Governo da Malásia lista sintomas da homossexualidade

Parece meio louco falar isso hoje em dia, mas a Malásia, um país predominantemente muçulmano conservador, mantém leis que criminalizam a homossexualidade, com pena de até 20 anos de prisão para gays. O absurdo é tanto que o governo só liberou este ano que personagens gays pudessem ser representados em filmes e na televisão, mas com a condição de que eles se tornem heteros ou se arrependam seus modos no final da história.

Recentemente, o governo local organizou um evento chamado”Seminário para Pais lideram com questões LGBT” onde foi distribuído um folheto com os principais sintomas da homossexualidade para pais e professores evitarem em seus filhos. “Uma vez que a criança apresente tais sintomas, [os pais] devem dar atenção imediata”, é uma das principais dicas do manual.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

Estes são alguns dos sintomas da lista de sintomas absurdos e idiotas que o governo orientou mais de 1500 pais e professores observarem em seus filhos, para saber se eles são gays ou lésbicas.

Sintomas para homens

  • “Ter um corpo musculoso e gostar de exibí-lo usando camisas com gola V e sem mangas;
  • Preferir roupas justas e de cores claras;
  • Sentir atração por homens;
  • Gostar de usar bolsas grandes, parecidas com as usadas por mulheres, ao sair.”

Sintomas para mulheres

  • “Atração por mulheres;
  • Se distanciar de outras mulheres que não sejam suas companhias femininas;
  • Gostar de sair, fazer refeições e dormir na companhia de mulheres;
  • Não ter afeto por homens.”

Mohd Puad Zarkashi

O ministro da educação, Mohd Puad Zarkashi, ainda completou: “Jovens são facilmente influenciados por sites e blogs relacionados a grupos LGBT. Isso também pode se espalhar entre seu grupo de amigos. Estamos preocupados que isso aconteça dentro da escola”.

Sou contra todo e qualquer preconceito contra etnias, religiões ou a orientação sexual (o único preconceito que eu acho válido é com quem ouve funk sem fone no metrô). Cada homem ou mulher tem o direito de ser feliz do jeito que é.

Tenho medo que esse tipo de atitude  retrógrada chegue ao Brasil, onde esse tipo de preconceito ainda é muito grande, apesar de nos chamarmos do país da diversidade.

Fontes: G1, Global Post e The Malaysia Insider.

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »