Masturbação Feminina: Guia completo para proporcionar prazer a sua namorada

Reprodução

Todo homem é capaz de trepar. Agora, são poucos (e falo isso por desabafos femininos) que realmente conseguem proporcionar prazer a uma mulher, principalmente na hora da masturbação.

Tem muitos caras que pensam que são verdadeiras britadeiras. Basta chegar na hora H, tirar a roupa e penetrar na companheira até gozar. Reproduzindo padrões de filmes pornôs, acreditam que, quanto mais rápido, profundo e repetitivo, mais intenso o orgasmo ela terá.

Para te ajudar a realmente ser um cara foda (vindo da boca dela e não da sua), reunimos dicas e conselhos de uma camgirl do site de sexo virtual Camera Privê, para mandar bem na masturbação feminina e levar sua garota ao orgasmo logo na preliminar.

Aqueça os motores

Reprodução

“Antes de começar a masturbação e o sexo em si, é interessante criar um clima, fazer com que a mulher sinta-se desejada. A sedução pode começar muito antes da cama, um simples olhar durante o jantar, conversas mais quentes durante o dia (se estiverem longe), mandar nudes pelo celular, fazer sexo virtual, olhares picantes, essas coisas simples mas que acendem uma chama e fazem se criar algumas fantasias gostosas”, revela Lolla Tatto.

Mas, na hora não existem muitas regras para as brincadeiras. Crie um ambiente bacana, com velas e uma iluminação mais baixa, um som ambiente, isso tudo vai fazer sua parceira curtir mais o momento.

“Para deixar uma mulher subindo pelas paredes é muito fácil, basta não ser afobado e apressado, e querer curtir o corpo da parceira” resume Lolla Tattoo.

Não vá direto ao ponto e conheça as zonas erógenas dela

Reprodução

Antes de ir metendo a mão na vagina dela logo no começo, seja por cima da calça ou com ela nua, mostre que você aprecia várias partes do corpo dela e não está lá só por causa de sua buceta.

“Conhecer algumas técnicas e dicas pode tornar o momento ainda mais prazeroso. Por exemplo as zonas erógenas da mulher, que ficam ao longo da coluna vertebral, pescoço, orelha, seios, mamilos, parte interna das coxas e pés. Use as mãos, língua, objetos e o próprio corpo para acariciá-las. Existem géis e óleos que promovem a mudança de temperatura, causando sensações diferentes e estimulando o prazer”, indica a stripper virtual Lolla Tattoo.

Lubrificação é essencial

Reprodução

Se você seguiu os passos acima, ela já deve estar lubrificada naturalmente. Caso isso não tenha acontecido, use saliva, óleos ou géis para facilitar o contato.

Tenha sempre o dedo molhado para excitar mais a garota e não irritar a área com o atrito. Masturbar não significa que você vá usar só sua mão. O sexo oral é uma boa maneira de manter a região lubrificada enquanto você passeia os dedos pela área, mas falaremos disso a seguir.

Ritmo dos movimentos

Reprodução

A parte externa do clitóris está mais acima na vagina, entre os pequenos lábios, como se fosse um botãozinho que fica pra fora. Comece pela parte de baixo e vá subindo, acariciando esse “botão” com um dedo e fazendo movimentos suaves.

Lembre-se de que a vagina dela não é um disco de vinil e você não é um DJ. São movimentos bem suaves e alternados. Diferente do pênis, onde um movimento repetitivo é o suficiente para levar ao orgasmo, a vagina requer variações e ritmos diferentes. Preste atenção nisso em todo o processo.

“Com os dedos, movimentos circulares, de um lado para o outro ou de cima para baixo. Uma maneira confortável para os homens é utilizando os dedos indicador e médio, ou médio e anelar e usando os outros para afastar os grandes lábios”, aponta Lolla.

Penetrando com os dedos

Reprodução

Com uma mão acariciando a parte externa do clitóris, coloque (suavemente) um dedo da outra mão na vagina dela, alcançando a parede de cima. Traga o dedo deslizando por essa parede até o lado de fora e enfie novamente, como se fosse um gancho (sem força, por favor), e siga com essa movimentação.

A cadência do movimento será ditada por ela, por isso, atenção nos sinais. Se sentir a vagina bem lubrificada e ela pedir mais, tente enfiar dois dedos e fique atento (novamente) aos sinais dela. Se ela continuar sentindo prazer, mantenha. Caso contrário, siga com um dedo só.

Você pode usar um vibrador ou outro acessório para penetrar nela durante a estimulação.

Ela dita o ritmo

Reprodução

Um dos principais erros cometidos por homens é começar a masturbação com muita força ou velocidade, antes que a parceira esteja devidamente excitada e lubrificada. Vá com calma e progressivamente aumente a velocidade, observando a parceira, como ela sente mais tesão.

“De modo geral, deve seguir um ritmo progressivo, começando com o toque leve e evoluindo para o ritmo mais acelerado. A respiração da parceira e o momento em si vão ditar em que passo isso deve acontecer. Mas, este fator varia muito de pessoa para pessoa, por isso o melhor é conhecer as preferências um do outro”, ensina Lolla.

Usando os dedos e a boca

Reprodução

Este combo pode levar a sua parceira para o orgasmo. Como muitas não conseguem atingi-lo só com a penetração, a dica é você usar sua boca e língua para ajudá-la a chegar lá.

Com a boca e a língua, não foque apenas no clitóris: explore toda a região com a língua. A posição mais confortável para os dois é com a mulher deitada de barriga para cima e o homem ajoelhado em cima da cama, na frente dela. Outro modo é com a mulher em pé, com um pé sobre o ombro do parceiro, que estará ajoelhado no chão.

“Muito importante: nada de morder o clitóris hein!!! Tente não usar os dentes, por favor”, aconselha Lolla.

Sexo oral + penetração anal

Reprodução

Essa variante também tem o poder de intensificar o prazer da sua companheira. Mas, só faça isso se ela der sinais claros de que está a fim.

Enquanto estiver masturbando-a, deslize seu dedo para o ânus da garota, fazendo movimentos circulares (sem penetração ainda). Caso ela sinalize que você pode ir em frente, com ajuda de lubrificante natural (ou saliva e gel), molhe um dedo e penetre-a suavemente o ânus, enquanto isso, continue fazendo sexo oral na vagina.

A tática poderá levá-la ao orgasmo (ou ajudá-lo a fazer sexo anal com ela).

Outras dicas pontuais

Reprodução

– Você pode usar o pênis durante a masturbação. Esfregue ele contra a vagina da mulher, instigando ela, mas sem penetração. Você pode até forçar a cabeça contra a buceta, provocando lubrificação.

– Se você não está tão seguro sobre o que fazer durante a masturbação, faça um joguinho com ela. Peça para observar enquanto ela se masturba. Além dela querer de proporcionar prazer visual, é uma boa chance de ver qual é o estímulo que ela mais curte.

– Uma boa prática na masturbação é fazer o 69, onde os dois se dão prazer simultaneamente. Neste momento, você pode perceber se está acertando ou não na reação dela ao te chupar (sons, gemidos, pegada).

– Existe um anel peniano que você pode usar nas mãos. Ele é vibratório e também é uma ótima forma de estimular o clitóris da companheira.

Gostou das nossas dicas? Tem mais alguma coisa que gostaria de passar e que ficou de fora?

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »