100 Melhores Cervejas Brasileiras: uma seleção de Maurício Beltramelli

Sommelier e especialista em cervejas lança livro com dicas nacionais lança livro com dicas nacionais

Em um mercado em franca expansão, mas onde menos de 1% do consumo é dedicado a rótulos especiais, como fazer uma boa seleção de cervejas artesanais que atrairia iniciante e iniciados? Foi com este desafio que o sommelier e especialista em cervejas Maurício Beltramelli lançou o livro As 100 Melhores Cervejas Brasileiras.

Ele, que já havia publicado Cervejas Brejas e Birras, e é dono do site e bar Brejas, foi entrevistado pelo MHM e apontou o principal desafio nesta edição:

“Eu gosto de escrever para leigo, para quem ainda não teve contato com o produto. O meu desafio nesta publicação foi indicar para quem não conhece os rótulos especiais e ser divertido também para quem já tem familiaridade com o assunto”.

O texto continua abaixo, clique no botão para continuar a leitura

O critério de seleção procurou abordar alguns dos 120 estilos diferentes de cerveja, separando a seleção por cervejaria e em ordem alfabética. Ingredientes, sabor, cor, aroma e textura, entre outros elementos, foram utilizados como critério de escolha.

100 Melhores Cervejas Brasileiras 3

A ideia surgiu depois de pensar no livro 1001 Cervejas para Beber Antes de Morrer. Beltramelli sugeriu a editora para montar uma seleção somente com cervejas artesanais e nacionais.

“Se eu fosse morrer hoje, não saberia dizer qual cerveja gostaria de tomar desta lista, tamanha é a dificuldade e qualidade dos rótulos que estão lá dentro”, resume Maurício.

Em um mercado com quase mil rótulos especiais, sua complicação maior foi montar a seleção de 100. “A escolha das cervejas foi realizada não só pelo meu gosto pessoal, mas passou pela minha experiência de jurado profissional, estudante de cervejas e o mercado cervejeiro em sí. Mesmo assim, muitas boas cervejas ficaram de fora”, aponta.

Com curtas histórias da cervejaria ou de como o rótulo escolhido surgiu, cada cerveja apresenta a cidade de origem, teor alcoólico, amargor, tonalidade, dulçor, corpo e sugere o copo ideal para consumir a cerveja. Em uma versão fácil de carregar, pode ser uma boa opção para acompanhar sua ida aos bares.

Publicado pela editora Leya, o livro As 100 Melhores Cervejas Brasileiras – Uma Seleção Para Iniciantes e Iniciados, tem o preço sugerido em R$ 29,90 (224 págs).

Selecionamos cinco bons rótulos que você pode encontrar na publicação. Confira abaixo:

1# Maracujipa (2 Cabeças)

100 Melhores Cervejas Brasileiras
Teor alcoólico: 6,8%
Estilo: American India Pale Ale

O rótulo de uma das primeiras cervejarias ciganas no país (produzindo em lugares diferentes), ganhou a adição de maracujá no dry-hopping, proporcionando um toque maior frutado e refrescância.

2# Cerveja do Amor (BodeBrown)

100 Melhores Cervejas Brasileiras 4
Teor alcoólico – 5,2%
Estilo: Belgian Style Fruit Beer

A cerveja é baseada no romance de Píramo  e Tisbe, onde o casal apaixonado se mata por amor à sombra de uma amoreira. A bebida leva amoras em sua receita, conferindo acidez ao paladar, refrescância e drinkability.

3# Jean Le Blanc ( Bastards Brewery)

100 Melhores Cervejas Brasileiras 5
Teor alcoólico – 4%
Estilo: Belgian Style Witbier

A wit Jean Le Blanc faz uma alusão a ‘cerveja branca’, tradução do nome do estilo witbier. Um rótulo leve, com notas cítricas e condimentadas, proporcionando ótima drinkability.

4# Baca (Coruja)

100 Melhores Cervejas Brasileiras 6
Teor alcoólico – 5,7%
Estilo: American Style Fruit Beer

Na mitologia grega, as bacantes eram mulheres adoradoras do Deus do vinho Baco, e que tinham a extraordinária fama de loucas e lascivas. O rótulo leva pitanga, oferece um aroma frutado cítrico, acompanhado por um maltado remetendo a caramelo e toffe.

5# Nostradamus (Dortmund)

100 Melhores Cervejas Brasileiras 7
Teor alcoólico – 4,8%
Estilo: Cream Stout

Usando como personagem a figura controversa do vidente francês que anunciou o fim dos tempos em 2012, a cervejaria brinca com a bebida, que proporciona harmônica notas de café e chocolate amargo, com um final adocicado.

Os comentários são listados abaixo, clique no botão para comentar ou ler outros comentários
Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Canal do MHM

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »