Dicas para esquentar a relação

Se houvesse regras miraculosas, a gente publicaria uma receita de bolo, um passo a passo com a dosagem certa de cada ingrediente: duas xícaras de amor, 400g de tesão, 200g de bom humor, uma pitada de brinquedinhos e trilha sonora à gosto.

Mas a gente sabe: sexo não funciona assim. Nada envolvendo sentimentos funciona assim.

Existem, porém, gatilhos que podem ser acionados em certos momentos. Por exemplo, você pode não ter a receita para um bolo perfeito, mas todo mundo sabe que discar o número da pizzaria favorita é garantia de um jantar gostoso.

Então, vamos trabalhar com esse mesmo conceito da pizzaria: vamos trabalhar com atitudes que, juntas, assim como os botões que discam o número do delivery, resultam em uma pizza quentinha e gostosa.

Vocês não são coelhos

Antes de tudo, vamos deixar de lado o mito de que casal feliz transa sempre? Um casal feliz encontra o equilíbrio e um casal feliz passa por fases. Há meses em que ambos sentem um desejo sexual absurdo e sentem vontade de transar o tempo todo. Em outros meses, o apetite sexual fica um pouquinho no escanteio e só é chamado pro campo de vez em quando.

Tudo isso é normal! Imagine só, estar casado com a mesma pessoa há 15 anos e transar todos os dias. Todos os dias, por quinze anos! Faça as contas, são mais de 5.000 vezes! Sexo não deve ser uma obrigação, sexo é uma troca, um momento de prazer mútuo, de descoberta, de orgasmo e, apesar de ser uma necessidade básica do ser humano, não deve ser tratado como uma urgência, um dever.

Se vocês sentirem vontade de transar todos os dias, ótimo. Se não, ótimo também. O tesão não morre com o tempo, você pode brincar com ele e atiçá-lo sempre que quiser, isso faz parte da graça de estar em um relacionamento.

Fale sobre sexo

A base de qualquer relacionamento é o diálogo, e sem conversa, vocês estão fadados a se afastarem… Enfim, você já ouviu tudo isso mas, se a sua vida sexual não está lá muito ativa e isso anda te incomodando, converse com a sua namorada e seja sincero.

Ela pode estar passando por alguma fase complicada, você pode estar passando por alguma fase complicada, o tempo simplesmente não anda a favor de vocês e os hormônios, muitas vezes, também não. Então, converse, entenda o que está acontecendo e não transforme o sexo em um peso para carregar.

Nessa hora, vocês podem conversar sobre o que excita os dois, quais são seus fetiches e desejos – e isso já nos leva para o próximo passo.

Não tenha medo dos fetiches

Descubra os desejos da sua mulher e conte para ela quais são os seus. Além de ser um grande passo para conhecer mais sobre a pessoa que está ao seu lado, também é um impulso de criatividade para que vocês inovem na cama.

Não tenha medo ou a julgue pelos desejos dela – a menos que seja algo ilegal, né? Tudo tem limite. Participe da fantasia, explore com ela e, quem sabe desse jeito essa fantasia também se torne sua?

Se vocês estiverem dispostos, curiosos e tudo for bem estipulado, podem explorar um ménage, uma visita em uma casa de swing – existem várias com uma proposta bem mais leve, com balada e um clima mais descontraído – ou tentar bondage.

Entenda os gostos dela e ela vai entender os seus

Se você não sabe do que a sua mulher gosta na cama e já está há um tempo com ela, passou da hora de entender.

Ela gosta de receber sexo oral? Curte fazer sexo anal, gosta de uns tapas, prefere ficar por cima? Você já reparou onde ela gosta que você toque, beije ou aperte? Tenha isso em mente quando for transar com ela outra vez, se importe em fazê-la sentir prazer. Como já falamos, sexo é uma troca e você precisa se doar também.

Não parta para o ataque, goze, e fim. Esse tipo de coisa pode fazer com que sua parceira esqueça o real prazer de transar e prefira ficar apenas com a mão dela, afinal, pelo menos a mão parece se preocupar em fazer ela gozar.

Não seja apressado e, se você agir assim, sua mulher provavelmente vai agir da mesma maneira com você.

Vá além do básico, saia das posições que estão em sua zona de conforto. Não há absolutamente nada de errado em transformar a cama da sua casa em uma cama de motel.

Muitos homens acabam traindo suas esposas porque não querem, inconscientemente, que elas se libertem sexualmente por acreditarem que esse tipo de comportamento reduz o valor de uma mulher e é algo desrespeitoso. Então, eles vão procurar um sexo mais intenso na rua.

Não faça isso, converse com sua namorada e transforme a vida sexual dos dois.

Entenda o psicológico

Em relacionamentos mais longos, como um casamento de anos, por exemplo, o casal pode esquecer como é sentir aquele desejo sexual espontâneo. Então, trabalhe com isso!

Mande mensagens excitantes para a sua mulher ao longo do dia, mande fotos e peça fotos (cuidado com as nudes).

Você também pode, e deve, incentivar que sua mulher se masturbe. É impressionante o número de mulheres que até hoje não se tocam por medo de julgamentos ou por um histórico de repressão e piadas de familiares e amigos.

Jogos também são excitantes. Você pode, por exemplo, levar sua namorada para um bar e, lá, fingir que não a conhece.

Depois de uns drinks, você pode se apresentar para ela de novo e, aí, fingir que tudo começou outra vez – inclusive a primeira noite de sexo. É uma brincadeira muito excitante e pode funcionar.

Experimentem também fazer algo que não costumam fazer ou que não fazem há um tempo, como ir para uma boate, sair para dançar, jantar em um lugar mais romântico ou até mesmo ir no motel.

Lembrem-se do começo

Joguinhos, brincadeiras e fantasias podem ajudar. Mas se você e sua parceira não se amarem mais, raramente alguma artimanha sexual será capaz de salvar o relacionamento de vocês.

Uma vez, me disseram o seguinte: além de amar, é preciso querer amar. Esse pensamento é fundamental para levar qualquer namoro e casamento para frente, a vida real é bem diferente da história que seus amigos contam na mesa do bar e do filme romântico que você assistiu com a sua namorada no primeiro encontro. Querer amar é se importar com o futuro, se importar com a felicidade da outra pessoa, se importar com os desejos, anseios, medos e inseguranças.

Lembrar do começo é uma boa dica para não chegar ao final de um namoro: alimentar as pequenas memórias, como a música que ambos gostavam de ouvir, o restaurante que os dois gostavam de ir, uma piada interna que só vocês sabem são apenas algumas coisas que podem esquentar não só o sexo, mas o amor do casal.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »