Marina Abramovic reencontra Ulay e a complexidade daquele silêncio

Marina Abramovic reencontra Ulay e o poder do silêncio 1

Vocês já devem ter visto pelas redes sociais um vídeo em que a artista performática Marina Abramovic reencontra Ulay, seu ex-companheiro, que aconteceu durante a exposição “The Artist is Present” (“A artista está presente”), no MoMa, em Nova York (2010).

O momento registrado em vídeo foi a performance inédita na qual a artista pediu que se instalasse uma mesa e duas cadeiras pra que as pessoas sentassem a sua frente compartilhasse alguns minutos de silêncio. Ela permaneceu muda durante toda a exposição, que durou três meses ou exatamente 736.030 minutos, de acordo com as contas dela. Muitas pessoas choravam só com o contato e uma pessoa chegou a ficar sete horas na sua frente.

Marina Abramovic e Ulay viveram e trabalharam juntos por 12 anos e se separaram em 1988. Ele apareceu sem avisar no evento e o registro é realmente tocante, pois foi o primeiro encontro deles desde a separação. Ela não se conteve em lágrimas e esse momento foi o único em que Marina esboçou emoção.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

O que boa parte não sabe é que aquela cena foi somente à ponta do iceberg de uma história longa e intensa, com alegrias e tristezas é que ficou eternizada no silêncio daqueles minutos entre os dois. Qualquer coisa dita naquele instante seria infinitamente menor do que os pensamentos que consumiam os dois e que não foram revertidos em fala.

Eu tive acesso a esse vídeo quando fiz um curso de história da arte. Com um pouco de pesquisa na web e uma baita ajuda de um texto traduzido do The New Yorker pela Bravo, tento aprofundar o encontro, mostrando o que os dois passaram até chegar naquele momento.

A história por trás do vídeo
Marina Abramovic reencontra Ulay e o poder do silêncio 4

Marina era filha de católicos e heróis da Segunda Guerra Mundial. Ulay era filho de um soldado nazista. Eles se encontraram em 1975. A química entre eles foi imediata, de acordo com o próprio relato da artista.

“Fomos diretamente para a casa dele e ficamos na cama durante dez dias. Quando voltei para casa, fiquei desesperada de amor e não conseguia andar ou falar”. Ela estava casada, naquela época, mas essa união era um tanto estranha. Cada um vivia com seus próprios pais, e Marina tinha um rígido toque de recolher: dez horas. (Eles se divorciaram em 1977.) A mãe de Marina chamou a polícia quando a filha “fugiu” alguns meses mais tarde, aos 29 anos, para reencontrar sua alma gêmea.

Juntos, produziram arte durante 12 anos nômades, entre 1976 e 1988, viajando em um trailer. Eles se diziam um só corpo (nascidos no mesmo dia, em anos diferentes), feito de duas cabeças, mas com o mesmo propósito artístico.

Ulay participou de algumas das maiores obras da carreira da artista, como “Imponderabilia”, de 1977, que marcou a história da arte performática e produziram imagens clássicas.

Marina e Ulay permaneceram juntos até 1988, quando ele resolveu terminar devido à entrega de Marina por sua carreira artística e a não vontade de formar uma família com filhos. O fim provocou revolta da artista que desabafou. “Todos se esforçam tanto para começar um relacionamento e tão pouco para acabar com ele”.

Mas nem tudo foram flores no relacionamento deles. Em 2003, Marina revelou que o término aconteceu também por causa de uma traição de Ulay e que ele ficou com todas as obras depois da separação, tornando sua vida um inferno.

Segundo Marina, ela só conseguiu recuperar as obras comprando tudo de Ulay de novo. E assim, depois deste término doloroso, eles ficaram sem se ver durante 22 anos. Até o momento da preparação para a exposição no MoMa, relatado no vídeo.

Marina Abramovic reencontra Ulay e o poder do silêncio 2

Depois de conhecer a história toda, agora você pode dizer que entende um pouquinho melhor a complexidade daquele silêncio.

Queremos saber: você já passou por uma situação assim, onde o silêncio era a melhor e mais dura resposta a dar ou receber de alguém?

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »