. Quem estiver com amigos pode ir mais sem medo ainda. O fator replay não é um ponto alto, mas as experiência de estar sempre alerta contra inimigos múltiplos compensa tranquilamente.

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »