5 Grandes ciladas do posto de gasolina (para você nunca mais entrar)

Crédito: Reprodução

“Quer ver o nível do óleo, doutor?”

Essa pergunta, a princípio solícita e rotineira na hora de você abastecer o seu carro no posto de combustível pode esconder uma arapuca e fazer você gastar um dinheiro para contratar um serviço que nem precisaria.

Essa é uma das ciladas que os frentistas armam para você. Confira as principais para fugir delas.

Completar o óleo

A proatividade do frentista esconde uma arapuca para te fazer gastar dinheiro à toa. Conferir o nível do óleo no posto de gasolina não é recomendado, já que o carro estava em movimento antes de chegar ali e demora um tempo até que todo o óleo chegue ao cárter, para fazer a aferição correta.

Dessa forma, você só consegue saber quanto de óleo tem no motor depois de alguns minutos com o carro desligado. Qualquer medição feita antes disso vai, naturalmente, acusar pouco óleo, mesmo com a quantidade ideal dentro do carro. Completar o óleo, neste caso, pode proporcionar ao motor trabalhar com mais pressão e danificar as partes internas do veículo.

Tipos de combustível

Crédito: Reprodução

Para resumir bem a situação, vamos desmistificar algumas coisas: a gasolina premium leva etanol na sua fórmula (entre 20 e 25%) e oferece uma diferença quase imperceptível no rendimento do seu carro. O diferencial do combustível aditivado é que ele faz uma limpeza desde o tanque do carro até o sistema de injeção.

Mas pode ser neste instante que, o benefício pode causar problemas. Se você não tem por costume usar o tipo de combustível no carro, as partículas que se soltarem com a limpeza podem acabar entupindo e até queimando a bomba de gasolina do seu veículo.

Na prática para não se dar mal, desconfie de preços muito baixos, que alí pode estar um forte indicativo de combustível adulterado.

 

Completar o fluído de freio

Como o circuito hidráulico do seu carro é fechado, o nível de fluído só reduz em duas situações: quando as pastilhas, sapatas ou discos estão desgastados e precisando de troca ou quando há um vazamento na tubulação.

Nestes dois casos, quem é o melhro profissional para avaliar este problema é um mecânico de confiança e não o frentista de um posto qualquer. E, ainda quando precisar fazer isso no lugar certo, procure pisos nivelados para não obter uma leitura equivocada.

Verificar a água do radiador

Crédito: Reprodução


Muito cuidado ao abrir a tampa dos reservatórios de água do carro. Ela tem o aviso “não abrir quando quente” e não é por acaso ou excesso de cuidado: como o motor trabalha com temperaturas altas que chegam a 100ºC, a água que está circulando dentro dele absorve o calor. Quando se abre o reservatório, ela se expande e pressuriza.

Para fazer a medição correta da quantidade de líquido lá dentro, piso precisa estar nivelado e motor frio e desligado. Caso contrário, a referência do reservatório irá mostrar sempre mais água do que o real e, na abertura da tampa é muito provável que o liquido evaporado que fica dentro do vaso irá sair com forte pressão e temperatura, podendo até causar queimaduras na pele.

Água do lavador do para-brisas

Este item, se você aceitar, terá menor complicações do que os outros itens, ainda assim pode prejudicar o seu carro! O perigo de recorrer ao frentista para preencher a água do lavador é queimar a bomba que leva o líquido até o vidro dianteiro.

Mas, vai que você realmente não conferiu e está com medo de encarar uma viagem e ficar na mão na hora de limpar o para-brisas. Então, confira se a água que será colocada no seu carro não está com detritos, pois eles podem entupir tanto a bomba quanto os dutos do sistema.

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Homem também tem que ter estilo
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »