facebook retarget

Rastreador de Namorado – o app que serve de detetive de bolso

Rastreador de Namorado - o app que serve de detetive de bolso 2

Quem já esqueceu o facebook aberto na casa da namorada ou mesmo o celular desbloqueado sabe o quanto isso é tenso. Muitas vezes uma mensagem fora de contexto pode ser interpretada de uma outra forma e ai, você já viu, terá muito o que explicar para sua patroa.

Pois preste bastante atenção se sua mina for do tipo neorótica, porque o aplicativo Rastreador de Namorado foi criado em junho e pretende ser o detetive de bolso na sua parceira. Confira no link.

Com o programa instalado no seu celular Android (que pode ser feito quando ela pedir pra jogar Candy Crush), ela coloca o código para rastreamento e ligação e o celular que quer receber as informações e todas as mensagens que o parceiro trocar.

O app não fica aberto e pode funcionar por GPS e SMS. Confira o que ela pode descobrir com isso:

- Saber onde você está – com um SMS ela vê sua localização
- Recebe o histórico de ligações – ela recebe um relatório com quem você está falando e quanto tempo ficou na linha
- ouve o que rola ao redor do celular – um comando dela e o celular seu liga sozinho e ela ouve tudo.
- acompanha as mensagens que ele troca – qualquer SMS enviada ou recebida por você tem uma cópia no celular dela
- Notificação quando o celular for desligado – a desculpa da bateria não vai funcionar sempre

Rastreador de Namorado - o app que serve de detetive de bolso

E não adianta colocar no modo avião, pois ela também vai saber disso. O aplicativo Rastreador de Namorado foi criado por Matheus Grijó e Danilo Neves Cruz.

Quem ainda deseja espionar de forma oculta pode recorrer ao recurso de assinatura, oferecido no site do Rastreador. Ao entrar em contato, a pessoa pode adquirir uma assinatura mensal do serviço, pelo valor de R$ 4,99, que permitirá uma espionagem completa e oculta.

Agora, parceiro, se tua mulher colocar um app desse no seu celular ou ela é doente ou não confia em você. Nos dois casos, acho melhor mandá-la passear.

Somos contra qualquer tipo de invasão de privacidade. Por isso, da próxima vez que ela pedir pra jogar no teu aparelho, fique esperto!

Dica passada por Fernanda Pineda, do Fake Doll

Autor Leonardo Filomeno

Jornalista, fã de esportes, apreciador de cerveja (e destilados), e um camarada que vive dando pitacos na vida alheia - no G+