Pela volta da Kaiser Bock, nossa primeira cerveja de inverno

Heineken decide não comercializar a nossa cerveja carisma. #Voltakaiserbock!

Em 1993, quando no Brasil cerveja era sinônimo de loira gelada e pensavam-se que existiam apenas dois tipos: as claras e escuras, este rótulo sazonal chegou ao mercado no período do inverno como a primeira bock (lager avermelhada) com escala comercial para ser consumida nos meses frios.

+ Confira nossa seleção de 9 cervejas para inverno

Anualmente, essa breja entrava nas gôndolas sempre este período, pelo menos até 2013. Com mudanças estratégicas, a Cervejaria Heineken, produtora da Kaiser Bock, decidiu não fabricar o rótulo este ano.

Seguindo o post sobre o assunto de Mauricio Beltramelli, do site Brejas, engajamos na campanha #Voltakaiserbock.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

Por que #Voltakaiserbock?

– Primeiro, pois ela foi a pioneira no assunto, com produção comercial e sazonal.

– Está no imaginário de muito cervejeiro, que contava com poucos e raros rótulos diferentes nos anos 90.

– Possibilitou que a cerveja tivesse uma receita própria para temperatura mais baixas, fugindo da loira gelada.

– Apesar de ter uma produção comercial, a Kaiser Bock é uma cerveja puro malte, tem um cuidado especial com a produção e um teor alcoólico de 6,2%.

– Com um baixo custo-benefício, proporciona uma boa experiência cervejeira, em um universo de cervejas claras, fracas e estupidamente geladas.

– Contava com o carisma das propagandas com o ‘baixinho’ da Kaiser, da clássica música ‘Ôooooh Kaiser Bock’ destoando das propagandas das outras cervejarias que apostavam em belas mulheres e mais nada.

– Criada pelo holandês Paul en Dubb, quando ele morava no Brasil, a receita da Kaiser Bock leva três tipos de malte, entre eles o munich vienna, que lhe rende a coloração avermelhada. Ela é puro malte e não tem corante na fórmula.

– Diferente do que acontecia com as cervejas nacionais populares, que se auto-intitulavam Pilsens (erroneamente), a Kaiser Bock é uma boa representante do estilo Bock. Criado no século XIV, na cidade de Einbeck na Alemanha, o estilo apresenta maior corpo e teor alcoólico e tem no aroma e dulçor elevado (porém equilibrado) do malte suas maiores características.

– Ela faz parte da história cervejeira brasileira e, retira-la da produção é apagar um pouco dessa história cervejeira.

Campanha #voltakaiserbock

Pela volta da Kaiser Bock, nossa primeira cerveja de inverno 2

O especialista em cervejas Mauricio Beltramelli e autor do livro Cervejas, Brejas & Birras, entrou em contato com a Heineken para descobrir os motivos da ausência da Kaiser Bock neste ano.

A resposta foi a cerveja não seria distribuída nesta temporada. Com a negativa, Maurício emplacou a campanha #voltakaiserbock que, não só apoio, como aproveito para divulgá-la para quem quiser.

Vamos tentar trazer de volta aquela cerveja carisma, que esteve na formação de muito cervejeiro e apresentou o início de um mundo novo que ainda estava por vir.

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »