9 dicas financeiras para casais pararem de brigar por dinheiro

Dicas financeiras para casais pararem de brigar por dinheiro

Não é novidade que desentendimentos sobre finanças é uma das principais razões pelas quais os casais acabam no tribunal de divórcio. É fácil encontrar especialistas financeiros que cobrem por uma avaliação detalhada, mas, se vocês andam tendo problemas com finanças, talvez não seja uma boa ideia pagar para alguém ajudar, não é mesmo?

Além disso, alguns casais parecem não querer ouvir ou discutir problemas financeiros – e isso é um problema gigantesco que acaba causando outras crises dentro do relacionamento.

Então, em vez de pagar um terapeuta, investir em um consultor financeiro ou simplesmente fechar os olhos para os problemas, se liga nessa lista completa com 9 dicas sobre finanças para casais que você precisa saber!
Ah, antes, vale lembrar: cada uma das dicas foi compartilhada por especialistas em portais sobre finanças pessoais! A gente só simplificou os principais termos para facilitar a sua vida.

Dicas financeiras para não brigar por dinheiro


Dinheiro do Casal

Crie contas separadas e uma conta conjunta

Crie contas separadas e uma conta conjunta - Dicas financeiras para casais pararem de brigar por dinheiro

Quer parar de brigar por dinheiro? Uma das principais dicas financeiras para casais é entender a divisão das contas bancárias.
Misturar ou não para misturar o seu dinheiro é uma das decisões mais importantes que vocês dois precisam fazer sobre suas finanças.
Ter seu próprio dinheiro que você pode gastar como quiser pode diminuir as discussões sobre dinheiro. Nós discordamos da crença de que ter contas separadas diminui o senso de unidade no casamento e mostra uma falta de confiança um no outro.

Há dois prós e contras para abrir uma conta bancária conjunta ou para manter suas contas individuais depois que você se casa. Você pode até fazer as duas coisas. A combinação de contas pode simplificar suas finanças em casal. Além disso, pode ser especialmente valioso quando um dos cônjuges opta por assumir mais tarefas domésticas ou de criação de filhos do que o outro e, como resultado, há desigualdade na renda.

Dito isto, algum nível de independência pode ser preferível a ambos, embora também possa tornar mais fácil para você ou seu cônjuge ocultar certas compras ou hábitos. Além disso, dada a alta taxa de divórcio, manter contas bancárias separadas pode lhe dar alguma medida de proteção caso seu cônjuge decida “pegar o dinheiro e correr”. Discuta isso longamente com sua esposa para ter certeza de que você está confortável com o que quer que você decidir.

Acompanhe como vocês estão gastando dinheiro

Acompanhe como vocês estão gastando dinheiro - Dicas financeiras para casais pararem de brigar por dinheiro

Isto é chamado de orçamento, e é uma das melhores dicas financeiras para casais. Acompanhar os gastos não é uma forma de apontar os dedos, encontrar culpados ou controlar a vida do outro. Acompanhar os gastos não é ter alguém olhando por cima do seu ombro toda vez que você comprar alguma coisa.

Acompanhar os gastos é fundamental para estar financeiramente seguro. A menos que você saiba onde está indo o seu dinheiro, é impossível estabelecer metas financeiras com as quais você esteja confortável.

Comece analisando suas despesas conjuntas nos últimos meses para determinar quanto você gastou e se precisa reduzir esse valor. Em seguida, estabeleça limites financeiros por categoria que você cria de acordo com sua renda após impostos. Não se esqueça de alocar despesas inesperadas ou irregulares, como manutenção de rotina do carro ou consultas médicas. Seu orçamento pode ser um trabalho em andamento. Por isso, não se preocupe se você precisar fazer ajustes, principalmente nos primeiros meses.

Defina suas prioridades financeiras em conjunto

Defina suas prioridades financeiras em conjunto - Dicas financeiras para casais pararem de brigar por dinheiro

Saiba o que é importante para cada um de vocês. Um de vocês pode querer comprar uma casa enquanto o outro pensa que economizar para sua aposentadoria é mais importante. Buscando a ajuda de um planejador financeiro você vai conseguir definir suas prioridades e ainda gastar dinheiro em algumas coisas divertidas, como umas férias de vez em quando.
Não é suficiente apenas fazer um orçamento. Você precisa ter certeza de ficar dentro do seu orçamento e ajustá-lo conforme sua situação, despesas ou mudanças de renda.

Tente projetar uma planilha que rastreie todos os seus gastos e os totalize no final do mês (nós já falamos sobre isso aqui). Você também pode usar certas ferramentas de cartão de crédito e débito que dividirão suas despesas por categoria. Apenas certifique-se de pagar suas cobranças de cartão de crédito todos os meses. Experimente alguns métodos diferentes e faça o que for melhor para você e seu cônjuge.

Discuta finanças em conjunto regularmente

Discuta finanças em conjunto regularmente - Dicas financeiras para casais pararem de brigar por dinheiro

Claro, falar sobre dinheiro não é fácil porque o dinheiro pode simbolizar coisas diferentes para cada pessoa. Por exemplo, um pode ver o dinheiro como segurança e o outro como poder. Se o tema de dívidas, contas, economias e metas deixarem alguém (ou ambos) desconfortável ​​ou defensivo, procure a ajuda de um conselheiro ou planejador financeiro.

É importante que ambos saibam e entendam a sua situação financeira atual e seus objetivos em relação ao dinheiro.
Para trabalhar adequadamente em equipe, você deve ter os mesmos objetivos em mente. Trabalhe em conjunto para encontrar maneiras de atingir esses objetivos.

Guarde 10% da sua renda mensal

Guarde 10% da sua renda mensal - Dicas financeiras para casais pararem de brigar por dinheiro

Casais que vivem mês a mês muitas vezes racionalizam que eles simplesmente não têm dinheiro suficiente para economizar. Tome a decisão de economizar pelo menos 10% de sua renda.

Depois de poupar dinheiro suficiente como fundo de emergência, invista em uma conta para garantir uma aposentadoria particular.
Quanto mais cedo vocês dois começarem a economizar dinheiro para os seus anos de aposentadoria, mais fácil será ter um estilo de vida de aposentadoria que vocês dois esperam.

Lide com as dívidas como um casal

Lide com as dívidas como um casal - Dicas financeiras para casais pararem de brigar por dinheiro

Faça um plano para pagar a dívida existente. Traçar uma linha e dizer que a dívida de seu cônjuge não é seu problema não vai funcionar, porque mesmo que a dívida existisse antes de você se casar, seu rating de crédito pode ser negativamente impactado, assim como quanto dinheiro vocês dois estão pagando mensalmente em juros.

Tente viver livre da dívida

Tente viver livre da dívida - Dicas financeiras para casais pararem de brigar por dinheiro

Os casais geralmente não querem esperar para ter uma nova televisão, um carro novo e outros novos gadgets. Eles racionalizam que as pessoas simplesmente não vivem sem cartões de crédito e dívidas. Embora possa ser verdade que muitas pessoas estejam endividadas, isso não significa que seja uma maneira saudável de lidar com suas finanças.

Não mantenha grandes segredos financeiros

Não mantenha grandes segredos financeiros - Dicas financeiras para casais pararem de brigar por dinheiro

Não ser honesto sobre o custo de grandes compras ou manter dívidas ocultas é considerado infidelidade financeira por muitas pessoas. Esses segredos podem destruir seu casamento.

Você pode ter que enfrentar tempos difíceis financeiramente

Você pode ter que enfrentar tempos difíceis financeiramente - Dicas financeiras para casais pararem de brigar por dinheiro

Uma das maiores verdades entre as dicas financeiras para casais é esta.
Não importa o quanto você planeje e fale sobre dinheiro, não importa o quanto você economize, não importa o quão frugal vocês dois sejam, ainda assim poderá haver momentos difíceis (e até desemprego) em seu futuro. Por isso, tenha isso em mente e tente reduzir os danos criando reservas financeiras.

Se você ainda não tem um fundo de emergência, considere isso como uma prioridade. Um fundo de emergência é dinheiro que é reservado para o caso de algo caro acontecer inesperadamente, como um emprego perdido, doença familiar, desastre natural ou uma grande reparação doméstica.

Tente poupar cerca de 6 meses das suas despesas domésticas, no caso de a emergência ser a falta de renda. A construção de um fundo de emergência deve ser uma prioridade, pois trará segurança financeira e protegerá seu relacionamento em caso de algum problema grave.
Boa sorte!

Comece a investir seu dinheiro na Rico, é Grátis

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »