Inscreva-se no Canal

Por que tudo mundo parece estar progredindo e eu não?

Enquanto os seus amigos constroem carreiras sólidas, estabelecem uma família, se casam e viajam, você sente que está parado no mesmo lugar.

Seu melhor amigo de infância, agora, está viajando o mundo à trabalho. Enquanto isso, você vê as fotos dele nas redes sociais e se pergunta o que fez de tão diferente para não amar sua vida tanto quanto ele ama a dele.

Seu colega de faculdade, agora, conseguiu alcançar uma excelente posição na empresa onde você foi estagiário. Enquanto isso, você continua ganhando um salário baixo e sequer saiu da casa dos seus pais.

O futuro de todo mundo parece estar tomando forma, enquanto a sua vida parece não caminhar para lugar algum.

Você até traçou planos, mas, por algum motivo, não tem motivação para colocá-los em prática.

Se você se identificou com tudo isso, saiba que não está sozinho. É comum entramos em um estágio na nossa vida em que nada parece fazer sentido. É comum sentirmos que nossos sonhos, cultivados durante a faculdade ou durante a infância, se perderam.

E, para te tranquilizar, eu posso te garantir: seu amigo de infância e seu colega de faculdade provavelmente passaram por esse vazio no peito.

Talvez a vida do seu amigo que já tem uma casa própria e família aos 28 anos não seja tão maravilhosa assim.

E, se ela realmente for, a sua também pode ser – e você não precisa assinar um contrato com uma imobiliária e nem ser pai para sentir que está progredindo.

Entenda seus objetivos e pegue leve com você mesmo

A arte do fracasso

Muitas vezes, quando achamos que ficamos para trás na verdade estamos apenas confusos sobre as nossas metas.

Tudo bem, você acha que está atrasado na vida, mas sob qual perspectiva? Sob os padrões e ideais de quem? A sociedade nos pressiona a seguir um roteiro: temos que nos casar em determinada idade, ter uma casa em determinada idade, receber determinado salário em determinada idade, ter filhos em determinada idade.

Tudo parece planejado por roteiristas invisíveis para um espetáculo cuja plateia é cruel porque você está nela.

Cada pessoa é única e, por isso, cada uma deve ter seu próprio projeto de vida. Circunstâncias diferentes fazem com que cada pessoa tome um caminho diferente. Cada um tem sua personalidade, sonhos e crenças e, por isso, o seu projeto de vida deve levar em conta tudo isso.

Qual o problema de não estar tão adiantado na carreira quanto o seu colega de faculdade? Qual o problema de não ter se casado aos 28 anos? Qual o problema de não ter filhos aos 30?

Entenda seus objetivos e trace seus planos de acordo com eles. Se você planejava estar casado aos 25 anos mas sequer começou a namorar, tudo bem. Esse tipo de coisa é impossível de controlar.

Se você planejava ganhar 10 salários mínimos aos 28 anos mas não ganha nem metade disso aos 30, tudo bem. Pegue leve com você mesmo, estabeleça metas realistas e siga em frente. Pode ter certeza que você não está sozinho nesse barco e não é um fracassado por causa disso.

Confie no timing

A arte do fracasso

Pode parecer difícil relaxar e pegar leve consigo mesmo quando você se sente um fracassado. Aliás, você já reparou como esse sentimento é confortável?

Ele é seguro, te permite ficar parado no mesmo lugar, te impede de viver novas desilusões e decepções, te mantém no chão.

Essa é a armadilha, mas você não pode cair nela.

Quantas vezes você já pensou que algo importante aconteceu por sorte? O segredo é se lembrar que a sorte, na verdade, é o timing. O timing é estar no lugar certo na hora certa, e você não pode controlar esse tipo de coisa. A única garantia de que vai ser beneficiado pelo timing (ou pela sorte) é viver. Parar de se sentir um fracassado e seguir em frente.

Muitas vezes, vivemos sentimentos e situações que não podemos controlar e não há nada de errado nisso. Mas não podemos esperar que a sorte caia na nossa cabeça se a gente não se mexer.

Para conhecer alguém importante em um jantar, por exemplo, você precisa sair para jantar.

Cada um segue seu próprio caminho

A arte do fracasso

Todos nós fazemos comparações. Para saber se algo é bom, temos que conhecer o ruim. Traçar relações e comparações é importante para entender o mundo, mas você deve pegar leve.

Por exemplo: você acordou feliz e confiante sobre sua carreira e sua vida mas, ao abrir o Facebook, viu que aquele cara que você detestava no colégio foi morar fora do país.

Nessa hora, toda a sua confiança desce pelo esgoto e você se sente novamente um fracassado.

Isso não pode acontecer, você precisa parar de comparar a sua vida com a vida dos outros porque, como já falamos, cada pessoa é diferente e enfrenta circunstâncias diferentes.

Ouvir a opinião dos outros sobre a sua vida quando eles estão em uma fase completamente diferente da sua é igualmente prejudicial para a sua felicidade e quebra a sua perspectiva.

Quando a gente se sente sensível ou vulnerável, costumamos a valorizar a opinião dos outros sobre os nossos próprios sentimentos.

Então, escolha ignorar qualquer crença negativa externa e se concentre em confiar no seu próprio caminho. Preste atenção nas coisas boas que acontecem com você e viva a sua própria vida.

Tudo é aprendizado

Não pense que este período da sua vida é inútil! Todas as situações da sua vida, positivas e negativas, te ensinam algo. Às vezes, pode ser difícil enxergar o lado bom de um problema, mas pode ter certeza que dá pra tirar um aprendizado de qualquer situação.

Novamente, tudo se resume ao timing. Talvez, por exemplo, você precise de mais um ano sozinho para estar pronto e encarar um novo relacionamento. Talvez esse ano seja fundamental para você entender o que quer da sua vida e quem você realmente é.

Talvez uma série de eventos precisem acontecer para que você consiga o emprego que tanto deseja – ou cuja existência você ainda desconheça.

Talvez, toda essa tristeza seja necessária para te transformar em alguém mais forte no futuro.

Talvez você ainda não seja a pessoa que precisa ser para alcançar o seu real propósito no mundo – e tudo bem se você ainda não souber qual ele é.

Por isso é importante relaxar e entender que você não pode ter o controle de tudo. O que você pode fazer é estabelecer hábitos saudáveis agora e amadurecer com suas experiências.

Pare de se culpar

A arte do fracasso

Seja gentil com a sua história. Pare de se pressionar porque você ainda não tem certeza sobre a carreira que quer seguir ou sobre quem você quer ser.

A sociedade nos impõe padrões e metas de vida que não são reais – pelo contrário, elas são cruéis.

Aproveite esse momento da sua história para refletir ou simplesmente para viver cada segundo sem pensar no futuro. Mas lembre-se: esteja nos lugares, fale com as pessoas, viva a sua vida.

Você não sabe se aquele seu colega de faculdade vai estar naquela festa que você não quer ir, e também não sabe se ele está trabalhando na empresa que você quer trabalhar e pode te ajudar a conseguir um emprego.

Viva o seu tempo. Você não está atrasado ou parado na vida, você está exatamente no lugar que deveria estar.

Compartilhe


Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »