7 Passos para consertar um erro que você cometeu

Crédito: Reprodução

Deu em cima da sua chefe na festa da firma, falhou em um projeto importante na empresa, sua mulher pegou uma conversa suspeita no celular ou bebeu demais ou falou o que não devia ofendendo pessoas próximas. Quando você comete uma falha dessas, sente o peso enorme do mundo nas suas costas e parece que nada vai ser capaz de resolver a cagada cometida.

Agora, se quiser contornar estas cagadas fenomenais, eu recomendo que você aprenda a lidar com os próprios erros e use estes momentos como uma oportunidade para crescimento pessoal.

Depois, siga estes passos básicos:

Admita a cagada

A primeira coisa que você deve fazer é reconhecer que fez algo de errado. E, nessas horas, já assumo que é preciso ser muito forte para reconhecer o vacilo, voltar atrás e tentar corrigir o erro.

Se orgulhe desta atitude, por mais que tenha que lutar contra o seu ego e contra o julgamento alheio.

Peça desculpas e Abaixe a sua guarda

Crédito: Reprodução


Depois, chegou a hora de pedir desculpas para quem foi afetado(a) pelos seus vacilos. Estas desculpas precisam vir de um coração limpo e desarmado. Para que ela valha a pena (e a pessoa entenda seu arrependimento), você precisa falar de maneira clara, demonstrando arrependimento sincero.

Deixe explícitas frases como: “Me desculpe por…”, “Peço perdão por…” “Eu me arrependo de…”.

Sempre em um tom não alterado, tranquilo e sem palavras ásperas. O mais importante aqui não é ter razão, ganhar uma discussão, botar a culpa em outro alguém ou situação que justifique o vacilo. Muito menos queira sair por cima.

Antecipe os problemas e previna os afetados

Imagine a situação como uma bola de neve. Quanto mais tarde você demorar para reconhecer o erro, mais pessoas ou coisas serão afetadas pela sua não ação. Se a sua falha terá consequências futuras associadas, você deve tentar consertá-la antes que saia do controle.

Na contramão disso, você precisa saber o timing certo para conversar com pessoas que você afetou para que o calor do momento não atrapalhe na resolução dos problemas. Assim, vai agir de maneira melhor.

Faça a contenção de danos

Crédito: Reprodução


Pense no que ocorreu de errado e detalhe os pontos que fizeram você cometer a falha. Você precisa descobrir os pontos que te levaram a vacilar para ter conhecimento e passar isso para as pessoas afetadas, se necessário.

Reforce que foi capaz de reconhecer o erro e que ficará com a atenção redobrada para não cometer outras falhas semelhantes no futuro.

O mais importante, você precisa aprender com o erro.

Tente resolver a situação

Agora, você precisa colocar a mão na massa e correr atrás do prejuízo. Com empenho, agilidade e determinação, tente minimizar os danos e até resolver o ato.

Erga a cabeça e faça o melhor possível para melhorar a situação. Oferecer uma reparação pelo erro ou mostrar na prática o que pode fazer para resolver a falha, como concentrar a atenção na pessoa, trabalhar até depois do expediente, ser ainda mais profissional.

Tudo tem um limite

Crédito: Reprodução


Muito cuidado para não fazer promessas ou aceitar termos de conciliação com coisas que não pode cumprir (vou parar de beber, nunca mais saio com os meus amigos, sempre vou trabalhar uma hora a mais sem remuneração, etc…)

Em muitas situações, a outra pessoa pode usar esse momento de fragilidade seu para conseguir coisas que estão para além dos nossos vacilos.

Saiba que quase todos os erros têm uma forma de resolução, mas você não pode pagar pelo resto da sua vida por uma falha ocasional. Se a pessoa aceitou o perdão, sigam em frente e não fiquem remoendo a situação em cada discussão.

Aceite o não perdão

Você cometeu o vacilo, então precisa arcar com as consequências das suas falhas. E, quando estiver demonstrando arrependimento, precisa saber que nem sempre o outro vai estar disposto ao perdão.

Se ela não te desculpar, paciência. Cada escolha tem sua consequência. Se você não conseguiu contornar a merda, que aprenda com ela e nunca mais repita.

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »