Estudantes criam camisinha que muda de cor em contato com doença

Reprodução

Um grupo de estudantes da Inglaterra com idade entre 13 e 14 anos desenvolveram uma camisinha muda de cor em contato com doenças sexualmente transmissíveis.

Feita apenas por garotos, a invenção foi batizada de “S.T.EYE” (um trocadilho com STI, sigla inglesa para DST) e tem um indicador embutido que detecta infecções como sífilis e clamídia, mudando de cor de acordo com os micro-organismos presentes.

Daanyaal Ali, de 14 anos, Muaz Nawaz, de 13, e Chirag Shah, de 14, estudam na Academia Isaac Newton em Ilford, Essex. O objetivo deles era “tornar a identificação de doenças venéreas mais seguras do que nunca”, sem a necessidade de testes invasivos.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

A criação deles recebeu o prêmio TeenTech, dedicado a adolescentes. Os alunos receberam cerca de R$ 4 mil, além de uma viagem para o Palácio de Buckingham, em Londres.

Apesar de ser muito inovador, o invento ainda não tem perspectiva de chegar ao mercado.

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »