Reserva de Emergência: o que você precisa saber

Reserva de Emergência: o que você precisa saber

RESERVA DE EMERGÊNCIA: por que construir uma? Como construir uma reserva de emergência para morar sozinho? Como cuidar do seu dinheiro para caso algo de ruim aconteça?

No MORAR SOZINHO bônus de hoje, Edson Castro faz umas série de considerações sobre porque você dever fazer uma reserva de emergência e como cuidar dela.

O que é reserva de emergência

Como sempre acontecem imprevistos, antevê-los é a melhor atitude para evitar problemas de endividamento.

As pessoas não têm uma cultura de economizar dinheiro. Muitas pessoas até gastam mais do que a renda porque não podem planejar gastar.

Um grande mito reforçado por muitas pessoas é que é tarde demais para começar. Na verdade, é sempre hora de começar a economizar e formar reservas financeiras. Quanto mais cedo você começar, melhor.

Isso porque as reservas emergenciais são fundos que precisam ser aplicados em um curto período de tempo, pois precisam garantir resgate imediato quando necessário.

Quanto guardar para a reserva de emergência

O indicado por muitos educadores financeiros é um fundo de emergência com o valor de pelo menos 6 meses dos gastos do indivíduo. Ou seja:

Se você ganha R$ 2.000 por mês, a reserva de emergência deve ser de R$ 12.000;

ou seja, se por um acaso você fica desempregado, você tem o equivalente a 6 meses de salário investido para poder usar nos meses seguintes enquanto tenta uma nova recolocação no mercado.

Para algumas pessoas, isso pode parecer muito, mas lembre-se de que o valor da reserva de emergência é sempre proporcional ao gasto mensal do indivíduo. Em outras palavras, quanto mais dinheiro você gasta, mais dinheiro você precisa economizar para reservas de emergência.

Onde colocar o dinheiro da reserva de emergência

Deixar o dinheiro investido ao invés de ficar parado no banco é fundamental para ver ele rendendo mais e melhor.

Os bancos geralmente disponibilizam produtos financeiros ruins e com altas taxas de administração, o que reduz a rentabilidade dos investimentos.

Para começar a reserva de emergência o indicado é o investimento em renda fixa através de uma plataforma de investimento.

Em uma plataforma de investimento você terá acesso a fundos com liquidez diária e que rendem acima da inflação e mais que a poupança.

Quer mais dicas sobre MORAR SOZINHO? Se liga nesses vídeos:
NÃO COMETA ESSE ERRO ao morar sozinho
HOMEM e COZINHA: o mínimo para não ser um IDIOTA
como MONTAR UMA CASA do zero

 

Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »