Usuários de redes sociais são 32% mais suscetíveis ao divórcio

Pesquisas apontam que taxa de divórcios aumentaram com crescimentos de usuários na rede social

Esqueça o batom no colarinho e da conta de motel no cartão de crédito. Agora, o grande vilão para os relacionamentos é o Facebook. Foi o que apontou um estudo da Universidade de Boston, nos EUA, revelando que usuários de redes sociais têm 32% a mais de chances de deixarem suas companheiras do que pessoas que não utilizam as ferramentas.

De acordo com publicação no Daily Mail, a universidade também concluiu que o Facebook é o grande indicador de problemas no relacionamento. A pesquisa descobriu que um aumento de 20% nos usuários do Facebook pode estar ligado ao crescimento de 2,18% na taxa de divórcio. Liderado pelo professor James E. Katz.

Katz e os coautores da pesquisa também reuniram dados coletados em 2011 pela Universidade do Texas, que perguntou a 1.160 pessoas casadas com idade entre 18 e 39 anos o quão felizes elas estavam em seus relacionamentos. Os resultados mostraram que as pessoas que não usavam nenhuma rede social reportaram estar 11,4% mais felizes do que os ‘heavy users’ das redes.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

Usuários de redes sociais são 32% mais suscetíveis ao divórcio

Outra pesquisa, realizada pela Academia Americana de Advogados Matrimoniais, mostrou que 80% dos advogados especializados em divórcio reportaram um aumento no número de casos que usam a rede social como evidência de que o parceiro cometeu adultério.

Mensagens e fotos postadas no Facebook são citadas a cada vez mais como prova de “diferenças irreconciliáveis”. Muitos casos relatam usuários que aproveitam a rede social para entrar em contato com antigos envolvimentos dos quais não tinham ouvido falar há anos.

Pelo menos 66% dos advogados citaram o Facebook como fonte primária de evidência em um caso de divórcio. Em segundo lugar aparece o MySpace com 15% e o Twitter, 5%. Os resultados do levantamento são bem semelhantes a uma pesquisa feita por um escritório de direito no Reino Unido, mostrando que 20% das petições de divórcio colocavam a culpa de infidelidades no Facebook.

Usuários de redes sociais são 32% mais suscetíveis ao divórcio

O terapeuta de casais Terry Real reafirma que, na maioria dos casos, as pessoas usam o Facebook para criar uma “vida de fantasia” e fugir da aridez do dia-a-dia. “O que é mais atraente, uma pessoa que está longe e com quem se pode sonhar ou aquela com a qual você tem que discutir as contas da casa?”, disse ao programa “ABC News”, da televisão americana.

Real enfatizou, porém, que é errado colocar a culpa no Facebook. “Antes era o e-mail e antes disso, o telefone. A culpa não é do Facebook é da falta de amor”.

Por isso, aqui vai alguns conselhos:

– Desligue um pouco da vida virtual e vá viver a real;
– Deixe o passado onde ele deveria estar, lá atrás;
– Não deixe que as redes sociais interfiram negativamente no seu relacionamento;
– Não espionem o parceiro nas redes sociais. Respeitem a individualidade de cada um;
– Valorize mais sua(seu) companheiro ao lado ao invés de fantasiar com o que está distante.

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »