Síndrome do Peter Pan – sobre meninos que não querem virar homens

Conheça um grupo de rapazes que não aprenderam a crescer

Ele é um eterno menino. Por mais que a idade avance, recusa-se a envelhecer e continua agindo como um garoto, tanto na sua vida profissional quanto pessoal. Sua morada é a Terra do Nunca, um eterno playground.

+ Conheça o complexo da Cinderela

Apesar deste ser um enredo do conhecido conto infantil, a Síndrome de Peter Pan não só existe, como foi objeto de estudo científico. Ela foi criada e utilizada pela primeira vez pelo psicólogo norte-americano Dan Kiley, em 1983.

Ela refere-se a uma pessoa que sempre posterga suas decisões, delega a função aos outros, boicota-se, tudo como forma de evitar responsabilidades de adulto.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

Tomo como exemplo a atitude recente de Jon Jones, campeão dos meio-pesados do UFC e um dos ídolos máximos do MMA. Depois de atropelar uma mulher grávida, decidiu fugir da cena do crime e não prestar socorros e assumir as responsabilidades do crime que cometeu.

“Durante os meus anos de aconselhamento, revelou-se um número alarmante de rapazes que não atingiriam a maioridade. Durante os últimos anos da adolescência e os vinte e poucos anos, estes homens entregam-se a um estilo de vida impetuoso. O narcisismo fecha-os dentro deles mesmos, enquanto um ego irrealista os convence de que podem e devem fazer tudo quanto as suas fantasias sugerem. Mais tarde, após anos de mau ajustamento à realidade, a busca da aceitação das outras pessoas parece ser a única maneira de encontrar a aceitação de si mesmo”. (Dan Kiley)

Síndrome do Peter Pan - sobre meninos que não querem virar homens 2

O autor qualifica a entrada na maturidade como uma Odisseia. Esta palavra ficou conhecida pelo livro de Homero, que conta a história de Ulisses em sua viagem de volta para a esposa, após a Guerra de Troia, passando por aventuras, lutas, fantasias, monstros, amores e perigo.

A família também contribui para formar homens imaturos. Com superproteção e excesso de permissividade, muitos filhos nascidos depois dos anos 80 formaram gerações em que o homem foge dos compromissos da vida adulta.

Basta ver que, a cada ano que passa, aumenta o número de caras que postergam a saída da casa dos pais, emendam cursos universitários, não buscam o mercado de trabalho, não têm projetos de vida e são incapazes de levar um relacionamento amoroso.

Como nossa busca é por transformá-lo em um cara melhor, vou abordar os sintomas e mostrar como você pode sair da pele de menino e encarar a vida como um homem adulto.

Sintomas da Síndrome de Peter Pan

Síndrome do Peter Pan - sobre meninos que não querem virar homens

Segundo o autor Dan Kiley, são seis sintomas centrais:

1# São irresponsáveis

A irresponsabilidade é o resultado de uma educação extremamente permissiva dos pais, sem limites nem punições (vide o modo de vida da geração Z). O cara com a síndrome costuma não ter iniciativa, é preguiçoso e sempre procrastina suas decisões.

Evita responsabilidades, trabalhos que requerem um certo grau de dificuldade ou contas para pagar. No relacionamento, têm grandes dificuldades em manter um compromisso afetivo, preferindo a vida solteira.

2# São ansiosos

Têm uma profunda insatisfação consigo, baixa autoestima – embora a maioria das vezes não demonstrem isso diretamente. Não sabem fazer boas escolhas, além de ter frequentemente problemas com qualquer tipo de autoridade masculina (pai, professor, chefe, policia).

3# São solitários

Síndrome do Peter Pan - sobre meninos que não querem virar homens 3

Itens como alimentação, casa e segurança é, para ele, um direito universal e não algo pelo qual tenham que batalhar para conquistar. Logo, o valor e a necessidade do trabalho desaparecem, pois o prazer é mais do que um direito e não um fruto obtido pelo trabalho.

Assim, buscam o mercado profissional apenas como realização pessoal e não como uma necessidade. Não se encaixam e aceitam qualquer emprego, mas algo que esteja no ‘seu patamar’ ou condizente com suas qualidades. Ao invés de procurar algo, costumam esperar que o encontrem, como se o mundo estivesse à sua espera.

4# Novos padrões machistas

Apesar de novos padrões de liberdade e direitos sexuais divididos, o cara com síndrome de Peter Pan tem um conflito relativo sexual.

Estabelece uma separação clara entre os papéis do homem e da mulher, em que eles não podem de forma alguma ter comportamentos que o próprio considera femininos, como chorar, demonstrar sentimentos, ter uma condição financeira inferior, não ser o provedor da casa, etc.

Entrando no campo dos relacionamentos, vale lembrar que esses homens não aceitam que a mulher tenha um cargo superior ao seu. Em muitas situações, a mulher pode até esconder o quanto ganha, se recebeu uma promoção, só para não inferiorizar o homem.

5# Extremamente Narcisistas

O cara com síndrome de Peter Pan tem excesso de egocêntrico. Suas opiniões são, frequentemente, exacerbadas, tendenciosas e/ou agressivas relativamente a um país, pessoa, grupo ou ideia, que vai de encontro ao fato de querer provar continuamente (aos outros e a si próprio) que é o melhor e as suas opiniões são as únicas corretas.

6# Sem ética moral

Síndrome do Peter Pan - sobre meninos que não querem virar homens 5

Outro comportamento frequentemente usado para pessoas assim é a falta de moral e ética, com tendência a quebrar leis. Ele é capaz de desvalorizar ou trair as amizades quando seu próprio benefício ou valorização está em jogo.

Mudança de rumo

Em algum momento do seu percurso, estes rapazes-homens sofreram muito solitariamente, e como não aprenderam a aceitar as suas fraquezas e fracassos, só enxergavam na imagem estereotipada da perfeição um modo de serem aceitos.

Isso levou a criar defesas para se proteger do contato com sua própria dor. Mas, não perceberam que isso afastava-os de amar e serem amadoa, das relações verdadeiras e como encarar as responsabilidades.

A transformação virá com a tomada de consciência do seu processo, das suas falhas e a busca por ser um cara melhor. Somente com a ajuda das pessoas próximas e de especialistas, ele vai desenvolver um autoconhecimento e a aceitação de si mesmo.

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »