20 Cervejas Witbier que você precisa conhecer

Shutterstock

Elas são leves e refrescantes, próprias para o calor e para quem está começando a tomar cervejas especiais. Mas, mantém a complexidade das craft beers com um agradável aroma e sabores cítricos e de condimentos. Estou falando das Witbier, as cervejas de trigo belga.

Conheça mas o estilo que é a porta de entrada para o consumidor mais leigo no mercado de cerveja artesanal.

História da Witbier


A Witbier é um estilo de cerveja de trigo temperada com sementes de coentro e cascas de laranja, que nasceu na Bélgica há mais 400 anos. Por muito tempo ficou desaparecida das prateleiras e só voltou nos anos 60.

O estilo estava extinto até que um mestre cervejeiro belga, chamado Pierre Celis, retomar a sua produção, na cidade de Hoegaarden, baseado em suas memórias de quando ele era criança e o estilo ainda era fabricado.

Com seu renascimento, a cerveja de trigo belga caiu no gosto popular, transformando o estilo em um dos mais populares e de grande consumo, especialmente no verão.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

Características

Reprodução

O estilo da cerveja é feito com trigo e malte de cevada. Tem a cor amarelo palha, não é filtrada. A espuma, normalmente, é abundante e branca, conservando por muito tempo no copo. No aroma, notas cítricas provenientes de laranja ou limão (outras frutas podem entrar entre os ingredientes), somado a um condimentado de semente de coentro e outras especiarias.

No paladar, é uma bebida com baixo ou moderado amargor, onde os sabores cítricos e das especiarias sobressaem. O resultado é uma cerveja leve, refrescante e com ótima drinkability

Harmonização

A cerveja leve e refrescante vai bem com pratos com a mesma pegada. Assim, saladas verdes, ceviche, sushis, sashimis e frutos do mar combinam com a cerveja de trigo belga.

Cervejas de Trigo Belga (Witbiers) para beber

1# Hoegaarden (4,9 ABV)

Leonardo Filomeno

Cervejaria: Brouwerij Hoegaarden

Hoegaarden ganhou este nome devido ao vilarejo onde foi inicialmente fabricada. Sua produção foi iniciada em 1445 e ela é considerada a cerveja salvadora do estilo Witbier Belga, pois foi seu mestre cervejeiro o responsável por retomar a produção do estilo.

2# Blanche de Namur (4,5% ABV)

Leonardo Filomeno

Cervejaria: Brasserie Du Bocq

A Blanche de Namur é uma das mais tradicionais cervejas belga no estilo. Elaborada com casca de laranja lima e semente de coentro, recebeu medalha de ouro na categoria em 2009 e a prata 2013, no World Beer Awards.

3# St. Bernardus Wit (5,5% ABV)

Reprodução

Cervejaria: St. Bernard Brouwerij

Esta cerveja foi desenvolvida em cooperação com o Mestre Cervejeiro Pierre Celis, o padrinho da Hoegaarden e Celis White. Tem uma segunda fermentação na garrafa, dando a esta cerveja seu sabor específico.

4# Hitachino Nest White Ale (5,5% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Kiuchi Brewery

Inspirada na Hoegaarden, o rótulo leva noz-moscada, casca  e suco de laranja. Como ela contém fruta, não é classificada como cerveja no Japão. É o rótulo mais popular da cervejaria japonesa.

5# Jean Le Blanc (4,9% ABV)

Leonardo Filomeno

Cervejaria: Bastards Brewery

O rótulo da cervejaria paranaense aposta no estilo leve e refrescante feito com trigo. A cerveja conta com notas de capim limão, casca de laranja e coentro. Ficou em segundo lugar como a cerveja do ano no Festival Brasileiro de Cerveja 2015.

6# Cambuça Blanche (4,2% ABV)

Leonardo Filomeno

Cervejaria: Suméria

A cerveja paulista do estilo tradicional belga usa uma fruta genuinamente brasileira: o cambuci. O resultado é um rótulo com aroma cítrico com um amargor característico da fruta no final.

7# Baden Baden Witbier (4,9% ABV)

Navi-Pon

Cervejaria: Baden Baden

Um dos últimos lançamentos da Baden Baden é produzida com maltes de trigo e cevada, coentro e aroma de laranja. Foi eleita a melhor cerveja do mundo pelo International Beer Challenge 2015.

8# Wäls Witte (5% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Wäls

A cerveja conta com especiarias como a pimenta da jamaica e tem como fruta a laranja da terra em sua receita. É uma cerveja medalha de ouro no Bière Beer e prata no Festival Brasileiro da Cerveja.

9# Júpiter Tânger (4% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Júpiter

A cervejaria paulistana aposta em uma cerveja de trigo de estilo belga, com um toque brasileiro: é feita com raspas de tangerina, cominho e especiarias.

10# Dortmund Schloss (4,5% ABV)

dortmund schloss

Cervejaria: Dortmund

A cerveja Schloss é uma cerveja de trigo, um pouco diferente das conhecidas Weiss Alemãs por utilizar Trigo branco não maltado e ser temperada com sementes de coentro e cascas de laranja.

11# Cerveja Dieu du Ciel Blanche du Paradis (5,5% ABV)

Mulheres e Cerveja

Cervejaria: Brasserie Dieu du Ciel

Blanche du Paradis significa “Branco do Paraíso” em francês. Essa cerveja é feita com sementes de coentro e cascas de laranja. Ela ganhou a nota 94 no RateBeer, o maior ranking de cervejas do mundo.

12# Estrella Damm Inedit (4,8% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Estrella Damm

Este rótulo foi criado em parceria com o renomado Chef Ferran Adrià, o sommelier Juli Soler e os mestres cervejeiros da Estrella. Tem aromas de especiarias como coentro, casca de laranja e alcaçuz. A segunda fermentação na garrafa lhe proporciona complexidade aromática, frutada e floral, com notas doces no paladar.

13# Vedett Extra White(4,7% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Duvel Moortgat

A cervejaria belga ganhou fama por seu rótulo witbier no Brasil. Este rótulo oferece laranja e limão, com sementes de coentro.

14# Limburgse Witte (5% ABV)

limburgse witte

Cervejaria: Brouwerij Sint Jozef

Representante de uma nova geração de produtores de cervejas artesanais na Bélgica, o rótulo surgiu da parceria entre duas tradicionais cervejarias familiares de Limburg. É cerveja de trigo clara produzida segundo a centenária arte cervejeira belga. Foi Medalha de Prata em Qualidade em 1997 e Melhor Witbier da Bélgica em 2013

15# Bier Hoff Witbier (5% ABV)

Leonardo Filomeno

Cervejaria: Bier Hoff

A witbier da cervejaria de Curitiba leva em sua receita trigo não maltado e leva casca de laranja amarga, semente de coentro, gengibre e refermentada com baunilha. O rótulo conquistou medalha de bronze no Festival Brasileiro de Cerveja 2013.

16# DUM Grand Cru (8,8% ABV)

Reprodução

Cervejaria: DUM Cervejaria

A cervejaria tinha por objetivo desenvolver uma cerveja belga de trigo, com mais corpo e álcool que uma witbier, ou seja, uma Double Wit. O coentro está escondido atrás dos aromas das cascas de laranja baia, que estão presentes em grande quantidade nessa cerveja.

17# Amazon Witbier Taperebá (4,7% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Amazon Beer

Famosa por seus ingredientes tipicamente da Amazônia, a cervejaria artesanal usa a fruta taperebá, também conhecida como cajá. A nova cerveja utiliza dois tipos de malte, o trigo e a cevada.

18# Samuel Adams White Ale (5,3% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Samuel Adams

Os fabricantes de cerveja norte-americana inspiraram-se no estilo belga. Ela leva uma mistura complexa de  especiarias como coentro, anis, hibisco, rosa mosqueta, tamarindo, e baunilha. Entre as frutas, casca de laranja, limão e ameixa seca.

19# Neblina (4,5% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Noturna

O rótulo da cervejaria paulista leva sementes de coentro, casca de laranja, limão tahiti e limão siciliano, garantindo um toque cítrico.

20# Bela Rosa (5,2% ABV)

Leonardo Filomeno

Cervejaria: Bohemia

No estilo belga Witbier, ela tem a pimenta rosa em sua receita. Tem aromas cítricos de laranja e limão, herbais e um toque de coentro, característico do estilo.

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »