10 dicas para (tentar) driblar a crise e viajar ao exterior

Travel

A alta do dólar e a crise econômica pela qual o Brasil está passando atrapalham os planos daqueles que sonham com uma viagem ao exterior. Contudo, mesmo com esse cenário desfavorável, você ainda pode planejar sua ida pra fora do país nas férias.

Destinos mais baratos, moedas desvalorizadas, cortes de luxos desnecessários, passagens promocionais… Listamos algumas dicas pra você conseguir viajar e não arrombar sua conta bancária.

Passagens: antecedência e pesquisa

Passagem

O primeiro passo para planejar bem sua viagem é ver e comprar a passagem com bastante antecedência. Quanto antes for atrás disso, melhores preços vai conseguir. Além disso, fique atento a sites que comparam valores de passagem e busque as promocionais.

Só fique esperto porque essas tarifas promocionais podem ter alguma restrição, como por exemplo remarcações e tamanho da bagagem. Depois que achar esses valores promocionais, vá direto no site da companhia aérea. O preço pode ser até o mesmo, mas você não pagará a taxa de serviço cobrada por alguns sites.

Evite alta temporada e feriados

Aeroporto lotado

Fuja da alta temporada e de feriados, datas que só encarecem suas viagens. Pesquise os meses de verão nos países que você pretende visitar, pois podem ter custos maiores. E tente também embarcar em dias menos concorridos nos aeroportos, normalmente agendados nessas passagens promocionais.

Não desista dos Estados Unidos

Estátua da Liberdade

Sim, o dólar está alto e passou dos R$ 3, mas você não precisa desistir de ir para os Estados Unidos. Até porque a redução no fluxo de turistas pra lá fez com que as passagens ficassem mais baratas. Sente e faça as contas de hotel e média de gasto diário, talvez compense viajar para os “States”.

Esqueça Londres

Londres

Se você acha que o dólar subiu, dê uma olhada na libra: a moeda britânica passou dos R$ 5. E Londres já é uma cidade cara há algum tempo, agora então ficou quase impossível conhecer a capital inglesa. Planeje sua viagem a Londres somente pra daqui a alguns (bons) anos.

Dê preferência ao ‘lado B’ da Europa

Praga

Cidades como Londres (já citada acima) e Paris são fantásticas, mas caras demais. Tente planejar uma viagem para o “lado B” europeu, como cidades do leste. Praga, Budapeste, Sarajevo e outras da região são boas opções de destino.

Algumas capitais do leste entraram para a lista das 5 mais baratas no continente em termos de passagem e hospedagem. Falamos sobre isso nesse post aqui.

Olhe com carinho para a América do Sul

Buenos Aires

Viajar pela América do Sul é sempre uma boa opção quando você pensa em custo-benefício. Buenos Aires, por exemplo, faz com que seu dólar renda muito mais – principalmente no câmbio paralelo – do que em outros destinos que exigem a moeda.

Apenas para efeito de comparação (um pouco injusta é verdade, mas válida): uma semana em Londres é três vezes mais cara do que o mesmo período em Lima, capital do Peru.

Opte por hostels

Hostel

Você não tem necessidade de muito conforto para um lugar onde basicamente só vai tomar banho e dormir, ainda mais sabendo que isso sairá muito mais caro do que ficar em um hostel. Financeiramente pesa muito menos, atende às suas necessidades e ainda pode ser uma experiência bem bacana de socialização com outras pessoas.

Descarte luxos desnecessários

Euro

Pesquise se existe algum serviço bom de ônibus/trem/metrô ou carro que te leve do aeroporto para o hotel. Se tiver e o preço não for abusivo, não compensa fechar um traslado daqui, pois geralmente sai mais caro. No destino, descarte gastos com táxi se você consegue chegar nos lugares de ônibus ou metrô.

Outro luxo desnecessário é o gasto com restaurantes caros e compras. Isso não significa que você tem de ficar sem comer ou que não pode levar uma lembrança ou compra do lugar. Só encaixe essas questões no seu orçamento para não encarecer a viagem sem necessidade.

Fique atento a milhas de viagem

Milhas

A bandeira do seu cartão de crédito pode ter um programa de conversão de pontos em milhas, então fique atento. Muitas vezes o consumidor acumula esses pontos e não aproveita, deixando que eles expirem.

De repente você consegue abater o valor de uma passagem com pontos ou precise comprar apenas mais alguns pra completar a pontuação e conseguir viajar.

Pesquise o custo de vida no destino

Dólar

Não adianta nada você conseguir bons preços na passagem ou abater ela na milhagem se o seu destino é caro demais e vai fazer com que você gaste os tubos. Há alguns bons sites colaborativos que dão valores de custo de vida, hospedagem, e até avaliações de crime e poluição. Um deles é o Numbeo.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »