9 Jogadores de futebol que mostraram o valor do Fair Play

Se você é do lema que torce pela vitória acima de tudo e todos, talvez essa matéria não seja para você. O que me chamou atenção para a valorização da atitude acima da conquista foi o mais recente caso de futebol, que aconteceu na semifinal do Campeonato Paulista, entre São Paulo e Corinthians.

Durante o clássico, o zagueiro são-paulino Rodrigo Caio chamou a atenção dentro e fora das quatro linhas ao evitar um cartão amarelo para o atacante adversário Jô. Caio avisou ao árbitro Luiz Flávio de Oliveira que ele foi o responsável por atingir o goleiro Renan Ribeiro em dividida, que resultou em punição do rival.

O árbitro acabou ouvindo o zagueiro, cancelou o cartão a Jô e evitou que o atacante fosse suspenso para a partida decisiva de volta.

“Parabéns ao Rodrigo Caio que teve atitude de homem, o futebol precisa disso. É uma amostra de que o futebol está mudando, que dá para ser honesto. Eu fiquei tranquilo porque sabia que não tinha pegado no Renan, mas ainda bem que o Rodrigo teve a honra de admitir”, declarou Jô após o jogo.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

O técnico adversário, Fábio Carille, também elogiou a atitude de Caio durante a coletiva. “Com cada um procurando ver o seu lado hoje em dia, é sempre bom ver uma atitude como essa. Pode ter certeza que no domingo eu vou procurá-lo para dar um abraço nele. O futebol precisa disso. Não adianta ser malandro, a malandragem não ajuda”.

Apesar disso, o capitão do São Paulo, Maicon, ironizou o ato. “A gente deveria respeitar a atitude do Rodrigo. Se foi certo ou não, é da consciência de cada um. Mas eu prefiro a mãe do meu adversário chorando em casa do que a minha.”

A polêmica em cima do tema foi formada. Mas, não foi a primeira vez que um atleta de futebol foi contra os interesses próprios em prol de uma atitude correta e ética. Confira alguns jogadores que encamparam o espírito do fair play.

Miroslav Klose

O jogo Lazio e Nápoles, pelo campeonato italiano, estava 0-0 quando Klose balança a rede para o time da Lazio. Enquanto os seus companheiros festejavam, ele dirigiu-se ao árbitro para lhe confessar que tinha colocado a mão na bola”. O gol foi anulado, e Klose recebeu uma enorme ovação dos torcedores e jogadores do Nápoles.

Robbie Fowler

O temperamental atacante inglês Robbie Fowler, uma lenda dos torcedores do Liverpool, em uma partida duríssima contra o rival Arsenal em Highbury Park, em 1997, Fowler caiu na área após toque com David Seaman, goleiro do Arsenal. O juiz Gerald Ashby marcou pênalti.

Fowler categoricamente acenou e falou que não foi pênalti, mas o juiz não voltou atrás. Batedor-oficial, Fowler acabou batendo mal (não errou de propósito segundo ele), Seaman pegou mas no rebote Jason McAteer tocou para as redes.

Vertonghen

Em uma partida entre Ajax e Den Haag na Holanda, Vertonghen foi devolver a bola ao adversário e acabou acertando um chute no ângulo. Constrangido com a situação e para evitar o mal entendido, todos os atletas do Ajax deixaram os rivais marcarem um gol de compensação.

Di Canio

O italiano Paolo Di Canio mostrou seu espírito esportivo ao deixar de marcar um gol pelo West Ham por conta da lesão do goleiro do Everton.

Marcelo Moreno

Jogando pelo Cruzeiro, o atacante evitou um mal estar com o juiz Elmo Alves Resende Cunha na partida contra o Botafogo. O árbitro interpretou que o lateral Júnior César tinha recuado a bola para Jefferson e marcou tiro livre indireto. Etico, o atacante do time mineiro avisou que tinha encostado na bola e a infração foi subtraída.

Leicester

O time perdia por  1 a 0 para o Notthingam Forest, pela Copa da liga Inglesa, quando seu jogador, Clive Clarke, teve um ataque cardíaco e a partida foi cancelada no intervalo.

Por causa do regulamento do torneio, o novo jogo começou com o placar de 0 a 0, mas o Leicester permitiu que o goleiro rival fizesse um gol para o placar voltar ao  1 a 0.

Amin Motavassel Zadeh

Durante jogo do campeonato iraniano, o atacante teve a oportunidade de marcar um gol após o goleiro adversário se chocar com um jogador do seu time, o Moghavemat Sepasi. Considerando a atitude menos correta, ele concluiu para fora das redes.

Costin Lazar

O jogador do romeno Rapid Bucarest se recusou a bater um pênalti depois de se desequilibrar na área adversária e o juiz marcar falta. Para felicidade de Lazar, o jogo foi reiniciado com bola ao chão.

Sergi Barjuan

Após a equipe juvenil do Barcelona fazer um gol com o goleiro rival machucado, o técnico Sergi Barjuan (foto), ex-jogador da equipe principal, não pensou duas vezes, deu a ordem para que seus atletas deixassem os adversários empatarem imediatamente

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »