A diferença entre o voto branco e nulo

Reprodução

As eleições estão chegando e o MHM vai te ajudar mais uma vez. Não, não iremos te ajudar a escolher um candidato, mas iremos discutir um dos pontos principais que ainda causam muitas dúvidas nos eleitores na hora de votar. Se liga:

A diferença entre o voto branco e nulo

Primeiro, vamos acabar com o mito de que os votos brancos vão para o candidato que está vencendo. Não vão. Antigamente, o voto branco era contabilizado e dado para o candidato com mais votos. Na época, eles entendiam que, ao votar em branco, o eleitor se mostrava satisfeito com o candidato vencedor, enquanto que o voto nulo era tido como um voto de protesto.

Mas com a nova Constituição da República em 1988, passou-se a considerar apenas os votos válidos, cabendo a Junta Eleitoral proclamar eleito o candidato com a maioria dos votos válidos, sem computar os votos nulos e brancos. Passemos a diferença entre os dois tipos de votos.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

Reprodução

O voto em branco é aquele onde o eleitor simplesmente não deseja escolher nenhum candidato. Assim, para votar em branco você deve pressionar a tecla BRANCO da urna e depois CONFIRMA. Simples né?

O voto nulo, diferente do branco, é quando o eleitor quer anular seu voto. Faz isso preenchendo os números com “0” (zero) ou colocando um número inexistente e logo em seguida pressiona a tecla CONFIRMA.

Mesmo que os votos brancos e nulos representem mais da metade do total, não é possível anular uma eleição por este motivo. “Esta é uma grande lenda urbana difundida pela internet. Ambos não serão computados aos votos válidos e poderão até ajudar um candidato já que, quanto maior o número de votos nulos e brancos, menor a necessidade de votos válidos para eleger um candidato.

Isso também vale no que diz respeito às eleições para os cargos de deputado federal e deputado estadual. O pleito é realizado de forma proporcional, ou seja, para ser eleito a um desses cargos, o candidato precisa alcançar o “quociente eleitoral”, que é um índice que determina o número de vagas que cada partido vai ocupar nas câmaras, esse número surge com a divisão do número de votos válidos pelo número de vagas a serem preenchidas.

Reprodução

Assim, quanto maior for a quantidade de votos nulos e brancos, menor será o quociente eleitoral e mais fácil será para o candidato conquistar a vaga. É assim que a corja entra no legislativo. Portanto, aqui os votos nulos e brancos passam a interferir no resultado das eleições.

A parte fácil nós te ajudamos, lhe demos a informação, agora com vocês só restou escolher um candidato. Boa sorte, vão precisar!

Vai votar pela primeira vez? Se você que segue o MHM nunca viu uma urna de perto ou só viu quando foi ajudar a sua avó a votar? Segue um simulador on-line no site do Tribunal Superior Eleitoral para você já ir aquecendo para a eleição.

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »