Inscreva-se no Canal

PUA: O que uma mulher pensa sobre a arte da sedução

Antes que vocês me odeiem e digam que eu não entendo nada do assunto, vou deixar uma coisa clara: eu realmente não sou expert no tema, mas já li alguns capítulos de alguns livros de PUA e já vi algumas palestras no Youtube.

+ 8 Passos para ser mais confiante e atraente segundo a ciência 
+ Como melhorar sua autoestima 

Não sou expert, não fiz treinamento e nem paguei um cara para me dar aulas, mas eu sou uma mulher e mulheres são o alvo das técnicas de PUA, certo? Então, talvez eu possa trazer uma nova perspectiva sobre o tema e uma visão um pouco diferente da visão técnica de quem é “bom” no assunto.

Quando eu descobri o que era PUA e dei uma lida em um livro, me surpreendi. É sério: eu fiquei surpresa porque eu encarei as primeiras páginas com 10 pedras na mão, julgando que eu detestaria e acharia tudo um absurdo mas, no fim do livro, eu me surpreendi.

As técnicas que eu li, no fim das contas, são ótimos exercícios para homens tímidos perderem a timidez e ganharem confiança.

A conquista e o alvo

Opinião de uma mulher sobre PUA

Mas ao mesmo tempo é triste ver que para conquistar essa confiança é preciso tratar a mulher como um alvo e não como um ser humano – repito: estou baseando o meu ponto de vista no livro que eu li e nas palestras que eu assisti, não sei nada sobre o seu treinador e também provavelmente não li o mesmo livro que você.

As técnicas podem te ajudar a perder a timidez porque vão te fazer enxergar toda a situação como um jogo, isso – segundo alguns psicólogos – pode ser útil para aliviar a pressão nos seus ombros, afinal, você vai estar se relacionando com um alvo e usando um guia para se comunicar.

Quem tem dificuldades em traçar uma conversa por qualquer motivo que seja – auto-estima baixa, falta de confiança, timidez, enfim, dê o nome – pode encontrar em um guia a praticidade e o distanciamento necessário dos pensamentos negativos para conseguir enganar a sua mente.

Por isso eu achei o livro que li interessante: é legal saber que homens estão deixando a insegurança de lado e conseguindo conhecer mulheres novas através das técnicas de PUA mas, ao mesmo tempo, é preocupante. E vou explicar o por quê.

E depois do beijo?

Opinião de uma mulher sobre PUA

Eu fico me perguntando e gostaria de uma resposta sincera: como as técnicas são trabalhadas depois que a ficada ou a noitada vira um relacionamento sério? Porque, em algumas palestras de PUA que eu vi, as mulheres são inclusive encaradas como seres desesperados para engatar um namoro ou casamento.

Se isso for um pensamento comum em várias vertentes, eu me preocupo ainda mais, afinal, a conquista do alvo vira algo ainda mais surreal na minha perspectiva. O cara quer conquistar o máximo de alvos possíveis para quê? Para aumentar a sua confiança baseado na quantidade de mulheres que ficou?

Se essa for a resposta, vale a pena usar essas técnicas para ganhar autoestima? Não é melhor trabalhar o psicológico de outra forma e, quem sabe, no meio de tanta pegação conhecer alguém legal que você goste de ouvir falar, conversar e dividir pensamentos por mais de uma noite?

E eu nem estou falando sobre namoro e casamento, estou falando sobre a graça de compartilhar um beijo com alguém que vai acrescentar algo na sua vida além de saliva.

É claro que eu não vou ser hipócrita e dizer que ninguém deve beijar outra pessoa só por beijar. Beijar é ótimo, aumenta sim a autoestima e também te faz sentir melhor, mas quando os beijos viram números e o sexo vira uma progressão aritmética, ele não perde o sentido?

A importância da autoestima e da autoaceitação

Opinião de uma mulher sobre PUA

Sexo também é sobre conquista, mas quando ele é mais sobre conquista e menos sobre sexo, o resultado não é irônico?

Sei que fiz muitas perguntas neste texto e sei que talvez eu não tenha as respostas que eu gostaria. Sei que muitos vão me criticar, dizer que eu não entendo o sentido disso porque “para mim é fácil falar” mas, sinceramente, eu realmente não consigo entender a vantagem de despersonificar alguém para alimentar o seu ego.

Como eu disse, se o objetivo é tratar uma timidez ou levantar autoestima, outras alternativas podem ser utilizadas não só na área dos relacionamentos.

Dá pra lidar e aprender com suas características, que são únicas e só suas. A sua timidez não precisa ser um defeito, ela pode ser um tempero. O seu cargo como analista não precisa – e não deve, nunca – ser um problema, ele é o seu cargo.

Se uma garota levar em conta a sua conta bancária, ela não vale a pena. Então, por que você precisa se focar em agradar uma pessoa que só se preocupa com o superficial em vez de gastar a energia conhecendo pessoas novas que apreciem as suas características?

Quando você conseguir controlar o que você considera um defeito e saber escutar o que suas particularidades têm para dizer, vai sentir que vários aspectos da sua vida serão beneficiados, não apenas a sua ida para a balada.

Compartilhe


Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »